Abrir menu principal
José Aranha
Swimming pictogram.svg Natação Swimming pictogram.svg
Nome completo José Roberto Diniz Aranha
Estilo nado livre
Nascimento 2 de fevereiro de 1951 (68 anos)
Barretos,  São Paulo
Nacionalidade brasileira
Compleição Peso: 82 kg Altura: 1,91 m
Medalhas
Jogos Pan-Americanos
Prata Cali 1971 100 metros livres
Bronze Cali 1971 4x100 metros livre
Bronze Cali 1971 4x100 metros medley
Bronze Cali 1971 4x200 metros livre
Universíada
Bronze Moscou 1973 4x200 metros livre

José Roberto Diniz Aranha (Barretos, 2 de fevereiro de 1951) é um ex-nadador brasileiro, que participou de duas edições dos Jogos Olímpicos pelo Brasil.[1]

Reside nos Estados Unidos desde 1992, onde trabalha como administrador de empresas.[2]

Trajetória esportivaEditar

Aos cinco anos, Aranha mudou para a cidade de São Paulo, e seus pais se tornaram sócios do Club Athletico Paulistano, onde gostava de brincar na piscina; aos nove anos começou a competir na categoria petiz e, no ano seguinte, bateu o recorde paulista e foi campeão infantil.[2] Aos 16 anos, com a extinção da equipe do Paulistano, foi para o Esporte Clube Pinheiros.[2]

Em 1968 foi campeão paulista e brasileiro dos 400 metros nado livre.[2] Entre 1968 e 1972, viveu e treinou nos Estados Unidos.[3]

Nos Jogos Pan-Americanos de 1967 em Winnipeg, nadou a prova dos 400 metros livre, não chegando à final. [4][5]

Nas Olimpíadas de 1968 na Cidade do México, nadou os 100 metros livre e os 4x100 metros medley, junto com José Sylvio Fiolo, João Costa Lima Neto e César Filardi, não chegando à final das provas.[1]

Nos Jogos Pan-Americanos de 1971 em Cali, ganhou medalha de prata nos 100 metros livre, e três medalhas de bronzes nos três revezamentos de que participou: 4x100 metros livre, 4x200 metros livre e 4x100 metros medley, batendo o recorde sul-americano em todos os revezamentos.[6][7][8][9]

Nas Olimpíadas de 1972 em Munique, terminou em quarto lugar no revezamento 4x100 metros livre, quebrando o recorde sul-americano em seis segundos e meio, junto com Ruy de Oliveira, Paulo Zanetti e Paulo Becskehazy; e quinto lugar nos 4×100 metros medley, melhorando em cinco segundos o recorde sul-americano), junto com Rômulo Arantes, José Sylvio Fiolo e Sérgio Waismann. Ele também nadou os 100 metros livre e os 4x200 metros livre, não chegando à final das provas. Nos 4x100 metros medley, Aranha pegou o revezamento em oitavo lugar e ultrapassou três países, terminando em quinto lugar. Nos 4x100 metros livre, ele entrou na piscina em sexto lugar e fechou em quarto, a meio segundo de ganhar o bronze. A despeito de seus grandes resultados em revezamentos, ele nunca foi recordista brasileiro dos 100 metros livre.[1][10]

Na Universíade de 1973 em Moscou, Aranha ganhou uma medalha de bronze nos 4x200 metros livre, junto com José Namorado, James Huxley Adams e Alfredo Machado.[11][12]

Participou do Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 1973 em Belgrado, o primeiro mundial de natação, onde ele terminou em quinto lugar no revezamento brasileiro dos 4x100 metros livre, junto com Ruy de Oliveira, José Namorado e James Huxley Adams. [13][14] Além disso, ele também nadou com o mesmo time o revezamento 4x200m livre, terminando em 11º lugar.[15]

Referências

  1. a b c «Perfil no Sports Reference». Sports Reference. 2015. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  2. a b c d Olimpianos - Atletas Olímpicos Brasileiros: JOSÉ ROBERTO DINIZ ARANHA Arquivado em 12 de abril de 2017, no Wayback Machine. Acessado em 20 de fevereiro de 2017
  3. «EXPECTATIVAS DE MEDALHAS OLÍMPICAS X REALIDADE». Best Swimming. 28 de maio de 2008. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  4. «Arquivo O GLOBO News - 31 de julho de 1967, Manhã, Esportes, página 9». O GLOBO. 2013. Consultado em 1 de setembro de 2013. Arquivado do original em 1 de setembro de 2013 
  5. «Arquivo O GLOBO News». O GLOBO. 2013. Consultado em 1 de setembro de 2013 
  6. «Medalhas do Brasil no Pan de 1971». UOL. 2007. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  7. «Arquivo O GLOBO News - 9 de agosto de 1971, Tarde, Geral, página 42». O GLOBO. 2013. Consultado em 29 de agosto de 2013. Arquivado do original em 29 de agosto de 2013 
  8. «Arquivo O GLOBO News - 10 de agosto de 1971, Manhã, Geral, página 24». O GLOBO. 2013. Consultado em 29 de agosto de 2013. Arquivado do original em 30 de agosto de 2013 
  9. «Arquivo O GLOBO News - 12 de agosto de 1971, Manhã, Geral, página 24». O GLOBO. 2013. Consultado em 29 de agosto de 2013. Arquivado do original em 29 de agosto de 2013 
  10. «EVOLUÇÃO DO RECORDE SUL-AMERICANO DOS 100 LIVRE MASCULINO». Best Swimming. 16 de fevereiro de 2008. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  11. «HISTÓRIA DAS MEDALHAS DO BRASIL NAS UNIVERSÍADES». Best Swimming. 13 de agosto de 2007. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  12. «Arquivo O GLOBO News - 7 de setembro de 1973, Manhã, Geral, página 33». O GLOBO. 2013. Consultado em 1 de setembro de 2013 
  13. «Resultados no Mundial de Belgrado 1973» (PDF). USA Swimming. 2015. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  14. «FINAIS DO BRASIL EM CAMPEONATOS MUNDIAIS». Best Swimming. 22 de abril de 2005. Consultado em 1 de agosto de 2015 
  15. «Arquivo O GLOBO News - 7 de setembro de 1973, Manhã, Geral, página 33». O GLOBO. 2013. Consultado em 29 de agosto de 2013