Abrir menu principal
Jout Jout
Jout Jout em palestra
Nome completo Julia Tolezano da Veiga Faria
Nascimento 14 de março de 1991 (28 anos)
Niterói, RJ
Nacionalidade brasileira
Ocupação vlogueira, escritora e jornalista
Servidor(es) YouTube
Género Vlog
Anos ativos 2014-presente
Inscritos + 2,2 milhões
Visualizações + 275 milhões
Website Jout Jout no YouTube
YouTube Silver Play Button 2.svg
100 mil
inscritos: 2015
YouTube Gold Play Button 2.svg
1 milhão
de inscritos: 2016

Julia Tolezano (Niterói, 14 de março de 1991), conhecida pelo apelido de Jout Jout, é uma vlogueira, escritora e jornalista brasileira. Julia é conhecida pelo seu canal no YouTube, JoutJout Prazer, que atualmente possui mais de dois milhões de inscritos. Em 2016 publicou seu primeiro livro, Tá Todo Mundo Mal, pela editora Companhia das Letras, que se tornou um dos mais vendidos do país.[1][2]

Biografia e CarreiraEditar

Julia Tolezano nasceu em Niterói, no Rio de Janeiro em 14 de março de 1991, onde se formou em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-RJ).[3] Jout Jout começou a gravar vídeos para o YouTube em 2014 com a intenção de perder o medo das críticas,[4] e em 2015 estourou com o vídeo 'Não tira o batom vermelho", onde aborda sobre relações abusivas e questões feministas.[5] No mesmo ano, Julia e outros YouTubers participaram de uma campanha da marca de telefonia Vivo,[6] e após as polêmicas com a operadora sobre limite de internet[7] e cobrança dos fãs, Julia lançou um vídeo em seu canal explicando não fazer parte da decisão da Vivo.

Em 2016 lançou seu primeiro livro intitulado "Tá Todo Mundo Mal", participou da Bienal do Livro[8] e foi uma das estrelas da campanha publicitária promovida pelo Youtube Novos Tempos, Novos Ídolos,[9] no mesmo ano mudou-se para São Paulo.[10] Júlia se declara abertamente feminista.[11]

Em 2018, Júlia lançou um novo vídeo que se tornou viral, a leitura na íntegra do livro "A parte que falta" de Shel Silverstein acumulou mais de 2 milhões de visualizações em três dias, disparando o número de inscritos no canal e tornando-se o vídeo mais assistido da YouTuber. O livro lido por Jout Jout também disparou nas livrarias do Brasil, tornando-o o livro mais vendido durante vários dias[12], tal feito foi analisado por psicólogos no Brasil[13], e reforça o poder dos digital influencers no Brasil[14].

Com a fama, Jout Jout já foi entrevistada por vários apresentadores, tais como Jô Soares,[15] Pedro Bial[16] e Serginho Groisman,[17] além de ter aparecido na retrospectiva 2016 do Youtube.[18]

MúsicaEditar

Ano Título Nota
2015 Funk do Cajado Especial de 1 ano do canal, baseado no vídeo "Jout Jout Rural"
Funk do Biscoito Lançamento da música no Spotify junto com o Funk do Cajado
Funk das Entradas Música de Ano Novo
2016 Funk do Zodíaco

Prêmios & IndicaçõesEditar

Ano Prêmio Categoria Resultado Ref.
2016 Meus Prêmios Nick Youtuber Feminina Favorita Indicado [19]
Grande Prêmio Risadaria de Humor Melhor Vlog Cômico Indicado [20]
2017 Prêmio Geração Glamour Geração Glamour Venceu [21]

Referências

  1. «Jout Jout lança livro sobre crises; conheça 'Tá todo mundo Mal'». Livraria da Folha. Folha de S. Paulo. 5 de abril de 2016. Consultado em 2 de abril de 2017 
  2. «Fenômeno do YouTube, Jout Jout entra em lista dos mais vendidos». O Tempo. 5 de junho de 2016. Consultado em 11 de outubro de 2017 
  3. «Youtuber Jout Jout conta que ela e o feminismo se encaixam perfeitamente». Letícia Mendes. G1. 22 de Junho de 2015. Consultado em 2 de abril de 2017 
  4. «Jout Jout, a youtuber e ex-tímida que virou cronista de uma geração». LIKA RODROL E NINA FINCO. Época. 10 de Agosto de 2016. Consultado em 2 de abril de 2017 
  5. «Jout Jout, o prazer é nosso». Ana Luisa Abdalla. Revista Trip. 12 de Março de 2015. Consultado em 2 de Abril de 2017 
  6. «Youtubers estreiam comercial da Vivo». PropMark. PropMark. 26 de Novembro de 2015. Consultado em 3 de Abril de 2017 
  7. «Limite de internet fixa da Vivo também será aplicado à fibra óptica». Paula Zogbi. InfoMoney. 12 de Abril de 2016. Consultado em 3 de Abril de 2017 
  8. «Jout Jout, Kéfera e outros youtubers são convidados da Bienal do Livro 2016». Estadão Conteúdo. Zero Hora. 6 de Junho de 2016. Consultado em 2 de Abril de 2017 
  9. «YouTube lança campanha "Novos tempos, novos ídolos"». Dia Estúdio. Dia Estúdio. 18 de Maio de 2016. Consultado em 3 de Abril de 2017. Arquivado do original em 4 de abril de 2017 
  10. «Passei um dia inteiro com a JoutJout e foi isso que eu aprendi». BuzzFeed. BuzzFeed. 22 de Junho de 2016. Consultado em 2 de Abril de 2017 
  11. «Youtuber Jout Jout conta que ela e o feminismo se encaixam perfeitamente». Letícia Mendes. G1. 22 de Junho de 2015. Consultado em 3 de Abril de 2017 
  12. «Jout Jout faz o livro infantil 'A parte que falta' ficar em primeiro entre os mais vendidos no Brasil». G1 
  13. «Psicóloga analisa vídeo viral da youtuber Jout Jout» 
  14. PublishNews. «O poder de JoutJout | PublishNews». PublishNews. Consultado em 14 de junho de 2018 
  15. «Vlogueira Jout Jout diz ter ficado 'desconfortável' em entrevista com Jô Soares». Redação. Veja. 16 de Novembro de 2015. Consultado em 2 de abril de 2017 
  16. «Programa com Bial entrevista Jout Jout». Natalia Marinho. Hora Brasil. 6 de Novembro de 2016. Consultado em 2 de abril de 2017 
  17. «Serginho recebe Jout Jout, Lais Souza, Minotauro e muito mais». Rede Globo. GShow. 11 de Junho de 2016. Consultado em 2 de abril de 2017 
  18. «YouTube Rewind 2016: retrospectiva conta com JoutJout e Porta dos Fundos». Rafael Farinaccio. Tecmundo. 7 de Dezembro de 2016. Consultado em 2 de abril de 2017 
  19. «Youtubers tomam conta da 17ª edição de Meus Prêmios Nick». O fuxico. 4 de agosto de 2016 .
  20. «Grande Prêmio Risadaria Smiles do Humor Brasileiro acontece nesta quinta em SP». Metro Jornal. 4 de agosto de 2016 .
  21. «Descubra quem foram os vencedores do Prêmio Geração Glamour». Vogue. 3 de outubro de 2017 .