Abrir menu principal

Juvenal Amarijo

futebolista brasileiro

Juvenal Amaso Amarijo (Santa Vitória do Palmar, 27 de novembro de 1923Salvador, 30 de outubro de 2009[3]) foi um ex-futebolista brasileiro. Foi vice-campeão da Copa do Mundo de 1950 pela Seleção Brasileira.

Juvenal
Informações pessoais
Nome completo Juvenal Amaso Amarijo
Data de nasc. 27 de novembro de 1923
Local de nasc. Santa Vitória do Palmar (RS), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Falecido em 30 de outubro de 2009 (85 anos)
Local da morte Salvador (BA), Brasil
Apelido Juva[1]
Informações profissionais
Posição Zagueiro
Clubes de juventude
1943
1944
EC Vitoriense
Farroupilha
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
1945–1947
1947–1949
1949–1951
1951–1954
1954–1958
1958–1960
Brasil de Pelotas
Cruzeiro-RS
Flamengo
Palmeiras
Bahia
Ypiranga-BA
00000 0000(0)
00000 0000(0)
00076 0000(1)[1]
00145 0000(2)[1]
00000 0000(0)
00000 0000(0)
Seleção nacional
1950 Brasil 00010 0000(0)[2]

AposentadoriaEditar

O ex-zagueiro estava vivendo em condições precárias, numa pequena casa em Jauá, orla de Camaçari. Sem nenhum conforto, vivendo solitariamente, em estado de abandono, ele vinha sobrevivendo graças à ajuda de alguns parentes e vizinhos. Estava sem andar por causa de artrose nos joelhos e no quadril e sua única companhia era o seu rádio, o qual mantinha-o informado à moda antiga.

Após repercussão nacional, com matérias mostradas no programa Esporte Espetacular da Rede Globo, "JUVA DA COPA" (como ficou conhecido) começou a ser ajudado. Ganhou televisão e cama nova dos amigos, foi levado para receber atendimento médico em Salvador, onde foi operado e, após passar quatro meses no Hospital das Clínicas, entre recuperação e fisioterapia, finalmente retornou para casa. Apesar de ainda não ter recuperado totalmente sua locomoção, ele está muito feliz pela melhora na saúde e pela casa nova que ganhou, graças à ajuda da Prefeitura de Camaçari e do seu antigo clube, o Esporte Clube Bahia.

Ao entrar em sua nova residência, ficou feliz e muito emocionado dizendo: "Gostei muito, melhor do que essa, só essa mesmo. Não tem outra melhor!" E realmente não tem comparação com a antiga moradia que, segundo ele, "era um barraco". A ajuda e a atenção fizeram tão bem que ele já fala em assistir à próxima Copa do Mundo no Brasil, em 2014. Mesmo sem a saúde perfeita e ainda pobre, seu semblante é muito mais feliz e esperançoso, o suficiente para viver o restante de sua terceira idade com o mínimo de dignidade.[3]

TítulosEditar

Referências

  1. a b c «Juvenal... Ex-zagueiro do Flamengo, Palmeiras e Bahia». Consultado em 3 de outubro de 2018 
  2. «Todos os brasileiros 1950». Folha de São Paulo. 9 de dezembro de 2015. Consultado em 3 de outubro de 2018 
  3. a b «Morre Juvenal Amarijo, zagueiro titular da seleção de 1950». Jornal O Globo. 31 de outubro de 2009. Consultado em 3 de outubro de 2018 

Ligações externasEditar

   Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.