Abrir menu principal

Marcos da Silva França, mais conhecido como Keno, (Salvador, 10 de setembro de 1989), é um futebolista brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo Al-Jazira.

Keno
Keno
Keno pelo Palmeiras em 2018
Informações pessoais
Nome completo Marcos da Silva França
Data de nasc. 10 de setembro de 1989 (30 anos)
Local de nasc. Salvador (BA), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,78 m
Ambidestro
Apelido Keno
Kenaldinho
Kenaldez
Crakeno
Informações profissionais
Período em atividade 2009–presente (10 anos)
Clube atual Pyramids FC
Número TBA
Posição Atacante
Clubes de juventude
2008 América
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2009–2011
2012
2013
2014
2014
2014–2016
2015
2015
2016
2017–2018
2018–2019<br
América
Botafogo-BA
Águia de Marabá
Paraná
Santa Cruz
São José-RS
Atlas (emp.)
Ponte Preta (emp.)
Santa Cruz (emp.)
Palmeiras
Pyramids FC
0010 0000(2)
0015 0000(4)
0020 0000(7)
0010 0000(1)
0025 0000(4)
0000 0000(0)
0014 0000(0)
0015 0000(1)
0061 000(18)
0083 000(19)
0033 000(10)
0000 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de maio de 2019.

CarreiraEditar

América-SEEditar

Passou pelo América-SE em 2009.

Botafogo-BAEditar

Em 2012, fechou com o Botafogo-BA, no clube baiano teve destaque pela sua habilidade e extrema velocidade que o levou para disputar a Série C de 2013.

Águia de MarabáEditar

Pelo Águia de Marabá, foi o principal jogador do clube tanto na Série C como no Campeonato Paraense, chamou atenção por ser bastante ágil e levar para cima do adversário sendo dificilmente superado na velocidade, foi o artilheiro do time na temporada e o jogador que mais deu assistência pelo time.

ParanáEditar

A excelente temporada pelo Águia levou o jogador ao Paraná[1] para disputar a Série B 2014, foi um dos destaques do Tricolor da Vila no ano, mas salários atrasados e crise fez com que o jogador saísse da equipe para acertar com o Santa Cruz.[2]

Santa CruzEditar

Onde viveu altos e baixos mas conquistou grande parte da torcida. Marcou seu primeiro gol na partida contra o Náutico[3] no clássico das emoções, com um gol de placa, passando por 6 marcadores e mandando uma bomba no canto do goleiro, a partida terminou por 3 x 0 com um gol de Keno e dois de Wescley. Fez 3 gols na Série B (Gols marcados contra o Náutico, Oeste e Vila Nova) e fez várias assistências com suas jogadas pela lateral do campo, no início foi bastante criticado mas com o passar do tempo foi se tornando peça importante no time e se entrosou, sendo um dos primeiros em que a diretoria manifestou interesse em renovar para 2015.[4]

AtlasEditar

No final de 2014, foi contratado pelo Atlas do México.

Ponte PretaEditar

Na Ponte, o atacante marcou apenas um gol, contra o Coritiba, partida válida pela Copa do Brasil, partida que marcou a eliminação da macaca nos pênaltis.[5] Foi dos principais articuladores do time, fazendo dribles e jogadas criativas que resultavam em gol.

Retorno ao Santa CruzEditar

No dia 30 de dezembro de 2015, é anunciado sua volta ao Santa Cruz. Fez seu primeiro gol em sua volta ao clube contra o Central, gol esse que foi o da vitória coral por 1x0. Na Semifinal da Copa do Nordeste de 2016, marcou um golaço ao final do primeiro tempo, levando o Santa ao empate. Na final, o Santa estava perdendo por 1x0 e graças a uma jogada originada por Keno o Santa Cruz conseguiu empatar e levar o título inédito da Copa do Nordeste.

