Junkers Jumo 004

O Junkers Jumo 004 foi o primeiro motor a jato produzido em massa e usado operacionalmente na história.[2] Um produto do engenho aeronáutico e tecnológico da Alemanha Nazi durante a Segunda Guerra Mundial, este motor da Junkers alimentou o primeiro avião de caça da jato operacional, o Messerschmitt Me 262,[2] e a primeira aeronave de bombardeamento e reconhecimento aéreo a jato, o Arado Ar 234 Blitz.[2] Uma outra aeronave que poderia ter, de alguma forma, alterado o curso da guerra aérea, seria a revolucionária asa voadora Horten Ho 229, que também usaria este motor. Até Maio de 1945, mais de 5000 unidades haviam sido produzidas.[3]

Jumo 004
Um Jumo 004 em exposição no Museu Nacional da Força Aérea dos Estados Unidos
Informações básicas
Tipo Turbojato
Fabricante Junkers
Origem  Alemanha
Projetado por Anselm Franz e equipe
Primeiro teste 1940 (81 anos)
Maiores aplicações
Estado Fora de produção
Quantidade
produzida
~5000-8000[1]
Especificações (Jumo 004B)
Comprimento 3,86 m (12,7 ft)
Diâmetro (motor) 0,81 m (2,66 ft)
Peso 719 kg (1 590 lb)
Compressor Axial 8 estágios
Empuxo 898 kgf (8 810 N) @8700 rpm
Combustão 6 tipo-can
Relação potência / peso 1.25 (12.2 N/kg)
Consumo 1.39 N/(N·hr)
Notas
Turbina: Estágio simples

Depois da guerra, variantes deste motor seriam produzidas na Europa de Leste.

Referências

  1. Christopher, John. The Race for Hitler's X-Planes (The Mill, Gloucestershire: History Press, 2013), pp.69-70.
  2. a b c «Junkers Jumo 004 Turbojet». www.aviation-history.com. Consultado em 1 de maio de 2016 
  3. «Junkers Jumo 004 Turbojet > National Museum of the US Air Force™ > Display». www.nationalmuseum.af.mil. Consultado em 1 de maio de 2016