Kenneth L. Hale

linguista norte-americano

Kenneth L. Hale (Evanston, 15 de agosto de 1934Lexington, 8 de outubro de 2001), também conhecido como Ken Hale, foi um linguista estadunidense. Professor do Instituto Tecnológico de Massachusetts, estudou diversas línguas ameaçadas de extinção à época, especialmente línguas indígenas da América do Norte, América Central e Austrália. Os trabalhos de Hale incluem navaho, warlpiri, entre outras.[1][2]

Kenneth L. Hale
Kenneth L. Hale
Nascimento 15 de agosto de 1934
Evanston, Illinois, Estados Unidos
Morte 8 de outubro de 2001 (67 anos)
Lexington, Massachusetts, Estados Unidos
Nacionalidade norte-americano(a)
Alma mater Universidade do Arizona
Universidade de Indiana
Ocupação Linguista
Página oficial
http://linguistics.mit.edu/hale/
Orientador(es)(as) Charles F. Voegelin

Entre suas principais contribuições para a teoria linguística, estava a hipótese de que certas línguas eram não configuracionais, sem a estrutura sintática característica de línguas como o inglês.[3]

Referências

  1. Austin, Peter K. (2015). «And they still speak Diyari: The life history of an endangered language» (pdf) 
  2. Saxon, Wolfgang (19 de outubro de 2001). «Kenneth L. Hale, 67, Preserver of Nearly Extinct Languages - The New York Times». Consultado em 7 de maio de 2010 
  3. «Past Linguistic Institutes: Named Professorships». LSA. Consultado em 10 de janeiro de 2018 

Ligações externas

editar