Abrir menu principal
Estátua em Paramaribo

Keti Koti é o dia festivo celebrado no 1 de julho no Suriname para comemorar a abolição da escravidão neste país. O nome significa "correntes quebradas" em sranan.

A escravidão foi abolida no Suriname e nas Antilhas Neerlandesas pelos Países Baixos em 1863. No entanto, os escravos no Suriname não estavam completamente livres até 1873, após um período de transição obrigatório de dez anos durante o qual eles foram forçados a trabalhar nas plantações do país por um pagamento mínimo e sem que o Estado sancionasse a tortura. Os donos receberam 300 florins de recompensa por cada escravo do estado holandês. A partir de 1873, numerosos ex-escravos deixaram as plantações, e se mudaram para a cidade de Paramaribo.

Parte das festividades é o evento Bigi Spikri ("Grande Espelho"), um desfile em roupas coloridas tradicionais onde as mulheres andam com sombrinhas brancas. A partir de 2009 também se realizam atividades em homenagem a este dia em várias cidades neerlandesas. Uma polêmica nesta ocasião é que os Países Baixos nunca pediram desculpas formais pela escravidão.

ReferênciasEditar