Abrir menu principal
Disambig grey.svg Nota: Se procura pelo filho, veja Jutahy Júnior.
Jutahy Magalhães
Vereador de Itaparica
Período 1959-1963
Deputado estadual pela Bahia
Período 1963-1967
14°Presidente da Assembleia Legislativa da Bahia
Período 1965-1967
Antecessor Orlando Spínola
Sucessor Sacramento Neto
Vice-governador pela Bahia
Período 15 de março de 1967
até 15 de março de 1971
Governador Luís Viana Filho
Antecessor Orlando Moscoso
Sucessor Menandro Minahim
Deputado federal pela Bahia
Período 1975-1979
Senador pela Bahia
Período 1979-1995
Antecessor Heitor Dias
Sucessor Waldeck Ornelas
Dados pessoais
Nome completo Jutahy Borges Magalhães
Nascimento 6 de agosto de 1929
Rio de Janeiro, DF
Morte 31 de janeiro de 2000 (70 anos)
Salvador, BA
Nacionalidade brasileiro
Progenitores Mãe: Lavínia Borges Magalhães
Pai: Juracy Magalhães
Cônjuge Mercedes Carvalho Brito Magalhães
Filhos Jutahy Júnior
Partido UDN, ARENA, PMDB
linkWP:PPO#Brasil

Jutahy Borges Magalhães[1] (Rio de Janeiro, 6 de agosto de 1929Salvador, 31 de janeiro de 2000) foi um político brasileiro.

Ascendência políticaEditar

Filho do político Juracy Magalhães, desde cedo sofreu influência paterna e ingressou na UDN, partido do qual o pai foi um dos próceres e fundadores. Eleito vereador em Salvador em 1958 e deputado estadual em 1962, foi ungido vice-governador da Bahia na passagem de Luís Viana Filho pelo cargo (1967-1971) quando já integrava os quadros da ARENA. Reeleito deputado estadual em 1970 e eleito deputado federal em 1974. No ano de 1978 foi indicado para a vaga de senador biônico reservada ao seu estado tendo migrado para as hostes do PDS com a reforma partidária empreendida com o fim do bipartidarismo. Encerrado o ciclo de governos militares com a eleição de Tancredo Neves para Presidente da República em 1985, Magalhães ingressou no PMDB e foi reeleito senador em 1986 num pleito marcado pela vitória de Waldir Pires ao governo. Tal fato, porém, não o impediu de mudar sua filiação partidária para o PSDB alguns anos mais tarde.

Funcionário público lotado no Instituto de Assistência e Previdência do Servidor do Estado da Bahia (IAPSEB), foi inspetor-geral do Instituto de Previdência e Assistência aos Servidores do Estado (IPASE) para a Bahia, Sergipe e Espírito Santo. Tempos depois residiu no exterior e foi aluno da Universidade de Washington onde cursou Administração Pública e Comercial.

Seu filho, Jutahy Magalhães Júnior, mantém atividade política há mais de trinta anos sendo eleito deputado federal por sete vezes, Ministro do Bem-Estar Social (1992-1993) e candidato a governador da Bahia em 1994.

Referências

  1. Pela grafia arcaica, Jutahy Borges Magalhães. Segundo a onomástica, os nomes de pessoas falecidas devem ser referenciados conforme a regra ortográfica em vigor.

Ligações externasEditar