Abrir menu principal

Kevin Durant

basquetebolista estadunidense
Question book.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita referências, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2017). Ajude a inserir fontes confiáveis e independentes. Material controverso que esteja sem fontes deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Kevin Wayne Durant (Washington, D.C., 29 de setembro de 1988)[3] é um jogador norte-americano de basquetebol profissional que atualmente joga pelo Brooklyn Nets, disputando a National Basketball Association (NBA).[4] É o segundo jogador mais jovem da liga americana a ultrapassar a marca dos 20 mil pontos na carreira. O jogador é tido como um dos mais talentosos da sua geração, sendo conhecido como um dos melhores pontuadores da liga e foi 4 vezes cestinha do campeonato.

Kevin Durant
Golden State Warriors Small Forward Kevin Durant (cropped).jpg
Informações pessoais
Nome completo Kevin Wayne Durant
Data de nasc. 29 de setembro de 1988 (31 anos)
Local de nasc. Washington, D.C., Estados Unidos
Altura 2,11 (6 ft 11 in)
Peso 108 kg (240 lb)
Apelido KD, Snake, Cupcake[1][2]
Informações no clube
Clube atual Brooklyn Nets
Número 7
Posição ala, ala-pivô
Clubes de juventude
2005–2006
2006–2007
PG Jaguars
Texas Longhorns
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
2007–2008
2008–2016
2016–2019
2019–
2007–
Seattle SuperSonics
Oklahoma City Thunder
Golden State Warriors
Brooklyn Nets
Total
80 (1.624)
561 (15.942)
166 (4.383)

807 (21.949)
Seleção nacional
2009–presente Estados Unidos
Medalhas
Jogos Olímpicos
Ouro Londres 2012 Basquete Masculino
Ouro Rio 2016 Basquete Masculino
Campeonatos Mundiais
Ouro Turquia 2010 Basquete Masculino


* Partidas e pontos pelo clube profissional
contam apenas os jogos da liga nacional e
e estão atualizados até 9 de junho de 2018.

Carreira no colégioEditar

Durant já foi considerado o melhor jogador do estado americano de Texas,e quando fazia os seus primeiros jogos contra os astros americanos Carmelo Anthony,Lebron James,tornou-se o melhor jogador da temporada por 3 vezes consecutivas, Durant jogou por um bem-sucedido time de basquete juvenil da Amateur Athletic Union (AAU), o PG Jaguars. Os Jaguars ganharam vários campeonatos nacionais liderados por Durant e os futuros colegas de NBA, Michael Beasley que foi draftado no segundo pick em 2008 pelo Miami Heat e atualmente no Minnesota Timberwolves e o armador Chris Braswell que atua pelo Charlotte Bobcats. Durant usava e usa até hoje a camisa número #35 em homenagem ao seu mentor e treinador na AAU, Charles Craig, que foi assassinado com 35 anos. Após dois anos na National Christian Academy e um ano na Oak Hill Academy, Durant estreou pela Montrose Christian School em Rockville, Maryland para o seu último ano no colégio, no qual cresceu muito e se transformou de armador em ala de força, praticamente, da noite para o dia. Em Montrose, Durant liderou por todo ano as estatísticas de pontuação e roubadas de bola e foi eleito o Jogador Colegial do Ano pelo Washington Post.

Carreira universitáriaEditar

Durant entrou para a University of Texas e já foi titular da equipe logo no seu primeiro ano de faculdade. Durant começou todos os 35 jogos da equipe na temporada, mas Texas foi derrotada na segunda fase do torneio da NCAA para a Universidade do Sul da Califórnia. Texas terminou em terceiro na conferência com 12 vitórias e 4 derrotas.

Durant levava vantagem sobre a maioria dos jogadores universitários. O comentarista da ESPN, Dick Vitale chegou a comparar o jogo de Durant com o de grandes astros da NBA, como Kevin Garnett na época do Boston Celtics, e Dirk Nowitzki do Dallas Mavericks. Depois de uma performance de 37 pontos e 23 rebotes de Durant em uma vitória contra o Red Raiders, o técnico de Texas Tech, Bob Knight, descreveu-o como rápido, ágil, e muito habilidoso.

Ao longo da temporada, Durant foi amplamente aclamado pela mídia, tornando-se o principal candidato a Freshman of the Year (Calouro Universitário do Ano). Teve uma média de 25,8 pontos e 11,1 rebotes por jogo durante sua primeira temporada pelo Texas Longhorns e a partir daí, o jogador virou o principal candidato para primeira escolha do draft de 2007.

Em Fevereiro de 2007, Durant recebeu um convite para participar do training camp da seleção norte-americana de basquete conhecidos também como o Dream Team (o time dos sonhos), sendo o segundo calouro na história a receber tal convite. O primeiro havia sido Greg Oden que era o seu principal concorrente no Draft de 2007.

