Abrir menu principal

Julio Lozano Díaz

Julio Lozano Díaz
40.º Presidente de Honduras
Período 5 de dezembro de 1954
a 21 de outubro de 1956
Antecessor Juan Manuel Galvez
Sucessor Junta militar de Honduras (1956-1957)
Dados pessoais
Nascimento 27 de março de 1885
Tegucigalpa, Departamento de Francisco Morazán, Honduras
Morte 20 de agosto de 1957 (72 anos)
Miami,  Estados Unidos
Cônjuge Laura Vigil de Lozano
Partido Partido Nacional de Honduras

Julio Lozano Díaz (Tegucigalpa, 27 de março de 1885 - Miami, 20 de agosto de 1957) foi um político Honduras que atuou como presidente de Honduras por dois anos (1954-1956), sequência da renúncia do presidente Juan Manuel Gálvez. Durante seu governo, estendeu o direito de voto às mulheres e introduziu a Carta Fundamental de Garantias do Trabalho em 1955. Derrubado por uma junta militar, Lozano Díaz foi enviado para o exílio em Miami, onde morreu em 1957.[1]

Referências

  1. La Tribuna.hn (2011). La Tribuna de Honduras, ed. «La fraudulenta consulta de Lozano Diaz». Consultado em 31 de dezembro de 2011. Arquivado do original em 11 de novembro de 2014 
Cargos políticos
Precedido por
Juan Manuel Gálvez
Supremo Chefe de Estado
Presidente de Honduras
1954–1956
Sucedido por
Junta militar de Honduras (1956-1957)