Na volta do time pernambucano a série A marcou contra o Vitória que foi goleado por 4-1. Na goleada do Santa sobre o Cruzeiro por 4-1 no Arruda, marcou novamente e deu uma assistência.[6]Contra o Internacional, marcou um belíssimo gol, acertou um lindo voleio no último lance do primeiro tempo, que ajudou a equipe coral vencer o Colorado por 1 a 0. Na Copa do Brasil marcou gol contra o Vasco, em partida que o Santa Cruz tinha vantagem mas acabou perdendo de 3-2 para o cruzmaltino. No clássico contra o Sport, marcou um golaço, mas o Santa perdeu de virada por 5-3 para o leão na Ilha do Retiro. Fez dois gols contra o Santos, e o segundo gol com assistência de Grafite, mas o Santa perdeu mais uma e a partida ficou 3-2.[7] Em fase de artilheiro, fez gol contra o Figueirense, após cruzamento de Mazinho, acertou um bonito chute de primeira. Contra o Corinthians marcou mais um, acertando um chute forte, sem chances para o goleiro Walter. Fez uma grande partida contra o Atlético Mineiro, marcando um golaço acertando o ângulo do goleiro, e dando assistência para o gol do lateral Vitor. A partida acabou empatada em 3-3.[8]

Mesmo com o rebaixamento do Santa Cruz, Keno foi um dos grandes destaques do Brasileirão 2016, marcando 10 gols. Foi o ano em que mais fez gols em sua carreira. Em suas duas passagens pelo time coral, totalizou 22 gols em 86 partidas.

PalmeirasEditar

No final de 2016, após se destacar no elenco do Santa Cruz e ser um dos artilheiros do campeonato, Keno assinou contrato com o Palmeiras, válido por quatro anos.[9]

No dia 8 de março, marcou o gol de empate na partida contra o Atlético Tucumán na Libertadores, e o jogo terminou empatado em 1-1 na estreia do Alviverde na competição, fora de casa. Novamente voltou ajudar a equipe no empate em 1-1 contra o Cruzeiro no Mineirão, pela Copa do Brasil. Acertou um chute de fora da área, mas não conseguiu evitar a eliminação do Palmeiras. No Brasileirão 2017 fez gol no clássico contra o São Paulo, acertou um chutaço da entrada da área, marcando o terceiro gol da vitória Palmeirense por 4-2.

Foi o melhor em campo na partida contra o Atlético Goianiense, pintou o sete na defesa adversária e deu duas assistências. Ajudando a vencer fora de casa por 3 a 1. Na rodada seguinte voltou a marcar gol, na vitória Palmeirense por 2 a 0 contra Ponte Preta. Na partida contra o Botafogo, marcada pela despedida do ídolo Zé Roberto do Futebol. Keno marcou um golaço acertando o ângulo do goleiro Gatito Fernández. E o verdão venceu a partida por 2 a 0.

Pyramids FCEditar

No dia de 25 de junho de 2018, foi confirmada a venda de Keno para o clube egípcio Pyramids FC, por R$ 37 milhões, o clube alviverde ficará com 100% do valor.[10]

EstatísticasEditar

Até 8 de agosto de 2018.

ClubesEditar

Clube Temporada Campeonato
nacional
Copa
nacional[a]
Competições
continentais[b]
Outros
torneios[c]
Total
Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist. Jogos Gols Assist.
Botafogo-BA 2013 15 4 0 15 4 0
Total 0 0 0 0 0 0 0 0 0 15 4 0 15 4 0
Águia de Marabá 2013 20 7 0 20 7 0
Total 20 7 0 0 0 0 0 0 0 0 0 0 20 7 0
Paraná 2014 4 0 0 3 0 0 5 1 0 12 1 0
Total 4 0 0 3 0 0 0 0 0 5 1 0 12 1 0
Santa Cruz 2014 25 3 4 25 3 4
Total 25 3 4 0 0 0 0 0 0 0 0 0 25 3 4
Atlas 2014–15 9 0 0 5 0 0 14 0 0
Total 9 0 0 0 0 0 5 0 0 0 0 0 14 0 0
Ponte Preta 2015 12 0 0 1 1 0 2 0 0 0 0 0 15 1 0
Total 12 0 0 1 1 0 2 0 0 0 0 0 15 1 0
Santa Cruz 2016 34 10 5 2 1 0 3 0 0 22 7 0 61 18 5
Total 34 10 5 2 1 0 3 0 0 22 7 0 61 18 5
Palmeiras 2017 31 8 6 3 1 0 7 1 0 12 1 0 53 11 6
2018 9 1 1 2 1 0 3 2 0 16 4 1 30 8 2
Total 40 9 7 5 2 0 10 3 0 28 5 1 83 19 8
Pyramids 2018–19 32 8 0 1 2 0 33 10 0
Total 32 8 0 1 2 0 33 10 0
Total na carreira 176 37 16 12 6 0 20 3 0 70 17 1 278 63 17

TítulosEditar

Prêmios IndividuaisEditar

Referências

Ligações externasEditar