Em Março de 2007, Durant foi eleito Jogador do Ano da Divisão 1 da NABC, e recebeu os troféus Oscar Robertson e Adolph F. Rupp, se tornando o primeiro calouro a ganhar esses dois prêmios em uma mesma temporada. Em 30 de Março de 2007, foi eleito Jogador Universitário do Ano pela Associated Press, tornando-se o primeiro calouro e o primeiro jogador da Universidade do Texas a ganhar esse prêmio, desde sua criação em 1961. Em 1 de Abril de 2007, se tornou o primeiro calouro a receber o Naismith Award e dia 7 de Abril ganhou o John R. Wooden Award.

Há menos de uma semana de Kevin Durant ser escolhido no Draft pelo Seattle SuperSonics (hoje Oklahoma City Thunder), a Universidade do Texas anunciou a aposentadoria da camisa #35 de Durant. Sua camisa agora está pendurada no topo do Frank Erwin Center, juntamente com a de outros grandes jogadores dos Longhorns como, a #11 de T.J. Ford que atualmente defende o San Antonio Spurs. O número de Durant agora é um dos nove já aposentados pela Universidade do Texas e com apenas 18 anos, ele ja era considerado por muitos como o maior jogador da história dos Longhorns.

Carreira na NBAEditar

 
Kevin Durant na sede do Oklahoma City Thunder.

Início na LigaEditar

Kevin Durant se inscreveu para o Draft de 2007 e assinou seu primeiro contrato profissional com a Upper Deck Company. Em 28 de Junho de 2007, Durant foi a segunda escolha geral do Draft, feita pelo Seattle SuperSonics.[5] Desde que foi relacionado no draft, por mais que Durant tivesse um excelente potencial, era esperado que Greg Oden, da universidade de Ohio State Buckeyes, fosse ser a primeira escolha do Draft. No mês seguinte, Durant assinou um contrato de patrocínio de 7 anos e um salário em torno de 60 milhões de dólares com a fornecedora de calçados norte americana Nike. O único contrato de um calouro que superou o de Durant, em termos de valor, foi o da própria Nike com LeBron James que joga pelo Los Angeles Lakers. Durant rejeitou um contrato de 70 milhões de dólares com a Adidas, optando pela Nike por ser fã da marca.

Depois de alguns poucos jogos na Liga de Verão da NBA conhecida como a NBA Summer League, Durant foi escolhido para testes para a seleção norte-americana e participou do State Farm USA Basketball Challenge, junto com alguns astros da NBA, como Kobe Bryant do Los Angeles Lakers, LeBron James que voltou ao Cleveland Cavaliers em 2014 (na época do Cleveland Cavaliers, Chris Bosh do Miami Heat na época no Toronto Raptors e Dwight Howard do Houston Rockets na época no Orlando Magic). Embora, Durant tenha feito uma grande partida pelo time azul, marcando 22 pontos, o treinador Mike Krzyzewski, o Coach K., teve de cortá-lo do grupo dos 12 jogadores que iriam aos Jogos Olímpicos de Verão de 2008 em Pequim na China, citando a experiência dos jogadores restantes como fator decisivo para a elaboração do corte.

Seattle SuperSonics (2007-2008)Editar

Temporada de 2007-2008Editar

Em 31 de Outubro de 2007, Durant fez sua estreia na NBA, numa derrota para o Denver Nuggets, conseguindo 18 pontos, 5 rebotes e 3 roubadas de bola.[6] Durant teve sua primeira vitória na NBA com um arremesso de 3 pontos certeiro em um jogo emocionante contra o Atlanta Hawks depois de duas prorrogações. Durant terminou a partida com 21 pontos, 3 rebotes, 2 assistências, 3 roubadas de bola e 3 tocos. Em 30 de Novembro de 2007, Durant marcou 35 pontos contra o Indiana Pacers. Num jogo contra o Denver Nuggets ele flertou com um triplo-duplo com 37 pontos, 8 rebotes e 9 assistências. No seu último jogo em sua temporada de estreia, Durant, finalmente, conseguiu o primeiro duplo-duplo da carreira com 42 pontos e 13 rebotes, e ainda mais 5 assistências. Liderou a pontuação dos calouros na temporada, e ganhou o prêmio de Calouro do Mês da Conferência Oeste nos meses de Novembro e Dezembro de 2007 e Janeiro, Março e Abril de 2008. Durant quebrou um recorde de Bob Rule que já durava 40 anos, tendo média de 20,3 pontos por jogo. Em 30 de Abril de 2008, a Associated Press divulgou que Durant recebeu o prêmio de NBA Rookie of the Year Award (Calouro do Ano), na temporada de 2007/2008.[7]

Oklahoma City Thunder (2008-2016)Editar

Temporada de 2008-2009Editar

Após a temporada 2007-08, o Seattle Supersonics mudou-se de Seattle, Washington para Oklahoma City, Oklahoma. Vindo a se chamar Oklahoma City Thunder. Embora o fato de Durant não ter sido escolhido para o All-Star Game 2009 em Phoenix, ele fez parte de dois eventos. Em 13 de fevereiro de 2009, Durant liderou a equipe Sophomore a uma vitória por 122-116 sobre os calouros no T-Mobile Rookie Challenge & Youth Jam. Ele foi coroado o MVP do jogo, batendo o recorde de pontuação com 46 pontos, quebrando a marca de Amar'e Stoudemire que marcou 36 pontos em 2004. No dia seguinte do evento, ganhou a primeira H-O-R-S-E Competition na história do NBA All-Star Weekend, vencendo Joe Johnson do Atlanta Hawks e O.J. Mayo do Memphis Grizzlies.

