Abrir menu principal

José Mehdi Faria ou José Mehdi Benfaria (Rio de Janeiro, 26 de abril de 1933 - Rabat, 8 de outubro de 2013) foi um futebolista e treinador de futebol brasileiro radicado no Marrocos. Seu trabalho mais conhecido foi na Seleção Marroquina de Futebol, entre 1983 e 1988.[1]

José Faria
Informações pessoais
Nome completo José Mehdi Faria
José Mehdi Benfaria
Data de nasc. 26 de abril de 1933
Local de nasc. Rio de Janeiro, RJ, Brasil
Nacionalidade Brasileiro e marroquino
Falecido em 8 de outubro de 2013 (80 anos)
Local da morte Rabat, Marrocos
Informações profissionais
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)


1960
Brasil Bonsucesso
Brasil Fluminense
Brasil Bangu
Times/Equipas que treinou
1968-1979
1979
1979-1982
1983–1988
1983–1988
1995–1997
Brasil Fluminense (cat. de base)
Flag of Qatar.svg Qatar Sub-19
Catar Al-Sadd
Marrocos FAR Rabat
Flag of Morocco.svg Marrocos
Marrocos Olympique Khouribga





CarreiraEditar

Como jogadorEditar

A carreira de Faria como atleta foi rápida, tendo durado até 1960. O então atacante defendeu Bonsucesso, Fluminense e Bangu, até encerrar sua carreira com apenas 27 anos.

Como técnicoEditar

Em 1968, Faria iniciaria sua trajetória como técnico, nas categorias de base do Fluminense, onde permaneceu até 1979. No mesmo ano, assumiu o comando da Seleção Qatariana Sub-19, e em seguida comandaria o Al-Sadd.

Mudou-se para o Marrocos em 1983, sendo contratado pelo FAR Rabat, e paralelamente treinaria a Seleção local, no lugar do compatriota Jaime Valente. Seu maior feito no comando dos "Leões do Atlas" foi levar o Marrocos às oitavas-de-final da Copa de 1986, tornando-o a primeira seleção africana a passar da primeira fase de um Mundial. Ao final de seu contrato, rejeitou uma proposta da Inter de Milão. Seu último clube foi o Olympique Khouribga, treinado por ele entre 1995 e 1997, ano de sua aposentadoria.[2]

Ainda na década de 1980, Faria converteu-se ao islamismo, incorporando "Mehdi" e "Ben" ao nome de batismo.

Homenagem e morteEditar

Em 5 de outubro de 2013, José Faria foi homenageado com uma partida entre ex-jogadores marroquinos e do Real Madrid, tendo inclusive recebido um abraço do ex-zagueiro e capitão da equipe espanhola, Fernando Hierro.

Três dias depois, em 8 de outubro, faleceria aos 78 anos em Rabat. A causa de seu falecimento não foi divulgada.[3]

Referências