Abrir menu principal

José Carlos Sussekind

José Carlos Sussekind
Nascimento 1947 (72 anos)
Rio de Janeiro
Nacionalidade Brasileiro
Prêmios 1º Prêmio da Associação Brasileira de Cimento Portland (1969), Prêmio Estácio de Sá em Tecnologia oferecido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro (1987) e Diploma de "Colaborador Emérito do Exército" conferido pela Secretaria de Ciência e Tecnologia do Ministério do Exército (1987).
Carreira musical
Período musical Curador e Vice-presidente da Fundação Darcy Ribeiro e Vice-presidente da Fundação Oscar Niemayer.

José Carlos Sussekind (Rio de Janeiro, 1947) é um engenheiro calculista, responsável pelo cálculo de diversas obras de Oscar Niemeyer da segunda metade da década de 1970 até a atualidade.[1][2]

BiografiaEditar

José Carlos Sussekind estudou engenharia na PUC-RJ, formando-se em engenharia estrutural, em 1969. Em 1970, graduou-se mestre em estruturas e fundações, também pela PUC-RJ.

Conheceu o arquiteto Oscar Niemeyer quando trabalhava como estagiário (no quinto ano do curso de engenharia) em um pequeno escritório de cálculo, responsável pelos projetos do arquiteto, posto que Joaquim Cardozo, anterior calculista, acabara de falecer. Como a construtora era pequena, não havia algum engenheiro para atender ao arquiteto e coube a Sussekind o contato com o mesmo. Niemeyer fez-lhe uma consulta sobre um projeto e o estagiário pediu um dia para apresentar a solução. A partir daí a relação amadureceu e cinco anos depois Sussekind tornou-se responsável pelo cálculo de todas as obras do arquiteto.[3]

Principais obras das quais participouEditar

Referências

  Este artigo sobre engenharia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.