Temporada de 2009-2010Editar

 
Durant em 2011.

Durant foi o cestinha da temporada regular de 2009-2010 com média de 30.1 e foi escolhido para o primeiro time da NBA. Levou o time do Oklahoma City Thunder para seu primeiro playoffs mas acabou perdendo para o Los Angeles Lakers em uma série de seis jogos (4-2) nas quartas de final da Conferencia Oeste, nos playoffs teve médias de 25.3 pontos, 7.7 rebotes.

Temporada de 2010-2011Editar

Em Julho de 2010, Durant anunciou no seu twitter uma extensão de 5 anos por 86 milhões com o Thunder.[8] Pelo segundo ano seguido, ele foi o cestinha da liga, tendo média de 27.7 pontos por jogo.[9] Durant fez sua segunda aparição no All-Star Game e marcou 34 pontos, ajudando o Oeste a vencer por 148-143.[10] Durant liderou o Thunder a 55 vitórias na temporada, terminando na quarta colocação no Oeste e sendo campeão da divisão Noroeste.[11] Ele marcou 41 pontos na estreia nos playoffs daquele ano, ajudando o Oklahoma City Thunder a vencer por 107-103 o Denver Nuggets, no jogo 5 da série, ele também marcou 41 pontos, ajudando o Thunder a vencer por 100-97 e fechar a série em 4-1 e vencer sua primeira série de playoffs. Nas semifinais, Durant ajudou o Thunder a bater o Memphis Grizzlies em 7 jogos, inclusive marcando 39 pontos no último jogo da série. O Thunder chegou a final da conferência Oeste e enfrentou o Dallas Mavericks, mas acabou perdendo a série por 4-1. Durant teve médias de 28.6 pontos por jogo nos playoffs.

Temporada de 2011-2012Editar

Na temporada 2011-2012, Durant foi o cestinha da temporada pela terceira vez seguida, com médias de 28.0 pontos por jogo. Em uma vitória contra o Denver Nuggets por 124-118, Durant chegou a maior marca da carreira com 51 pontos. Ele foi pelo segundo ano seguido eleito titular no All-Star Game, marcando 36 pontos e conquistando pela primeira vez o prêmio de MVP do All-Star Game.[12] Ele liderou o Oklahoma City Thunder a 47 vitórias na temporada, ficando em segundo lugar na conferência Oeste.

Nos playoffs ele fez o game-winner, faltando 1.5 segundos no jogo 1 contra o Dallas Mavericks, ajudando o Thunder a vencer a série por 4-0.[13] Nas semifinais o Thunder enfrentou o Lakers e Durant fez o game-winner novamente dos jogos 2 e 4, ajudando o Oklahoma City Thunder a bater o Los Angeles Lakers por 4-1. Novamente na final de conferência, o Thunder enfrentou o Spurs, que havia eliminado seus dois adversários por 4-0 e não perdia há 20 jogos. A série começou 2-0 para o San Antonio Spurs, mas o Oklahoma City Thunder ganhou os próximos 4 jogos, com uma atuação de Kevin Durant no jogo 4, marcando 18 pontos no último período. No jogo 6, Kevin Durant marcou 34 pontos e pegou 14 rebotes e ajudou o Oklahoma City Thunder a vencer por 107-99, ganhando a Conferência Oeste e chegando pela primeira vez como Oklahoma City as Finais da NBA. Nas finais, Kevin Durant e o Oklahoma City Thunder tiveram pela frente o Miami Heat, liderados por LeBron James, Dwayne Wade e Chris Bosh. Jogando em casa no primeiro jogo da série, o Oklahoma chegou a estar perdendo por uma diferença de dois dígitos, mas conseguindo se recuperar no final do terceiro quarto, e vencendo o jogo para abrir 1-0 na série, mas vindo a perder os próximos 4 jogos da série, e consequentemente o título.

Temporada de 2012-2013Editar

Em 18 de janeiro de 2013, Durant marcou sua maior pontuação da carreira, 52 pontos, em uma vitória por 117-114 sobre o Dallas Mavericks no tempo extra.[14] Durant foi selecionado para o seu quarto NBA All-Star Game, realizado em Houston, Texas. Ao final da temporada, ajudou o Thunder a chegar a marca de 60-22, ficando com a melhor campanha do Oeste e a segunda melhor da liga. Durant teve médias de 28,1 pontos, 7,9 rebotes e 4,6 assistências ao final da temporada regular.

