Abrir menu principal

Welker Marçal Almeida, também conhecido apenas como Kieza, (Vitória, 24 de setembro de 1986), é um jogador brasileiro que atua como atacante. Atualmente joga pelo Fortaleza, emprestado pelo Botafogo.

Kieza
Informações pessoais
Nome completo Welker Marçal Almeida
Data de nasc. 24 de setembro de 1986 (33 anos)
Local de nasc. Vitória (ES), Brasil
Nacionalidade brasileiro
Altura 1,80 m[1]
Destro
Apelido Kieza
K9
Informações profissionais
Clube atual Fortaleza
Número 86
Posição Atacante
Clubes de juventude
2003–2006 Serra
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2007–2008
2008–2009
2009
2009–2010
2010
2010–2011
2011–2012
2012
2012–2013
2013–2016
2014–2015
2016
2016–2018
2018–
2019–
Serra
Desportiva
Americano
Fluminense
Cruzeiro
Ponte Preta
Náutico
Al-Shabab
Náutico
Shanghai Shenxin
Bahia (emp.)
São Paulo
Vitória
Botafogo
Fortaleza (emp.)
0000 0000(0)
0000 0000(0)
0019 0000(8)
0021 0000(7)
0005 0000(2)
0007 0000(1)
0047 000(27)
0019 0000(7)
0023 000(16)
0034 000(13)
0072 000(33)
0002 0000(0)
0080 000(25)
0051 000(11)
0011 0000(0)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 22 de setembro de 2019.

CarreiraEditar

SerraEditar

Kieza foi revelado para o futebol pelo time tradicional da Grande vitoria Sociedade Desportiva Serra Futebol Clube[2] do Espírito Santo em 2007. Se destacou no Estadual, sendo comprado pela Desportiva Ferroviária em 2008.

Desportiva FerroviáriaEditar

Foi um dos destaques da Copa Espirito Santo de Futebol 2008 e obteve destaque suficiente para ser negociado com o Americano de Campos dos Goytacazes do Rio de Janeiro. Pela Desportiva Ferroviária Kieza sagrou-se campeão e foi eleito artilheiro da Copa Espirito Santo de Futebol com 12 gols, seu primeiro título profissional.

AmericanoEditar

Na Copa do Brasil de 2009 marcou três gols no jogo contra o Santa Cruz em Recife.[3] O placar final do jogo foi 4 a 2 para o Americano, que assim eliminou o time da casa na competição. Na fase seguinte marcou um gol na partida contra o Botafogo no Engenhão.[4] O placar final foi de 2 a 1 para o time da casa, o que levou a decisão da vaga para os pênaltis, já que o Americano vencera o primeiro jogo pelo mesmo placar. Na disputa de pênaltis o time de Campos venceu por 5 a 4, eliminando o anfitrião da competição.

No Campeonato Carioca, Kieza ajudou seu time a ser campeão do Torneio Moisés Mathias de Andrade, após derrotar por 1 a 0 a equipe do Mesquita no Maracanã. Na ocasião, Kieza marcou o gol da vitoria aos quarenta e quatro minutos do segundo tempo.[5] Na competição o atacante foi um dos artilheiros do time marcando quatro gols, chamando assim a atenção do Fluminense.

FluminenseEditar

O tricolor resolveu comprar o jogador para ser mais uma peça de reposição. O técnico Carlos Alberto Parreira não vinha dando chances a Kieza no Brasileirão, porém, com a entrada de Renato Gaúcho,[6] o jogador teve uma chance e entrou no jogo contra o Atlético Mineiro após Fred sair contundido e marcou o gol do time na partida. No jogo seguinte, contra o Cruzeiro, Kieza marcou o gol de empate do Fluminense, fazendo o tricolor carioca escapar da derrota em pleno Maracanã. Com Fred ainda contundido, Kieza se tornou titular do Fluminense e teve boas apresentações, chegando a ser em determinado momento artilheiro da equipe no Campeonato Brasileiro com 5 gols. O jogador, contudo, caiu de produção e perdeu seu espaço no time com a volta do principal goleador do Fluminense, sendo mais uma vez opção no banco de reservas.[7]

CruzeiroEditar

No dia 13 de fevereiro de 2010 rescindiu seu contrato com o Fluminense, pois não estava nos planos do técnico Cuca, para a temporada.[8] Assim, em fevereiro de 2010, acertou seu contrato com o Cruzeiro.[9] Para contratar o atacante, o Cruzeiro desembolsou nada menos que R$ 2 milhões, por 50% dos direitos econômicos (a outra metade pertenceu à empresa Ability). Foi, então, o 11º maior investimento da história do clube em um atleta.[10]

Marcou seu primeiro gol com a camisa celeste num jogo contra o América Mineiro, válido pelo Campeonato Mineiro de 2010.[11]

