Kabul Khan

Cabul[2] (em mongol: Хабул ou Кабул; romaniz.: Ḫabul ou Kabul) foi um príncipe mongol do século XII. Era filho de Tumbinai e neto de Caidu Cã, a quem sucedeu antes de 1125 como dos mongóis. Teve sete filhos, cujos nomes e ordem de nascimento são sabidos: Oquim Burcague, Bartã, Cutuguetu, Cutula Cã, Culã, Cadã e Todoi.[3][4] Em seu reinado, se decidiu a consolidar o poder dos mongóis ao fazer raides na fronteira norte do Império Jim do norte da China.[1] Os Jins, por sua vez, foram obrigados a reconhecer sua posição como liderança mongol ao nomeá-lo "imperador original ancestral", mesmo que fosse nominalmente tido como vassalo. Também lhe deram muitos presentes.[5] Ao falecer, foi sucedido por seu sobrinho Ambagai Cã.[1]

Cabul Cã
Estátua de Cabul na Mongólia
do Camague Mongol
Reinado Antes de 1125 - ca. 1147[1]
Antecessor(a) Caidu Cã
Sucessor(a) Ambagai Cã
 
Descendência
  • Bartã
  • Cadã
  • Culã
  • Cutuguetu
  • Cutula Cã
  • Oquim Burcague
  • Todoi
Morte Ca. 1147
Pai Tumbinai

Referências

  1. a b c Baumer 2016.
  2. EBM 1960.
  3. Onon 2001, p. 52.
  4. Taube 1989, p. 13.
  5. Beckwith 2009, p. 176; 184.

BibliografiaEditar

  • Baumer, Christoph (2016). «VI. The Rise of the Mongols 2. Mongol Tribes in the Mid-twelfth Century and the Ancestors of Genghis Khan». The History of Central Asia: The Age of Islam and the Mongols. Londres: Bloomsbury 
  • Beckwith, Christopher I. (2009). Empires of the Silk Road: A History of Central Eurasia from the Bronze Age to the Present. Princeton, Nova Jérsei: Imprensa da Universidade de Princeton 
  • «Mongóis». Enciclopédia Brasileira Mérito [EBM] Vol. 13. São Paulo: Mérito S.A. 1960 
  • Onon, Urgunge (2001). The Secret History of the Mongols The Life and Times of Chinggis Khan Translated, Annotated, and with an Introduction by Urgunge Onon. Londres e Nova Iorque: Routledge 
  • Taube, Manfred (1989). Geheime Geschichte der Mongolen: Herkunft, Leben und Aufstieg Dschingis Khans. Munique: C.H.Beck