José Roberto Wright

futebolista brasileiro
José Roberto Wright
Nascimento 7 de setembro de 1944 (76 anos)
Rio de Janeiro
Cidadania Brasil
Ocupação futebolista, jornalista, árbitro de futebol

José Roberto Ramiz Wright (Rio de Janeiro, 7 de setembro de 1944) é um comentarista de arbitragem e ex-árbitro de futebol brasileiro. Foi árbitro em quatro partidas da Copa do Mundo de Futebol de 1990, que se foi sediada na Itália.

Foi considerado pela Federação Internacional de Historia e Estatística de Futebol (IFFHS) como melhor árbitro da Copa do Mundo de Futebol de 1990, e no mesmo ano foi considerado como Melhor árbitro do mundo [1]. Além disso, apitou a final de Copa Libertadores de América do ano de 1991 quando o Colo Colo se consagrou campeão.

Wright foi questionado em entrevista ao programa Esporte Espetacular para qual time torcia e não titubeou em se declarar torcedor do Fluminense.

De maio de 1998 até 2011 foi comentarista de Rede Globo. Em abril de 2012, José Roberto Wright deixou a Rede Globo por ser responsável de ter recebido denuncias por parte da Confederação Brasileira de Futebol. Atualmente é colunista do diário Lance!

CarreiraEditar

Foi considerado pela Federação Internacional de História e Estatísticas do Futebol (IFFHS) o melhor árbitro da Copa do Mundo de 1990[2][3][4] e no mesmo ano, o melhor árbitro do mundo.[5] Em 2010, a IFFHS também o apontou como o melhor árbitro brasileiro e 23º melhor do mundo de todos os tempos.[6] Apitou 2 finais da Copa Libertadores da América e 8 finais do Campeonato Brasileiro de Futebol.[7][4]

Apitou as decisões do Campeonato Brasileiro de 1976, 1978, 1981, 1982 (primeira e segunda partida), 1991 e 1992; dos Campeonato Carioca de 1978, 1979, 1982, 1984, 1985 e 1993 (primeira partida) e das Copa Libertadores de 1986 e 1991.

Wright é lembrado pelos torcedores do Atlético Mineiro pela histórica partida da Liberadores de 1981, quando ele encerrou prematuramente uma partida entre Atlético e Flamengo. Wright expulsou cinco jogadores do Galo, o que fez a partida terminar antes e eliminou os alvinegros da competição. O jornal inglês The Guardian reviveu a partida e chamou o clássico pela competição continental de "farsa" [8]. Em entrevista no quadro "Senhor Juiz", do programa Esporte Espetacular, Wright declarou que mesmo se na época existisse árbitro de vídeo faria exatamente a mesma coisa: "Se eu não tivesse avisado os jogadores antes que a próxima seria vermelho, diria que um amarelo poderia até segurar. Mas pelo clima do jogo não tinha mais como, os jogadores não estavam respeitando mais" [9][10].

José Roberto Wright foi o árbitro da partida final do Campeonato Carioca de 1985, entre Fluminense e Bangu, que terminou em grande confusão devido à alegação dos banguenses de que houvera um pênalti não marcado já nos acréscimos do segundo tempo de jogo. O resultado final deu o tricampeonato ao Fluminense. Em entrevista dada à época, José Roberto Wright se defendeu dizendo que não viu o lance pois estava longe e de costas, e que já iria apitar o final da partida. Por conta do ocorrido, o bicheiro Castor de Andrade e seus seguranças invadiram o gramado na tentativa de agredir José Roberto Wright.[11][12][13]

Atualmente é colunista do jornal Lance!,[14] e desde maio de 1998 foi comentarista da Rede Globo, ficando até 2011[15]

Em abril de 2012, José Roberto Wright deixou a Rede Globo para ser ouvidor da entidade e responsável por receber reclamações na CBF.[16]

Referências

  1. «Copa 2014 - Brasil - Notícias - José Roberto Wright critica demolições para estacionamento no Maracanã». web.archive.org. 15 de julho de 2010. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  2. Paula Martini (15 de abril de 2010). «Melhor juiz na Copa de 90, Wright considera arbitragem na África razoável». SRZD. Consultado em 5 de setembro de 2011 
  3. «José Roberto Wright critica demolições para estacionamento no Maracanã». Portal 2014. 12 de maio de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2011. Arquivado do original em 15 de julho de 2010 
  4. a b «Wright: Simon acha que está acima do bem e do mal». Clic RBS. 9 de novembro de 2009. Consultado em 5 de setembro de 2011 
  5. «The World's best Referee 1990» (em inglês). IFFHS. Consultado em 5 de setembro de 2011 
  6. «Árbitro da Copa de 2002 é eleito o melhor da história». R7. 18 de janeiro de 2010. Consultado em 5 de setembro de 2011 
  7. «in360 - Apae realiza torneio de futebol society, na segunda (25), em Búzios». in360.globo.com. 2011. Consultado em 3 de setembro de 2011. t 
  8. «Maior roubo da história do futebol? Principal jornal da Inglaterra lembra Atlético-MG x Flamengo de 1981 | Goal.com». www.goal.com. Consultado em 28 de junho de 2020 
  9. «Wright diz que nem com VAR mudaria expulsões em Atlético-MG x Flamengo». www.uol.com.br. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  10. «"Um amarelo poderia até segurar", diz Wright sobre a expulsão de Reinaldo em 1981». Sportv. Consultado em 18 de agosto de 2020 
  11. «O Carioca de 1985 (Tricampeonato)». Flumania.com.br. Consultado em 6 de setembro de 2011 
  12. «Final para se recordar: Campeonato Carioca 1985». Blog Fluminense Incomparável. Março de 2011. Consultado em 6 de setembro de 2011 
  13. «Fluminense 2x1 Bangu – Final Campeonato Carioca 1985». Liga Futebol. Consultado em 6 de setembro de 2011 
  14. "Previsão racional", José Roberto Wright, Lance!, 18/3/2008, pág. 32
  15. Yahooo!!. «José Roberto Wright não é mais comentarista de arbitragem da Globo». Consultado em 26 de janeiro de 2012 
  16. «Olha só! José Roberto Wright deixa Globo e ganha cargo na CBF». Futebol Interior. Consultado em 2 de abril de 2012 

Ligações externasEditar