José Joaquim Teixeira Lopes

José Joaquim Teixeira Lopes
Nascimento 24 de fevereiro de 1837
São Mamede de Ribatua
Morte 16 de março de 1918 (81 anos)
Vila Nova de Gaia
Alma mater Universidade do Porto
Ocupação escultor

José Joaquim Teixeira Lopes, ou Teixeira Lopes, Pai (Alijó, São Mamede de Ribatua, 24 de Fevereiro de 1837 - Vila Nova de Gaia, 16 de Março de 1918) foi um escultor e ceramista português.

Alto-relevo em bronze na capela baptismal da Sé do Porto, obra de Teixeira Lopes (pai).
Monumento a D. Pedro V, Largo da Batalha, Porto.
Monumento a D. Pedro V, Largo da Batalha, Porto: vista de costas.

BiografiaEditar

Foi pai de António Teixeira Lopes, também escultor, e de José Teixeira Lopes, arquitecto.

Estudou na Escola Industrial do Porto. Passou depois uma temporada curta em Paris e, ao retornar, dedicou-se intensamente à cerâmica. Na Fábrica de Cerâmica das Devesas, da qual foi co-fundador, sócio e principal artista, criou um curso de desenho e modelação, o qual eventualmente deu origem à Escola Industrial Passos Manuel, em Vila Nova de Gaia.

Entre as suas obras, destacam-se a estátua de Passos Manuel em Matosinhos; a estátua de D. Pedro V, na Praça da Batalha do Porto (1862) - o primeiro monumento público deste tipo na cidade; o relevo Baptismo de Cristo no baptistério da Sé do Porto; as chamadas Alminhas da Ponte - um relevo em bronze na Ribeira do Porto que recorda o desastre da Ponte das Barcas, ocorrido em 1809; diversas estátuas alegóricas; etc. José Joaquim Teixeira Lopes foi também pintor de azulejos. Atendendo à grande quantidade de artistas a quem ensinou ou que com ele privaram, Teixeira Lopes Pai foi uma das mais influentes figuras da Arte em Portugal, no período do Romantismo

Referências

BibliografiaEditar

  • DOMINGUES, Ana Margarida Portela - António Almeida da Costa e a Fábrica de Cerâmica das Devesas. Antecedentes, fundação e maturação de um complexo de artes industriais (1858-1888). Dissertação de Mestrado em História da Arte em Portugal, concluída em 2003 e apresentada à Faculdade de Letras da Universidade do Porto em 2004, 2 volumes (217+148 páginas). Sumário: http://queirozportela.com/sumariodevesas.doc
  • PORTELA, Ana Margarida / QUEIROZ, Francisco - A Fábrica das Devesas e o Património Industrial Cerâmico de Vila Nova de Gaia. Famalicão, 2008 (separata de "Arqueologia Industrial", 4ª Série, Vol. IV, n.º 1-2), 47 páginas.
  • DOMINGUES, Ana Margarida Portela - A Fábrica de Cerâmica das Devesas – percurso biográfico dos seus principais artistas. In Actas do "VII Colóquio Luso-Brasileiro de História da Arte - Artistas e Artífices e sua Mobilidade no mundo de expressão portuguesa" (Porto, Viana do Castelo, Barcelos e Póvoa de Varzim, 20 a 23 de Junho de 2005), p. 41-48 (URL: http://www.archive.org/download/ArtistasEArtificesEASuaMobilidade/ArtistasEArtficesColquio.pdf).
  • José Joaquim Teixeira Lopes (Universidade do Porto) [1]
  • http://www.queirozportela.com/ceramica.htm
  • http://www.queirozportela.com/devesas.htm

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar