Juarez Corrêa

Juarez Corrêa (São Paulo, 1 de junho de 1954São Bernardo do Campo, 22 de junho de 2022) foi um cartunista brasileiro.[1][2]

Juarez Corrêa
Nascimento 1 de junho de 1954
São Paulo
Morte 22 de junho de 2022 (68 anos)
São Bernardo do Campo
Residência São Bernardo do Campo
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Dinah Martins Corrêa
Pai: Alfredo Corrêa da Silva
Cônjuge Luciana Moulin do Nascimento
Filho(a)(s) Juliana Dinah e Giovana
Ocupação cartunista, chargista, ilustrador

Começou aos 15 anos, na extinta Folha de São Bernardo e logo foi deixando sua marcante característica na TV Tupi com ilustrações para os programas da emissora. No jornal extinto Notícias Populares estreou com o personagem Esquininha em parceria com Guto Franco, em tiras.[1] No Diário do Grande ABC ilustrou o suplemento infantil, Diarinho e conquistou espaço cativo nas páginas de esportes, polícia, política e cidades.

Trabalhou também na Gazeta Esportiva e no site Olé.

Seus personagens ganham ruas e arquibancadas com os símbolos do Esporte Clube Santo André, o Ramalhão e o Tigre, mascote do São Bernardo Futebol Clube.[2] Atualmente, Juarez era chargista do jornal ABC Repórter e ilustrador da Secretaria de Comunicação da Prefeitura Municipal de São Bernardo do Campo.

Obras publicadasEditar

ReferênciasEditar

  1. a b «Decreto Legislativo 1105 2009 de São Bernardo do Campo SP». leismunicipais.com.br. Consultado em 24 de junho de 2022 
  2. a b «Morre Juarez Corrêa, ex-ilustrador do Diário, aos 68 anos». Diário do Grande ABC. Consultado em 24 de junho de 2022