Nos playoffs, o Thunder enfrentou o Houston Rockets na primeira rodada e venceu a série por 4-2. Na segunda rodada, o Thunder venceu o jogo 1 da série contra os Grizzlies, porém foram derrotados por 4-1. Durant obteve médias de 30.8 pontos, 9.0 rebotes e 6.3 assistências durante a pós-temporada.[15]

Temporada de 2013-2014Editar

Em janeiro de 2014, Durant teve uma sequência de 30 ou mais pontos em 12 jogos consecutivos, incluindo 54 pontos contra o Golden State Warriors, pontuação mais alta da carreira.[16] Durant teve médias de 35,9 pontos por jogo no mês.

Em 4 de abril de 2014, Durant marcou 28 pontos contra o Houston Rockets, completando 40 partidas consecutivas com 25 pontos ou mais, igualando a série de Michael Jordan. A partida terminou com derrota dos Oklahoma City Thunder por 111-107. No dia 7 de abril, após ser derrotado pelo Phoenix Suns (122-115), chegou aos 41 jogos seguidos, desta vez com a marca de 38 pontos, ultrapassando a série de Michael Jordan.[17] O recorde pertence a Wilt Chamberlain com 80 jogos seguidos, em 1961-62. Durant terminou a temporada regular com médias de 32 pontos, 7.4 rebotes e 5.5 assistências, com OKC ficando com a segunda melhor campanha na conferência oeste, atrás do San Antonio Spurs.

Na primeira rodada dos playoffs, Durant ajudou o Thunder a vencer o Memphis Grizzlies por 4-3.[18] Na Segunda rodada, Oklahoma venceu o Los Angeles Clippers por 4-2, indo pela terceira vez em 4 temporadas para a final da conferência oeste.[19] Nas finais, OKC enfrentou o San Antonio Spurs e acabou sendo derrotado por 4-2.[20] Durant obteve médias de 29.6 pontos, 8.9 rebotes e 3.9 assistências na pós-temporada.

Esta foi sua melhor temporada até agora, e merecidamente foi eleito MVP.

Temporada de 2014-2015Editar

Nesta temporada, por conta de lesões, Durant jogou apenas 27 jogos e mesmo assim foi indicado ao All-Star Game. O Oklahoma sentiu sua falta, e não conseguiu se classificar aos playoffs. Nas poucas partidas que jogou, Durant obteve média de 25.4 pontos por jogo.

Golden State Warriors (2016–2019)Editar

Agente LivreEditar

Em 4 de julho, Durant anunciou sua intenção de assinar com o Golden State Warriors no The Players 'Tribune.[21][22][23] A mudança foi recebida negativamente pelo público e analistas da NBA, com muitos comparando-a com a ida de LeBron James ao Miami Heat em 2010.[24][25][26]

Em 7 de julho, Durant assinou oficialmente com o Golden State em um contrato de dois anos no valor de US $ 54,3 milhões.[27][28] Refletindo sobre a mudança para a Sports Illustrated, Ben Golliver escreveu: "Ele escolheu um ajuste de equipe ideal e uma chance de jogar pelo ataque de maior pontuação que a NBA já viu em décadas. Ele escolheu a vida ao lado de Stephen Curry e Klay Thompson, um dos melhores arremessadores da história, e ele escolheu ir contra Andre Iguodala e Draymond Green, dois defensores de elite, nos treinos, e não nos jogos finais da Conferência Oeste."[29]

Bi-Campeonato (2016-18)Editar

Durant estreou nos Warriors em 25 de outubro contra o San Antonio Spurs, marcando 27 pontos em uma derrota.[30] Em 26 de novembro, ele teve 28 pontos, 10 rebotes, cinco assistências e seis bloqueios em uma vitória sobre o Minnesota Timberwolves, tornando-se o primeiro jogador na história da equipe a terminar com pelo menos 25 pontos, 10 rebotes, cinco assistências e cinco bloqueios em um único jogo.[31] Em 11 de fevereiro, em seu primeiro jogo de volta à cidade de Oklahoma, Durant marcou 34 pontos ao ser vaiado durante a noite toda enquanto ajudava os Warriors a derrotar o Thunder pela terceira vez naquela temporada.[32] Em março, ele sofreu uma entorse na Ligamento colateral medial e uma contusão óssea tibial, o que o forçou a perder os 19 jogos finais da temporada.[33] O Golden State terminou o ano com um recorde de 67-15 e entrou nos playoffs como a melhor campanha da confêrencia.[34]

Durant retornou de lesão a tempo dos playoffs e ajudou o Warriors a avançar para a terceira final consecutiva. No Jogo 1 das Finais, Durant fez 38 pontos, oito rebotes e oito assistências para liderar os Warriors a uma vitória contra o atual campeão Cleveland Cavaliers.[35] Durant ajudou os Warriors a irem pra 3-0 na série com um esforço de 31 pontos no Jogo 3. No Jogo 5, ele fez 39 pontos, sete rebotes e cinco assistências em uma vitória que definiu o título. Nas finais, Durant foi o cestinha do Golden State em todos os jogos, tendo média de 35,2 pontos, 8,4 rebotes e 5,4 assistências. Posteriormente, ele foi nomeado MVP das Finais.[36][37]

Após as finais, Durant recusou sua opção de US $ 27,7 milhões e se tornou um agente livre sem restrições.[38] Em 25 de julho, ele assinou novamente com os Warriors por menos dinheiro do que o máximo, o que ajudou a franquia a criar espaço salarial suficiente para manter intacto seu elenco.[39][40] Em 10 de janeiro, Durant marcou 40 pontos em uma derrota para o Los Angeles Clippers, tornando-se o segundo jogador mais jovem da história da liga a atingir a marca de 20.000 pontos.[41]

No Jogo 1 das finais da Conferência Oeste, Durant marcou 37 pontos em uma vitória sobre o Houston Rockets. Os Warriors evitaram a eliminação no Jogo 6 e, no Jogo 7, Durant marcou 34 pontos e ajudou o Golden State a retornar à final com uma vitória decisiva na série. No Jogo 3 das Finais, Durant registrou 43 pontos, 13 rebotes e sete assistências na vitória sobre os Cavaliers, levando o Warriors a uma vantagem de 3-0. O Golden State acabou por varrer Cleveland e conquistar o seu segundo título consecutivo, Durante teve médias de 28,8 pontos, 10,8 rebotes e 7,5 assistências e ganhou seu segundo prêmio de MVP das Finais.[42]

Lesão na temporada de 2018-19Editar

Em 7 de julho de 2018, Durant assinou novamente com os Warriors, em um contrato de dois anos no valor de 61,5 milhões de dólares.[43][44]

Em 29 de novembro, Durant marcou 51 pontos em uma derrota por 131-128 para o Toronto Raptors, marcando 40 ou mais pontos em seu terceiro jogo consecutivo. No Jogo 5 da primeira rodada dos playoffs, ele marcou 45 pontos em uma derrota por 129-121 para o Los Angeles Clippers. No Jogo 6, ele fez 50 pontos em uma vitória de 129-110 para encerrar a série.

Durante o Jogo 5 das semifinais da Conferência Oeste contra o Houston Rockets, Durant sofreu uma tensão na panturrilha direita.[45] Depois de perder nove jogos, Durant voltou à ação no Jogo 5 nas Finais de 2019 contra o Toronto Raptors e marcou 11 pontos no primeiro quarto. No entanto, ele sofreu uma lesão no tendão de Aquiles e saiu mancando da quadra.[46] Os Warriors perderam as Finais da NBA no Jogo 6, encerrando sua busca pelo tri-campeonato.

Brooklyn Nets (2019 – Presente)Editar

Em 30 de junho, Durant anunciou que planejava assinar com o Brooklyn Nets em 6 de julho.[47] Em 1º de julho, o CEO do Golden State, Joe Lacob, anunciou que a camisa de nº 35 de Durant não será mais usado pelos Warriors.[48]

Durant assinou oficialmente com Brooklyn em 7 de julho de 2019.[49]

Estatísticas na NBAEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Líder da liga
MVP da temporada regular

Temporada RegularEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2007-08 Seattle 80 80 34.6 .430 .288 .873 4.3 2.4 1.0 0.9 20.3
2008-09 Oklahoma 74 74 39.0 .476 .422 .863 6.5 2.8 1.3 0.7 25.3
2009-10 Oklahoma 82 82 39.5 .476 .365 .900 7.6 2.8 1.4 1.0 30.1
2010-11 Oklahoma 78 78 38.9 .462 .350 .880 6.8 2.7 1.1 1.0 27.7
2011-12 Oklahoma 66 66 38.6 .496 .387 .860 8.0 3.5 1.3 1.2 28.0
2012-13 Oklahoma 81 81 38.5 .510 .416 .905 7.9 4.6 1.4 1.3 28.1
2013-14 Oklahoma 81 81 38.5 .503 .391 .873 7.4 5.5 1.3 0.7 32.0
2014-15 Oklahoma 27 27 33.8 .510 .403 .854 6.6 4.1 0.9 0.9 25.4
2015-16 Oklahoma 72 72 35.8 .505 .388 .898 8.2 5.0 1.0 1.2 28.2
2016-17 Warriors 62 62 33.4 .537 .375 .875 8.3 4.9 1.1 1.6 25.1
2017-18 Warriors 68 68 34.2 .516 .419 .889 6.8 5.4 0.7 1.8 26.4
2018-19 Warriors 78 78 34.6 .521 .353 .885 6.4 5.9 0.7 1.1 26.0
All-Star 10 8 26.9 .536 .349 .897 6.2 3.7 1.7 0.5 25.0
Carreira 849 849 36.9 .493 .381 .883 7.1 4.1 1.1 1.1 27.0
MVP das Finais

PlayoffsEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2010 Oklahoma 6 6 38.5 .350 .286 .871 7.7 2.3 0.5 1.3 25.0
2011 Oklahoma 17 17 42.5 .449 .339 .838 8.2 2.8 0.9 1.1 28.6
2012 Oklahoma 20 20 41.9 .517 .373 .864 7.4 3.7 1.4 1.2 28.5
2013 Oklahoma 11 11 44.1 .455 .314 .830 9.0 6.3 1.3 1.1 30.8
2014 Oklahoma 19 19 42.9 .460 .344 .810 8.9 3.9 1.0 1.3 29.6
2016 Oklahoma 18 18 40.3 .430 .282 .890 7.1 3.3 1.0 1.0 28.4
2017 Warriors 15 15 35.5 .556 .442 .893 8.0 4.3 0.8 1.3 28.5
2018 Warriors 21 21 38.4 .487 .341 .901 7.8 4.7 0.7 1.2 29.0
2019 Warriors 12 12 36.8 .514 .438 .903 4.9 4.5 1.1 1.0 32.3
Carreira 139 139 40.3 .475 .352 .864 7.7 4.0 1.0 1.2 29.1

Carreira na seleçãoEditar

Durant foi selecionado para a Seleção Americana de Basquetebol que disputou o Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino de 2010.[50] No torneio, ele liderou a equipe dos EUA no seu primeiro título mundial da FIBA ​​desde 1994, sendo MVP no torneio. Suas médias finais foram de 22,8 pontos, 6,1 rebotes, 3,1 assistências e 1,4 roubadas de bola por jogo em nove jogos.

Nas Olimpíadas de 2012, Durant estabeleceu o recorde de pontos totais em um torneio olímpico de basquete.[51] Com médias de 19,5 pontos, 5,8 rebotes, 2,6 assistências e 1,6 roubadas de bola por jogo, ele ajudou a equipe nacional a ficar invicta no caminho para uma medalha de ouro. No jogo final do torneio, ele foi o cestinha do jogo com 30 pontos.[52]

Menos de um mês antes do início da Campeonato Mundial de Basquetebol Masculino de 2014, Durant anunciou que iria abandonar a competição, citando a exaustão mental e física como razões para sua partida.[53]

Ele voltou à equipe dos EUA em 2016 para as Olimpíadas, onde os levou a uma medalha de ouro.[54] Em reconhecimento por suas performances, Durant foi nomeado o Atleta Masculino do Ano de Basquete dos EUA em 2016, juntamente com Carmelo Anthony, pela segunda vez em sua carreira.[55]

Perfil do jogadorEditar

 
Durant jogando em um jogo entre a Drew League e a Goodman League em agosto de 2011

Embora a altura de Durant seja oficialmente listada como 2,06 m, ele afirmou que na verdade ele tem 2,10 m com os pés descalços e 2,13 m com sapatos.

Considerado como um dos melhores jogadores de sua geração,[56] Durant ganhou oito seleções para a All-NBA Team (2009-14, 2016-18) e foi eleito o Novato do Ano. Ele também ganhou um prêmio de MVP e terminou em segundo na votação três vezes,[57] uma tendência pela qual ele expressou frustração.[58]

Durant é mais conhecido por sua capacidade de pontuação prodigiosa. De 2010 a 2014, ele ganhou quatro títulos de pontuação, tornando-se um dos únicos dois jogadores a vencer quatro títulos de pontuação em um período de cinco anos.

No início da carreira de Durant, ele foi criticado por sua estrutura magra, por sua defesa e pelo seu passe. Com o tempo, ele cresceu como passador, aumentando seus números de assistência todos os anos de 2010 a 2014, embora sua visão geral ainda estivesse atrás dos melhores passadores da liga. Ele também mostrou uma melhora defensiva, com os adversários tendo uma média de apenas 0,62 pontos por jogo contra ele em 2014. Ao ir para o Golden State, ele se tornou um ótimo defensor e em 2018 foi considerado para o Prêmio de Jogador defensivo do Ano.[59]

Fora das quadrasEditar

 
Durant assina um autógrafo nas instalações do Seattle SuperSonics em janeiro de 2008.

Durant é muito próximo de sua mãe, Wanda, um relacionamento que foi detalhado no filme Lifetime The Real MVP: The Wanda Pratt Story.[60] Durante seu tempo no Thunder, Durant se descreveu como um "garoto do ensino médio" que gosta de jogar videogame no seu tempo livre.[61]

Ele é dono de várias propriedades na área de Oklahoma City e listou sua residência principal, localizada no afluente bairro de Club Villa, à venda por US $ 1,95 milhão em 2013.[62] Nesse mesmo ano, ele abriu um restaurante, KD's Southern Cuisine, no bairro de Bricktown e brevemente ficou noivo de Monica Wright, uma jogadora da WNBA.[63] Em 2016, ele foi um fotógrafo credenciado pelo The Players Tribune no Super Bowl 50.[64]

Durant foi anteriormente representado pelos agentes Aaron Goodwin e Rob Pelinka.[65] Ele deixou Pelinka em 2013 e assinou com o grupo Roc Nation, liderado por Jay-Z.[66] Durant tem acordos de patrocínio com Nike, Sprint, Gatorade, Panini, General Electric e 2K Sports.[67]

Em 2013, ele arrecadou US $ 35 milhões, tornando-o o quarto jogador de basquete com o maior salário naquele ano. Em entrevista à Sports Illustrated, Durant afirmou que, apesar de seu alto potencial de ganhos, "o marketing global e todas essas coisas" não lhe interessam.

