Abrir menu principal


Kawasaki KX 450F
Fabricante Kawasaki
Produção 2006 até os dias de hoje
Tipo Off-Road/Motocross
Motor 449cc Refrigeração líquida 4 tempos 4 válvulas.
Potência 49.55 hp à 9,000 rpm
Torque 31.15 lb-ft à 7,500 rpm
Transmissão 5 velocidades
Freios D - A Disco 250mm
T - A Disco 240mm.
Pneus D - 80/100-21
T - 120/80-19.
Altura 955 mm
Entre Eixos 1,480 mm
Comprimento 2,180 mm x 820 mm x 1,275 mm
Tanque 6.2 litros
Similar Yamaha YZ 450F e Honda CRF 450R



A KX 450F é uma motocicleta da categoria Off-Road fabricada pela Kawasaki.

A Kawasaki KX450F é uma moto off-road que começou a ser comercializada em 2006 e ficou conhecida pelo domínio exercido nas pistas de competição.

Inspirados pela ascensão meteórica da KX250F, os responsáveis da marca japonesa desenvolveram um modelo de maior cilindrada (449 cc), a KX450F. Este modelo tinha o objetivo de rivalizar com a CRF 450R da Honda e a YZ 450F da Yamaha, por isso destinava-se a todos os riders que gostam de desafios. A Kawasaki KX450F é, sem dúvida, uma moto de competição para que todos os motociclistas fervessem com a emoção das grandes velocidades, saltos e acrobacias em qualquer tipo de piso. O motor DOHC de 4 tempos ultra-curto 449cc foi projetado a partir do zero com a vitória tecnologia como portos mão acabado de admissão, a ingestão de titânio / válvulas de escape, motor de magnésio cobre, e um escape de titânio full cônico com silenciador de alumínio para proporcionar a melhor aceleração e mais ampla faixa de potência na classe. Em 2009 a motocicleta ganhou injeção eletrônica.Uma grande vantagem da injeção eletrônica, mas não é a única. Com os ajustes possíveis podemos moldar o comportamento do motor para o estilo e gosto de cada piloto, ou seja, duas motocicletas exatamente iguais, podem ter comportamentos completamente distintos sem a troca ou preparação de nenhuma peça. É possível ajustar a mistura de combustível e o avanço da ignição para cada faixa de rotação e abertura do acelerador. Mas a injeção eletrônica não foi a única novidade do modelo 2009. Apesar da mudança visual não parecer tão significativa, vários itens foram aprimorados neste ano. O quadro de alumínio foi totalmente redesenhado assim como o subquadro gerando um ganho de pouco mais de 1,5 quilo no conjunto. Na dianteira uma nova mesa muda ligeiramente o ângulo do garfo. Na traseira a balança e links da suspensão são novos. O amortecedor teve o corpo redesenhado e recebeu um pistão que aumentou de 46 para 50mm. O jogo de plásticos ganhou nova forma e uma cor mais vibrante. As pedaleiras também cresceram e oferecem uma plataforma bem maior. O motor foi remodelado e ficou mais compacto e leve. O cabeçote é 5mm mais curto, os canais de admissão e exaustão foram modificados. A taxa de compressão subiu de 12:1 para 12.5:1 graças ao novo pistão. Virabrequim, rotor do magneto e escape também foram aprimorados em relação ao modelo anterior. A injeção eletrônica só trabalha sobre pressão. Por isso uma bomba de combústivel em alumínio com pressão de 50 psi foi instalada dentro do tanque da Kawasaki. No modelo 2013 o destaque principal vai para a nova suspensão dianteira Kayaba PSF (Pneumatic Spring Fork). Os cartuchos dianteiros simplesmente eliminaram as molas convencionais de metal e as substituiram por ar. O ganho de peso no conjunto foi de cerca de 770 gramas. Segunda a marca a eliminação da mola também reduz os atritos internos e contaminação do óleo tornando mais suave o trabalho da suspensão. O ar comprimido também facilita o acerto conforme o gosto do piloto. Basta conectar a válvula removível de ajuste de pressão do ar e calibrar, como se faz com os pneus.

O motor ganhou um pistão com a cabeça redesenhada, assim como a árvore do comando de válvulas de admissão. Um dos destaques é o controle de largada acionado por um botão no guidão que muda o mapa de ignição em primeira e segunda marchas para evitar perda de tração e empinadas. Ao se engatar terceira o mapa volta o normal. Há também mapas pré-programados que podem ser comutados sem a necessidade de um computador. As demais novidades incluem um novo cilindro mestre do freio dianteiro, novo disco traseiro de pétalas com 240mm, novas manoplas, suporte do guidão ajustável em quatro posições e pedaleiras em duas posições. E nos modelos mais atuais mudou grafismos e pequeno detalhes.














Fonte:http://www.motorcycle-usa.com

http://www.motox.com.br