Abrir menu principal
Kamilya Jubran
Kamilya Jubran em 2009.
Informação geral
Nome completo Kamilya Jubran
Local de nascimento Acre, Israel
Nacionalidade Estado da Palestina Palestina
Instrumento(s) Oud, Qanun
Período em atividade 1982 - Atual
Página oficial http://www.kamilyajubran.com/

Kamilya Jubran, em árabe: كميليا جبران, (Acre, 1963) é uma cantora, compositora e musicista palestina.

Índice

BiografiaEditar

Kamilla Jubran nasceu em Acre (Akka), em 1963, em uma família de palestinos.[1] Seu pai, Elias, era professor de música e criador de instrumentos de música tradicionais palestinos, como oud.[1] Seu irmão, Khaled também é músico.[1] Jubran e sua família participaram do documentário Telling Strings (2007) que mostra as diferenças entre gerações e identidade cultural em Israel.[2]

Mudou-se para Jerusalém em 1981 para estudar Serviço Social na Universidade Hebraica de Jerusalém.[3] Foi lá que Jubran descobriu sua autoproclamada "identidade", "história" e "herança". Depois de ser apresentado a Said Murad, fundador do grupo musical Sabreen, Jubran se juntou ao grupo em 1982 e se tornou o único membro palestino nascido em Israel.

Em 2002, mudou-se para a Europa.[4]

CarreiraEditar

Jubran toca oud e qanun, entre outros instrumentos.[1] De 1982 a 2002, ela foi a cantora principal do Sabreen, um grupo musical árabe com sede na Jerusalém Oriental ocupada. Desde 2002, segue carreira solo e colaborou com uma série de músicos europeus.

Em junho de 2013, participou ao lado de Tom Morello, guitarrista da banda Rage Against the Machine, e Julian Assange, fundador do WikiLeaks, como artista convidada na música Multi Viral, do grupo Calle 13.[5]

DiscografiaEditar

Sabreen

  • Dukhan al-Barakin (1984)
  • Mawt al-Nabi (1988)
  • Jayy al-Hamam (1994)
  • Ala Fein (2000)

Solo

  • Wameedd (2006)
  • Wanabni (2010)
  • Makan (2009)
  • Nhaoul' (2013)

Ligações externasEditar

O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Kamilya Jubran

Referências

  1. a b c d «Biografia». Kamilya Jubran. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  2. «Telling Strings». Balzli & Fahrer GmbH Filmproduction. 2007. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  3. «Finishing a musical odyssey alone». The Daily Star (Líbano). 23 de junho de 2004. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  4. Labesse, Patrick (31 de janeiro de 2009). «Kamilya Jubran, voix jaillissante de la chanson orientale». Le Monde. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  5. «Calle 13 difunde video adelanto del tema que canta con Assange». El Observador. 6 de novembro de 2013. Consultado em 18 de outubro de 2017 
  Este artigo sobre uma cantora é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.