Um dos jogadores mais populares da liga, a camisa de Durant é classificada regularmente como uma das campeãs de vendas da NBA e ele é sempre um dos principais ganhadores de prêmios All-Star. No início de sua carreira, ele desenvolveu uma reputação por seu comportamento amável; em 2013, a Foot Locker lançou uma série de comerciais chamando-o de "o cara mais legal da NBA" e se tornou uma figura amada em Oklahoma City. Em 2014, ele fez uma parceria com os lanches KIND e lançou o StrongAndKind.com para mostrar "ser gentil não é um sinal de fraqueza". Desde que se juntou aos Warriors, ele se tornou mais franco e controverso; por exemplo, ele esteve envolvido em uma briga no Twitter com C.J. McCollum em julho de 2018. Durant admitiu sentir-se mais genuíno em Golden State do que em Oklahoma City, onde estava "apenas tentando agradar a todos".

Ao longo de sua carreira, Durant participou de causas filantrópicas. Em 2013, ele prometeu US $ 1 milhão à Cruz Vermelha Americana pelas vítimas do tornado de Moore em 2013. Sua generosidade inspirou o Thunder e a Nike a combinar com sua doação.[68]

Em 2017, Durant se envolveu com o YouTube. Em fevereiro, ele visitou a sede do YouTube para um discurso. Em 7 de abril de 2017, ele criou uma conta no YouTube e logo começou a fazer vlogs de transmissão ao vivo. Em seu primeiro vlog, ele detalhou: "Estou tão empolgado porque saí das mídias sociais. Saí do Instagram, Twitter, todas essas coisas, só para me distanciar um pouco. Mas alguém me convenceu a entrar no YouTube." Em junho de 2019, o canal do YouTube da Durant recebeu mais de 760.000 inscritos e 31 milhões de visualizações de vídeos. Em 13 de fevereiro de 2018, a Deadline informou que Durant, em parceria com o Imagine Television do produtor Brian Grazer, criará um drama com roteiro de basquete para a Apple.[69]

