Abrir menu principal

Killing Is My Business... and Business Is Good!

Killing Is My Business... and Business Is Good!
Capa de substituição, improvisada e de baixo orçamento desenhada pela Combat Records.
Álbum de estúdio de Megadeth
Lançamento Junho de 1985
Gravação Dezembro de 1984 - Janeiro de 1985 no Indigo Ranch Studios em Malibu, Califórnia.
Gênero(s)
Duração 31:33
43:43 (Remasterizado)
Gravadora(s) Combat, Relativity, Loud
Produção Dave Mustaine e Karat Faye
Cronologia de Megadeth
Peace Sells... but Who's Buying?
(1986)
Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
Allmusic 3 de 5 estrelas. [1]
Allmusic 3 de 5 estrelas. [2]
PopMatters (Favorable) [3]
Symbol unlikely.svg Esta tabela precisa de ser acompanhada por texto em prosa. Consulte o guia.

Killing Is My Business... and Business Is Good! é o álbum de estreia da banda americana de Thrash metal, Megadeth, lançado em junho de 1985 pela Combat Records. Durante o início de 1985, a banda recebeu 8.000 dólares da Combat Records para gravar e produzir seu álbum de estreia, mas isso provou não ser suficiente e então a banda recebeu mais US $ 4.000. Porém a maior parte do orçamento foi gasto em drogas, álcool e alimentos, ou seja, a banda foi forçada a demitir seu produtor original e produzir o álbum por si só. Apesar da produção precária, Killing Is My Business... And Business is Good! foi muito bem recebido e é considerado um clássico do metal mundial.

Índice

Visão geralEditar

Dois meses após o guitarrista Dave Mustaine ser despedido do Metallica, devido à bebida, uso de drogas, comportamento violento e conflitos de personalidade com os demais membros da banda, Mustaine e o baixista David Ellefson fundaram o Megadeth em Los Angeles. Mustaine mais tarde disse: "Depois de ser demitido do Metallica, tudo que eu lembro é que eu queria sangue, o deles. Eu queria ser mais rápido e mais pesado do que eles ".

Impulsionado pelo desejo de vingança, Mustaine aumentou a intensidade de algumas músicas do Megadeth, como " Mechanix ", que o Metallica adotou num ritmo mais lento e denominado The Four Horsemen.

Depois de não obter sucesso na procura de um vocalista por quase seis meses, Mustaine decidiu assumir a posição, enquanto servia também como letrista principal da banda, principal compositor e guitarrista. No início de 1984, o Megadeth gravou três demos, e após mostrar talento nelas, o Megadeth foi convidado a assinar contrato com a gravadora Combat Records.

O álbum vendeu mais de 200.000 cópias. Um bom número por ser um álbum lançado por um selo de gravação independente. Foi remasterizado em 2002, com novas faixas.

FaixasEditar

Todas faixas foram compostas e escritas por Dave Mustaine, exceto onde anotado.

N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Last Rites / Loved to Death"    4:42
2. "Killing Is My Business... And Business Is Good!"    3:08
3. "The Skull Beneath the Skin"    3:48
4. "These Boots"  Lee Hazlewood 3:44
5. "Rattlehead"    3:43
6. "Chosen Ones"    2:56
7. "Looking Down the Cross"    5:03
8. "Mechanix"    4:25
Duração total:
31:25
Re-lançamento 2002
N.º TítuloCompositor(es) Duração
1. "Last Rites / Loved to Death"    4:42
2. "Killing Is My Business... And Business Is Good!"    3:08
3. "The Skull Beneath the Skin"    3:48
4. "Rattlehead"    3:43
5. "Chosen Ones"    2:56
6. "Looking Down the Cross"    5:03
7. "Mechanix"    4:25
8. "These Boots" (censurada)Lee Hazlewood 4:40
9. "Last Rites/Loved to Death" (demo)  4:17
10. "Mechanix" (demo)  4:00
11. "The Skull Beneath the Skin" (demo)  3:12
Duração total:
43:43

Tema das músicasEditar

  • A música "Last Rites/Loved to Death" é sobre um homem que mata a mulher que ama, pois seu amor não é correspondido; aquela velha história de ''se eu não posso tê-la, ninguém mais pode'';
  • "Killing Is My Business...And Business is Good!" fala sobre um assassino que é pago para fazer um serviço, porém quando o termina, é pago por outro para fazer outro serviço, no qual é eliminar o homem que o havia pedido o serviço anterior. De um certo moto, isto vai virando rotina para o assassino;
  • "Skull Beneath The Skin" é uma música sobre rituais satânicos, no qual insinua uma suposta forma de como foi a criação do mascote do Megadeth, Vic Rattlehead;
  • A música "Rattlehead" se refere a um show do Megadeth;
  • A música "Chosen Ones" fala sobre um grupo de guerreiros que devem atravessar a caverna de um monstro; Ela é inspirado pelo filme “Monty Phyton e o cálice sagrado”
  • "Looking Down The Cross" descreve o momento em que Jesus está na cruz quando foi crucificado no Monte Calvário;
  • "Mechanix" fala sobre um homem que imagina fazer sexo com uma mulher em uma oficina em troca de um serviço.

IntegrantesEditar

Referências