Abrir menu principal

D.José de Melo, filho do Marquês de Ferreira, foi nomeado Arcebispo de Évora em 1611 (antes tinha sido Bispo de Miranda. Em Évora ordenou a reimpressão das Constituições do Arcebispado e mandou fazer grandes obras na , no Paço Arquiepiscopal e na Quinta da Mitra, em Valverde. Entrou ainda em conflito com os Jesuítas, devido a privilégios e direitos.

Precedido por
D.Diogo de Sousa
Brasão episcopal
Bispo de Miranda

1610 - 1611
Sucedido por
D.Jerónimo Teixeira Cabral
Precedido por
D.Diogo de Sousa
Brasão arquiepiscopal
Arcebispo de Évora

1611 - 1633
Sucedido por
D.João Coutinho
Ícone de esboço Este artigo sobre religião é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.