 
Camisa nº 35 de Durant aposentada por Texas

Prêmios e HomenagensEditar

Referências

  1. «Teammates have fun with Kevin Durant». nba.com. Consultado em 25 de março de 2017 
  2. «Thunder fans troll Kevin Durant with so many cupcakes». USA Today. Consultado em 25 de março de 2017 
  3. «NBA.com». nba.com. Consultado em 19 de abril de 2016 
  4. «Kevin Durant é o novo jogador do Golden State Warriors». sobeabola.com.br. Consultado em 4 de julho de 2016 
  5. «"Draft 2007"» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  6. «"October 31, 2007 boxscore: SuperSonics 103, Nuggets 120"» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  7. «"Sonics' Kevin Durant named NBA rookie of the year"» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  8. «Durant's Twitter Contract Extension Announcement» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  9. «"2010–11 Scoring leaders: Points per game"» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013. Arquivado do original em 9 de agosto de 2013 
  10. «"2011 NBA All-Star Game Box Score"» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  11. «"2011–2012 Conference Regular Season Standings"» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  12. «Kevin Durant wins All-Star Game MVP» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  13. «Série 2 west» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  14. «Durant scores 52, Thunder top Mavs 117–114 in OT» (em inglês). Consultado em 16 de maio de 2013 
  15. «"Grizzlies derrotam Thunder, fazem história e chegam à final de Conferência pela primeira vez"». Consultado em 16 de maio de 2013 
  16. «"Com 54 pontos, Durant alcança recorde e Oklahoma bate o Golden State"». Consultado em 19 de março de 2014 
  17. «"Durant surpasses Jordan record "» (em inglês). Consultado em 8 de abril de 2014 
  18. «Durant e Westbrook fazem jogo monstruoso, Thunder aproveita rival suspenso e passa pelos Grizzlies». Consultado em 16 de maio de 2014 
  19. «Durant resolve, Thunder bate Clippers e pega Spurs na decisão do Oeste». Consultado em 16 de maio de 2014 
  20. «Spurs vencem Thunder na prorrogação, fecham série e terão chance de vingança contra Heat». Consultado em 1 de junho de 2014 
  21. «My Next Chapter | By Kevin Durant». The Players' Tribune (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  22. «Why Kevin Durant's Decision Is Worth Cheering For». Time (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  23. Zillgitt, Jeff. «How Kevin Durant's decision to join Warriors affects the NBA». USA TODAY (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  24. Leonard, Peter Botte, Pat. «Kevin Durant's move to leave Thunder for Warriors is worse than LeBron James' 'Decision': That's Debatable». nydailynews.com. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  25. «Kevin Durant says he initially regretted his decision to join the Warriors». CBSSports.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  26. «Durant in new documentary: Bullies say 'I took the easy way out'». NBCS Bay Area. 11 de julho de 2017. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  27. «Warriors Sign Free Agent Forward Kevin Durant». Golden State Warriors (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  28. «Durant joins Curry, will sign deal with Warriors». ESPN.com (em inglês). 4 de julho de 2016. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  29. «Kevin Durant stuns NBA with move to the Warriors». SI.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  30. «Spurs vs. Warriors - Game Recap - October 25, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  31. «Timberwolves vs. Warriors - Game Recap - November 26, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  32. «Warriors vs. Thunder - Game Recap - February 11, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  33. «Pelicans vs. Warriors - Game Recap - April 8, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  34. «2016-17 NBA Standings». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  35. «Cavaliers vs. Warriors - Game Recap - June 1, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  36. «Kevin Durant is your 2017 NBA Finals MVP». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  37. Blinebury, Fran. «Golden State Warriors forward Kevin Durant claims Finals MVP». NBA.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  38. Nathan, Alec. «Kevin Durant Reportedly Declines Warriors Contract Option, Expected to Re-Sign». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  39. Winfield, Kristian (3 de julho de 2017). «Kevin Durant will take nearly $7 million pay cut to keep the Warriors together». SBNation.com. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  40. «Warriors Re-Sign Curry, Durant, Iguodala, Livingston, Pachulia and West to Contracts». Golden State Warriors (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  41. «Clippers vs. Warriors - Game Recap - January 10, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  42. «Warriors vs. Cavaliers - Game Recap - June 8, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  43. «Warriors Re-sign Forward Kevin Durant». Golden State Warriors (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  44. «KD's goal for free agency? 'Get as much money as I can'». NBCS Bay Area. 24 de dezembro de 2018. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  45. Conway, Tyler. «Steve Kerr: 'Feasible' Kevin Durant Could Return from Injury After 1 Practice». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  46. reports, From NBA Twitter and media. «Kevin Durant confirms he suffered ruptured right Achilles». NBA.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  47. «What's 'The Boardroom?' Fans discover after KD chooses Nets». SI.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  48. release, Official. «Warriors CEO Joe Lacob releases statement on Kevin Durant». NBA.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  49. «Brooklyn Nets Acquire 10-time All-Star and Two-time NBA Champion Kevin Durant». Brooklyn Nets (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  50. «Sheridan: The reluctant face of Team USA». ESPN.com (em inglês). 21 de julho de 2010. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  51. «A look back at London 2012's final day». USATODAY.COM. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  52. «Instant Analysis: Team USA 107, Spain 100». ESPN.com (em inglês). 12 de agosto de 2012. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  53. «Kevin Durant totally dropped out of Team USA because of the Paul George injury». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  54. «Roster». www.usab.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  55. «Anthony And Durant Share USA Basketball Male Athlete Of The Year Award». www.usab.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  56. McCallum, Jack. «SI's 20 best NBA players of the last 20 years». SI.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  57. «NBA.com: LeBron James named 2009-10 NBA MVP presented by Kia». web.archive.org. 3 de maio de 2013. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  58. «Oklahoma City Thunder's Kevin Durant tells Sports Illustrated he's sick of second | The Point Forward - SI.com». web.archive.org. 25 de outubro de 2013. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  59. Tjarks, Jonathan (13 de fevereiro de 2018). «Kevin Durant's Defensive Player of the Year Candidacy Isn't Perfect, but It's Real». The Ringer. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  60. Petski, Denise; Petski, Denise (3 de fevereiro de 2016). «Lifetime Sets Movie About Kevin Durant's Mom; Queen Latifah Produces, Cassandra Freeman Stars». Deadline (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  61. «Kevin Durant on his hobbies, Twitter and who could beat him 1-on-1 | New Daily Thunder.com». web.archive.org. 3 de janeiro de 2013. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  62. «Kevin Durant is selling his house in Oklahoma City for a mere $1.95 million». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  63. «Thunder's Durant engaged to Lynx's Wright». ESPN.com (em inglês). 8 de julho de 2013. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  64. «Kevin Durant works as credentialed photographer at Super Bowl 50». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  65. «Thunder's Durant splits from agent Goodwin». ESPN.com (em inglês). 18 de fevereiro de 2012. Consultado em 4 de setembro de 2019 
  66. «Kevin Durant leaves agent, may work with Jay-Z». USA TODAY (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  67. Badenhausen, Kurt. «Kevin Durant Is On The Verge Of Global Stardom». Forbes (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  68. «Kevin Durant taps Nike to donate $1M in products, sneaker profits to Oklahoma tornado relief». sports.yahoo.com (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 
  69. Chmielewski, Dawn C.; Chmielewski, Dawn C. (13 de fevereiro de 2018). «NBA Superstar Kevin Durant Teams With Brian Grazer On Apple Scripted Series». Deadline (em inglês). Consultado em 4 de setembro de 2019 

Ligações externasEditar