No início de 2012, após se destacar no Náutico na disputa Série B de 2011, Kieza teve 50% dos direitos econômicos vendidos para um grupo de investidores. Os valores do negócio não foram revelados.[12][13][14]

Ponte PretaEditar

Ainda em 2010, o atacante disputou a Série B pela Ponte Preta. O jogador foi emprestado ao clube paulista até maio de 2011, mas acabou retornando ao Cruzeiro no fim do ano.[15]

NáuticoEditar

Sua primeira passagem pelo Náutico foi em 2011, o ano em que teve o maior sucesso em sua carreira.[16] Assinou contrato de 1 ano através de empréstimo pelo Cruzeiro. Terminou a temporada como ídolo da torcida, vice-campeão e artilheiro da Série B de 2011, com 21 gols.[17] No total foram 27 gols, adicionando os 5 marcados no Campeonato Pernambucano e 1 na Copa do Brasil.

Com o fim do seu contrato, o clube da Rosa e Silva procurou o renová-lo, novamente por empréstimo do Cruzeiro Esporte Clube. Entretanto, esbarrou na recusa e no empenho do clube celeste em vender os 50% dos direitos federativos que detinha do jogador. O Náutico buscou alternativas e chegou a oferecer uma quantia em dinheiro e parte dos direitos federativos de uma grande promessa das suas divisões de base, o meia Marcos Vinícius de 17 anos.[18] Porém, o impasse continuou,[19] já que a empresa Ability Sports Group do empresário Fred Souza, detentora dos outros 50% dos direitos do atleta, também tinha o interesse em vender sua parte e só liberaria o atleta após a opção de compra.[20]

Sem dinheiro suficiente, o Náutico desistiu da negociação. Kieza, então, foi negociado com outro grupo empresarial e colocado no futebol árabe. Há de ressaltar que em meio a todo o imbróglio, Kieza nunca escondeu o desejo de voltar a atuar pelo Clube Náutico Capibaribe.

Al-ShababEditar

No dia 26 de janeiro de 2012, Kieza acerta com o Al-Shabab,[21] num contrato de 6 meses e opção de compra após o término. Pelo clube árabe marcou 12 gols.[22]

Segunda passagem pelo NáuticoEditar

Foi anunciado seu retorno no dia 16 de junho e com contrato até 30 de junho de 2013. Voltou ao Náutico sendo o artilheiro do time com 13 gols no campeonato brasileiro.[23] Seu último gol pelo Náutico no Campeonato Brasileiro foi em 4 de novembro, contra o Internacional em que seu time venceu por 3 a 0.[24] Na última partida do campeonato brasileiro da série A de 2012, Kieza perdeu um pênalti contra o rival Sport e o gol que rebaixou o rubronegro foi feito por Araújo aos 19 do segundo tempo.[25] Logo após a partida, o jogador, como de costume, comemorou juntamente com a torcida e com alguns de seus companheiros de time. Ainda emocionado com a classificação para a Copa Sul-Americana e com o bom desempenho do Náutico durante o campeonato, Kieza declarou amor ao clube e disse que deseja prosseguir sua carreira no Timbu.[26]

Em 2013, recebeu uma proposta de um clube da Ásia em 22 de fevereiro de 2013, e acertou sua tranferência para o futebol chinês em 23 de fevereiro.[27]

Shanghai ShenxinEditar

Em fevereiro de 2013, Kieza acertou um contrato de três anos com o clube chinês[28]Em 11 de maio de 2013, marcou dois gols contra o Dalian Aerbin na vitória por 2 a 1 pelo campeonato chinês.

BahiaEditar

Em julho de 2014, o jogador fez exames médicos e assinou contrato por uma temporada com o Esporte Clube Bahia. Em 2015, renovou o contrato por mais um ano. No dia 3 de outubro de 2015, Kieza sofreu uma polêmica no BA-VI após ser expulso aos 46 minutos do primeiro tempo por ter ajeitado a bola no braço antes de concluir o gol. Após o término do primeiro tempo, Kieza deixou o campo nervoso e agrediu repórteres que tentavam entrevista-ló. A torcida ficou revoltada e começou a atirar objetos contra o árbitro. O atacante foi julgado pelo STJD e suspenso por três jogos. O atacante retornou a jogar contra o Santa Cruz. Chegou até fazer um gol de honra, mas o Bahia acabou perdendo de virada por 2 a 1 .[29]

São PauloEditar

No dia 18 de janeiro de 2016, foi anunciado como novo jogador do São Paulo, assinando um contrato pelas próximas três temporadas.[30]

VitóriaEditar

No dia 16 de março de 2016, foi vendido pelo São Paulo para o Vitória, assinando um contrato pelas próximas três temporadas, na chegada do atacante a Salvador foi recebido pela torcida com muita festa no Aeroporto, no dia 18 de março numa sexta feira participou de uma cerimônia no Barradão lotado junto com os jogadores Dagoberto e Victor Ramos. Sua estreia foi contra o Flamengo de Guanambi.

