Abrir menu principal
Jovens Tardes
Informação geral
Formato Programa de auditório
Gênero Musical
Duração 90 minutos
Criador(es) Marlene Mattos
País de origem  Brasil
Idioma original (português brasileiro)
Produção
Diretor(es) Marlene Mattos
Apresentador(es) Wanessa Camargo
KLB
Pedro & Thiago
Fael Mondego
Luiza Possi
Carolina Magalhães
Marcelo França
Tema de abertura "The Rise and Fall of Flingel Blunt", The Shadows
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Globo
Formato de exibição 480i (SDTV)
Transmissão original 27 de outubro de 200218 de janeiro de 2004
N.º de temporadas 3

Jovens Tardes foi um programa de televisão brasileiro produzido e exibido pela Rede Globo entre 27 de outubro de 2002 e 04 de janeiro de 2004, tendo direção de Marlene Mattos. Originalmente estreou como um especial de final de ano, porém com a boa recepção do público se tornou um programa fixo na grade da emissora em 2003, sendo exibido semanalmente aos domingos.[1] Era apresentado pelo grupo KLB, a dupla Pedro & Thiago e os cantores Wanessa Camargo, Luiza Possi e Fael Mondego. Em outubro de 2003, o KLB deixou a apresentação, sendo substituídos pelos modelos Carolina Magalhães e Marcelo França.

Foi reapresentado no Canal Viva a partir de 21 de junho de 2015 até o final daquele ano.[2]

Índice

O programaEditar

O programa era focado em um gênero musical diferente a cada semana como rock, sertanejo, bossa nova, samba e MPB, além de temáticas especiais como clássicos do cinema, década de 1980 e temas de novelas.[3] Os apresentadores interpretaram músicas que se relacionavam com os temas e recebiam convidados especiais para cantar no palco, além de ter depoimentos e entrevistas de artistas que marcaram o enunciado.[4]

ProduçãoEditar

Em setembro de 2002 a diretora Marlene Mattos elaborou um projeto de um especial musical de final de ano sobre a Jovem Guarda, intitulado Jovens Tardes, o qual seria apresentado inicialmente em duas partes.[1] Foi o primeiro programa da diretora após o fim da parceria de quase duas décadas com a apresentadora Xuxa.[5] O especial foi ao ar a partir de 27 de outubro, trazendo a apresentação do grupo KLB, da dupla Pedro e Thiago e dos cantores Wanessa Camargo e Fael Mondego, no qual eles interpretando as canções da época e recebiam convidados da Jovem Guarda, sendo dividido em cinco finais de semana.[1] Em março de 2003, devido a boa recepção do especial de final de ano, o Jovens Tardes se torna um programa fixo na grade da emissora, sendo apresentado semanalmente aos domingos a tarde com os mesmos apresentadores, além da inclusão de Luiza Possi, sendo que cada programa passou a ser focado em um tema diferente, trazendo convidados especiais para interpretá-las.[4]

Entre os momentos ilustres, o programa recebeu as cantoras Emilinha Borba e Marlene, que mantinham uma rivalidade pública desde a década de 1950 e cantaram juntas encerrando este ciclo, além da entrevista com Celly Campelo, intérprete dos sucessos "Banho De Lua" e "Estúpido Cupido", sua última aparição antes de falecer.[6] Durante alguns eventuais compromissos de shows dos apresentadores titulares, outros nomes substituíram durante uma edição – o cantor Mario Veloso e o ator Jonathan Haagensen no especial de música brega e a modelo Daniella Sarahyba na edição de música sertaneja.[7] Em outubro de 2003 os integrantes do KLB deixaram o comando, alegando exaustão por terem uma agenda muito grande de shows, sendo substituídos pelos modelos Marcelo França e Carolina Magalhães.[8][9] Em 11 de janeiro de 2004 o programa, que não chegou a ser exibido, chega ao fim com a saída de Marlene Mattos da Rede Globo após diversas divergências com os diretores da emissora, culminando no encerramento do dominical, uma vez que ela era criadora original e não permitiu a continuação sem sua supervisão.[6] A diretora chegou a oferecer um programa nos mesmos moldes apenas para Wanessa na Band, o qual foi recusado por ela.[6] A mãe de Wanessa, Zilu Godoy, temia que Marlene Mattos explorasse a filha tal qual aconteceu com XUXA, que se separou da empresária devido seus mandos e desmandos.

Não houve um programa de despedida. Acredita-se que havia quatro programas gravados antes de o "Jovens Tardes" ser encerrado. A Rede Globo não os exibiu.

Marlene Mattos saiu da Rede Globo e assumiu a direção artística da BAND na mesma semana, mas não durou seis meses, uma vez que na concorrente não conseguiu subir a audiência da emissora, conforme uma das cláusulas do seu contrato.

ControvérsiasEditar

Durante as gravações no especial em 2002 Wanessa Camargo e Leandro Scornavacca, do KLB – que eram ex-namorados – se desentenderam nos bastidores. Em 2003 Junior Lima recusou o convite para interpretar músicas do filme Grease ao lado de Wanessa, uma vez que Sandy, sua irmã e que na época ainda fazia dupla com ele, não foi igualmente convidada.[10] Inezita Barroso recusou o convite para cantar no especial sobre música sertaneja devido a seu posicionamento contra os artistas do gênero naquela época, tidos por elas como uma fraude por fugirem da profundidade dos temas do campo ao apostarem em músicas sobre bebida e festa.

Segundo as fofocas da época, o grupo KLB deixou o programa porque o pai dos integrantes, também empresário do trio, não concordava com os "métodos" da diretora Marlene Mattos, que costumava gritar com todo mundo, como se fosse uma general no comando de um quartel. Além disso, a criadora do programa queria os apresentadores do programa à sua disposição.

Dos integrantes originais, somente Wanessa Camargo e a dupla Pedro & Thiago resistiram até o final.

ApresentaçãoEditar

Apresentadores Temporadas
Wanessa Camargo
Pedro & Thiago
Fael Mondego
KLB
Luiza Possi
Carolina Magalhães
Marcelo França

Trilha sonoraEditar

 Ver artigo principal: Jovens Tardes: Trilha Sonora

Referências

  1. a b c «Jovens Tardes estréia com homenagem a Jovem Guarda». Terra. 24 de outubro de 2002. Consultado em 2 de abril de 2016 
  2. «Jovens Tardes no Viva». Globo. Consultado em 23 de junho de 2017 
  3. «"Jovens Tardes" pode emplacar na grade global». Estadão. Consultado em 22 de junho de 2017 
  4. a b «Luiza Possi comandará "Jovens Tardes"». Diário de Cuiabá. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  5. «"Não quero brigar com bispo", diz Marlene Mattos». Folha Ilustrada. 16 de janeiro de 2004. Consultado em 2 de abril de 2016 
  6. a b c «Marlene Mattos não leva Wanessa para Band». UOL. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  7. «Luiza Possi, Mário Veloso e Jonathan Haagensen substituem KLB no Jovens Tardes». Babado Ig. 25 de fevereiro de 2003. Consultado em 2 de abril de 2016 
  8. «Wanessa Camargo & Cia gravam "Jovens Tardes"». Terra. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  9. «Novos apresentadores do Jovens Tardes prometem não decepcionar». IG. Consultado em 13 de janeiro de 2012 
  10. «Junior espera liberação para gravar Jovens Tardes». Terra. Consultado em 13 de janeiro de 2012 

Ligações externasEditar