Abrir menu principal

Os prêmios Juno são concedidos anualmente pela Academia Canadense de Artes e Ciências Fonográficas (Canadian Academy of Recording Arts and Sciences) para honrar a excelência de cantores e músicos canadenses. O prêmio é transmitido ao vivo na televisão desde 1970 e é usado como medidor de popularidade dos artistas assim como os Grammys nos Estados Unidos. Dentre os ganhadores do prêmio de artista do ano estão Coeur de pirate (2009), Nelly Furtado (2007), Michael Bublé (2006), Avril Lavigne (2005), Shania Twain (2003), Diana Krall (2002), Neil Young (1995, 2001), Bryan Adams (1983–87, 1997, 2000), Céline Dion (1991–94, 1997, 1999) e Alanis Morissette (1996). Há também um prêmio dedicado aos melhores artistas estrangeiros que é dominado por britânicos e norte-americanos.

HistóriaEditar

O Juno Awards recebeu o nome em homenagem a Pierre Juneau, o primeiro presidente da Comissão Canadense de Radiotransmissão e Telecomunicações (CRTC) e ex-presidente da Canadian Broadcasting Corporation (CBC).[1]

Em 1964, a revista RPM começou a pesquisar seus leitores para determinar quais artistas e grupos eles consideravam os melhores do Canadá.[2][3] RPM anunciou os resultados dessas pesquisas em dezembro.[4]

Referências

  1. Bliss, Karen (22 de março de 2012). «Pierre Juneau, Champion of Canadian Music Talent, Juno Awards Namesake, Dead at 89». Billboard Magazine. Consultado em 15 de março de 2012 
  2. The Juno awards : tenth anniversary special issue. RPM Publications. [S.l.: s.n.] 1980. pp. 9–10  "End of Year Awards" were mentioned in 7 December 1964 issue of RPM.
  3. Melhuish, Martin (23 de abril de 1977). Juno 1977. Billboard. [S.l.]: Nielsen Business Media, Inc. pp. 76–. ISSN 0006-2510 
  4. Green, Richard. «The RPM Story». Library and Archives Canada. Consultado em 27 de julho de 2007. Cópia arquivada em 12 de julho de 2012 
  Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.