BotafogoEditar

Em 26 de janeiro de 2018, acertou por duas temporadas com o Botafogo.[31] Diante do Flamengo pela semifinal da Taça Guanabara 2018, marcou seu primeiro gol com a camisa alvinegra. Terminou o ano na artilharia do time com Brenner, ambos marcando 10 gols.[32]

FortalezaEditar

Em decorrência da contratação de Diego Souza e da concorrência no setor de ataque, no dia 23 de abril de 2019 o Botafogo cedeu Kieza por empréstimo ao Fortaleza até o final da temporada.[33]

TítulosEditar

Referências

  1. «Perfil de Welker Marçal Almeida». Consultado em 3 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 19 de janeiro de 2011 
  2. Placar http://esporte.ig.com.br/futebol/kieza/l1237865225010.html]] de 2013 de %5b%5b2013%5d%5d 🔗 Verifique valor |url= (ajuda)  Em falta ou vazio |título= (ajuda)
  3. «Santa empolga no início, mas frusta torcida no fim». Diário de Pernambuco. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 [ligação inativa]
  4. «Americano elimina o Botafogo nas cobranças de pênaltis». iG. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  5. «Com gol no fim, Americano vence Mesquita e leva Troféu Moisés». Jornal do Brasil. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  6. «Pupilo de Renato Gaúcho, Kieza brilha e agradece conselhos do treinador». GloboEsporte. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  7. «Pouco aproveitado no Fluminense, capixaba Kieza é assediado por Palmeiras e Santos». Gazeta Online. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  8. «Kieza rescinde contrato e deixa o Fluminense». R7. Consultado em 26 de fevereiro de 2013. Arquivado do original em 3 de março de 2016 
  9. «Cruzeiro contrata atacante Kieza, ex-Fluminense». SuperEsportes. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  10. Preteridos Bernardo e Kieza são artilheiros e disputam a ponta nas Séries A e B
  11. «Kieza comemora seu primeiro gol com a camisa cruzeirense». GloboEsporte. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  12. Cruzeiro vende direitos econômicos de Kieza para investidores
  13. «Kieza Facts». Consultado em 6 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 19 de setembro de 2012 
  14. «Clube contrata atacante Kieza, ex-Fluminense». Consultado em 6 de dezembro de 2012. Arquivado do original em 9 de março de 2012 
  15. «Kieza acerta com a Ponte Preta até o final do Paulistão». iG. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  16. «Náutico: Kieza é o maior artilheiro do Nordeste na temporada 2011». GloboEsporte. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  17. «Kieza: o dono da artilharia da Série B». GloboEsporte. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  18. «Náutico pode negociar jovem com o Cruzeiro para renovar com Kieza». UOL. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  19. «Após reunião com diretoria do Cruzeiro, Kieza segue com futuro indefinido». SuperEsportes. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  20. «Cruzeiro bate o pé: Náutico só terá Kieza se pagar pelo atacante». GloboEsporte. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  21. «Atacante Kieza assina com Al-Shabab dos Emirados Árabes». GloboEsporte. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  22. «Presidente do Náutico diz que clube fez contraproposta pela permanência de Kieza». SuperEsportes. Consultado em 26 de fevereiro de 2013 
  23. Globoesporte Artilharia do Brasileirão de 2012
  24. Souza brilha com dois gols de falta, e Náutico atropela o Inter nos Aflitos
  25. Náutico vence por 1 a 0 nos Aflitos e decreta queda do Sport para a série B
  26. http://globoesporte.globo.com/futebol/times/nautico/noticia/2012/12/apos-perder-penalti-kieza-volta-declarar-amor-eterno-ao-nautico.html
  27. «Kieza troca Náutico por futebol chinês e diz à torcida: "é um até logo"». Consultado em 24 de Fevereiro de 2013 
  28. «Fora do Náutico, Kieza acerta contrato de três anos com clube chinês». Lance!Net. Consultado em 3 de Março de 2013 
  29. «Kieza é o novo reforço do ataque do Bahia até o fim da temporada». Portal Gazeta Esportiva. 11 de julho de 2014. Consultado em 13 de agosto de 2014 
  30. «Kieza reforça o ataque tricolor!». Site oficial do São Paulo FC. 18 de janeiro de 2016. Consultado em 18 de janeiro de 2016 
  31. «Fim da novela! Botafogo chega a acordo com Vitória e fecha contratação de Kieza». Globoesporte.com. 26 de janeiro de 2018 
  32. Iglesias, Lucas Antonio Luz (16 de dezembro de 2018). «Botafogo: Confira os principais goleadores do time em 2018». Torcedores.com. Consultado em 5 de maio de 2019 
  33. «Fortaleza anuncia contratação do atacante Kieza». Gazeta Esportiva. 23 de abril de 2019. Consultado em 5 de maio de 2019 

Ligações externasEditar