Abrir menu principal
José Gonçalves da Costa, C.Ss.R.
Arcebispo da Igreja Católica
Arcebispo-emérito de Niterói
Atividade Eclesiástica
Congregação Congregação do Santíssimo Redentor
Diocese Arquidiocese de Niterói
Nomeação 19 de abril de 1979
Predecessor Dom Antônio de Almeida Moraes Júnior
Sucessor Dom Carlos Alberto Etchandy Gimeno Navarro
Mandato 1979 - 1990
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 18 de dezembro de 1938
Nomeação episcopal 25 de junho de 1962
Ordenação episcopal 19 de agosto de 1962
por Dom Jaime Cardeal de Barros Câmara
Lema episcopal AMORIS OFFICIUM PASCEREIN
Apascentar é uma tarefa de amor
Nomeado arcebispo 19 de agosto de 1975
Brasão arquiepiscopal
ArchbishopPallium PioM.svg
Dados pessoais
Nascimento Belo Horizonte
27 de abril de 1914
Morte Belo Horizonte
19 de junho de 2001 (87 anos)
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Amélia Martins Costa
Pai: João Gonçalves da Costa
Funções exercidas - Bispo Auxiliar de Rio de Janeiro (1962-1969)
-Bispo de Presidente Prudente (1969-1975)
-Arcebispo-coadjutor de Niterói (1975-1979)
dados em catholic-hierarchy.org
Arcebispos
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom José Gonçalves da Costa, CSSR (Belo Horizonte, 27 de abril de 1914Belo Horizonte, 19 de junho de 2001) foi um bispo católico brasileiro e Arcebispo Metropolitano de Niterói.

BiografiaEditar

Nasceu em Belo Horizonte, Minas Gerais, filho de João Gonçalves da Costa e Amélia Martins Costa. Cursou o Ensino Médio em Congonhas, no Seminário Menor dos Padres Redentoristas. Fez as faculdades de Filosofia e Teologia no Seminário Maior dos Redentoristas, na Holanda. Foi ordenado sacerdote no dia 18 de dezembro de 1938, na cidade de Tietê.

Foi Professor no seminário de Congonhas, Missionário Paroquial, tendo pregado missões em Minas Gerais e São Paulo. Superior das Missões, pároco e fundador da Paróquia São Sebastião de Coronel Fabriciano.[1] Foi construtor e diretor da Casa de Retiros São José, em Belo Horizonte, Ecônomo Provincial dos Redentoristas, Pároco no Rio de Janeiro da Paróquia de Santo Afonso.

Foi nomeado Superior Provincial, donde saiu escolhido para Bispo Auxiliar do Cardeal Dom Jaime Câmara, no Rio de Janeiro. Foi Secretário Geral da CNBB, de 1964 a 1968; Vigário Geral do Rio de Janeiro, Bispo Diocesano de Presidente Prudente, Arcebispo Metropolitano de Niterói, sucedendo a Dom Antônio de Almeida Moraes Júnior.

Tendo o Papa João Paulo II aceito sua renúncia, em 1990, foi substituído por Dom Carlos Alberto Etchandy Gimeno Navarro.

Referências

  1. Amir José de Melo (10 de agosto de 2018). «Um dia memorável para Coronel Fabriciano». Jornal Diário do Aço. Consultado em 13 de agosto de 2018. Cópia arquivada em 13 de agosto de 2018 

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.