Kaga (porta-aviões)

Porta-aviões
Kaga
Japanese Navy Aircraft Carrier Kaga.jpg
Carreira  Japão
Operador Marinha Imperial Japonesa
Fabricante Kawasaki Heavy Industries
Arsenal Naval de Yokosuka
Custo ¥ 53 milhões
Homônimo Província de Kaga
Batimento de quilha 19 de julho de 1920
Lançamento 17 de novembro de 1921
Comissionamento 30 de novembro de 1929
Estado Naufragado
Fatalidade Deliberadamente afundado após danos sofridos na Batalha de Midway em 4 de junho de 1942
Características gerais
Tipo de navio Porta-aviões
Classe Tosa
Deslocamento 34 235 t
Maquinário 4 turbinas
8 caldeiras
Comprimento 247,65 m
Boca 32,5 m
Calado 9,48 m
Propulsão 4 hélices
- 127 400 hp (95 000 kW)
Velocidade 28 nós (52 km/h)
Autonomia 10 000 milhas náuticas a 15 nós
(19 000 km a 28 km/h)
Armamento 10 canhões de 200 mm
16 canhões de 127 mm
22 canhões antiaéreos de 25 mm
Blindagem Cinturão: 152 mm
Convés: 38 mm
Aeronaves 90
Tripulação 1 708

O Kaga (加賀?) foi um navio porta-aviões operado pela Marinha Imperial Japonesa e construído pela Kawasaki Heavy Industries e pelo Arsenal Naval de Yokosuka. Foi originalmente concebido como o segundo couraçado da Classe Tosa, porém foi convertido em um porta-aviões sob os termos do Tratado Naval de Washington como um substituto para o cruzador de batalha Amagi, que fora danificado em 1923 depois do Grande Sismo de Kantō.

Sua construção começou em julho de 1920 e foi lançado em novembro do ano seguinte, sendo comissionado na frota japonesa em novembro de 1929. O Kaga passou por grandes reformas entre 1933 e 1935, aumentando sua velocidade máxima, aprimorando seus sistemas exaustores e adaptando o convés de voo a fim de acomodar aeronaves mais modernas.

Foi deliberadamente afundado após danos sofridos na Batalha de Midway em 4 de junho de 1942.

O navio foi encontrado em 2019 a centenas de quilómetros das Ilhas Midway[1].

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Kaga (porta-aviões)
  Este artigo sobre tópicos navais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.