Abrir menu principal

Kobukuro

banda musical
Kobukuro
コブクロ
Informação geral
País  Japão
Gênero(s) Folk, pop, rock
Período em atividade 1998—atualmente
Gravadora(s) Minosuke Records
(1999—2000)
Warner Music Japan
(2001—atualmente)
Integrantes Kentarō Kobuchi
Shunsuke Kuroda
Página oficial www.kobukuro.com

Kobukuro (コブクロ?) é uma banda de rock e pop japonesa formada em 1998 e alcançou seu ápice em 2001. A etimologia do nome da banda vêm de dois sobrenomes dos dois membros, Kobuchi "kobu" e Kuroda "kuro".[1]

HistóriaEditar

A primeira música da dupla foi Sakura, logo foi lançado o mini-álbum Saturday 8:pm em 1999. O segundo mini-álbum, Roots of my mind, foi lançado em 2000 por uma gravadora indie, levando a dupla a fazer seus primeiros shows one-man em Osaka.[2]

O álbum Answer foi lançado em 2000 e foi bem recebido pelo público, sendo que em 2001 a dupla assinou um contrato com a Warner Music, na sequência o single chamado Yell de Kobukuro alcança a quanta posição no ranking da Oricon. O álbum Roadmader lançado em 2002 é promovido através de turnês. Subsequentemente foram lançados os álbuns Grapefruits em 2002, Straight em 2003, e Music Man Ship em 2004 todos eles apareceram top 10 das paradas de sucesso. Além do mais, o single Eien Ni Tomo Ni lançado em outubro de 2004 tornou-se por um momento a canção mais popular japonesa.[3]

Nameless World lançado em 2005 foi o primeiro álbum da dupla a alcançar a primeira posição no ranking da Oricon. O single Koko Ni Shika Sakanai Hana foi usado no drama Ruri No Shima e vendeu mais de 400 mil cópias a regravação de Sakura também vendeu mais de 400 mil cópias.[2][3][4]

Em 2006 é lançada a coletânea de sigles chamada All Singles Best que vendeu mais de 2 milhões de cópias.[3] A música Tsubomi foi tema do drama Tokyo Tower ~Okan to boku to, tokidoki, oton~ em 2007,[2] em seguida foi lançado o single Winding Road em colaboração com a cantora Ayaka chegando a segunda posição no ranking da Oricon. O álbum 5296 lançado em 2007 chegou ao topo das paradas de sucesso e vendeu mais de 1.400.000 cópias.[2][3]

Em 2009 Kobukuro lançou Calling que alcançou a primeira colocação no ranking semanal da Oricon onde permaneceu por duas semanas nessa posição.[5][6]

DiscografiaEditar

SinglesEditar

Título Original Nome Romanizado Data de lançamento Vendas
Yell ~エール~ / Bell - 22 de março de 2001 245.390
Wadachi 20 de junho de 2001 53.430
ミス Miss 21 de novembro de 2001 22.360
Kaze 14 de fevereiro de 2002 120.000
願いの詩 / 太陽 Negai no Uta / Taiyō 10 de julho de 2002 37.620
雪の降らない街 Yuki no Furanai Machi 13 de novembro de 2002 27.988
宝島 Takarajima 9 de abril de 2003 24.482
Blue Blue - 27 de agosto de 2003 16.134
Door - 12 de maio de 2004 20.083
永遠にともに / Million Films / ここから Towa ni Tomo ni / Million Films / Koko kara 14 de outubro de 2004 146.265
ここにしか咲かない花 Koko ni Shika Sakanai Hana 11 de maio de 2005 407.200
Sakura 2 de novembro de 2005 430.943
君という名の翼 Kimi to Iu Na no Tsubasa 26 de julho de 2006 106.957
Tsubomi 21 de março de 2007 461.062
蒼く 優しく Aoku Yasashiku 7 de novembro de 2007 211.309
時の足音 Toki no Ashioto 29 de outubro de 2008 240.925
Niji 15 de abril de 2009 102.577
Stay - 15 de julho de 2009 85.691
流星 Ryūsei 17 de novembro de 2010 TBA

MembrosEditar

  • Kentarō Kobuchi (小渕健太郎 Kobuchi Kentarō?, 23 Março de 1977);guitarra, backing vocal e vários outros instrumentos)
  • Shunsuke Kuroda (黒田俊介 Kuroda Shunsuke?, 18 de março de 1977); vocalista)

Referências

  1. (em japonês) «Oricon Japan». Consultado em 19 de março de 2010 
  2. a b c d (em português) «Kobukuro - コブクロ - artistas - JaME Brasil». Consultado em 3 de outubro de 2010 
  3. a b c d (em inglês) «allmusic ((( Kobukuro > Biography )))». Consultado em 3 de outubro de 2010 
  4. (em japonês) «言われてみれば……コブクロとゆずみたいなデュオがアメリカにいない理由は?». Nikkei Business Publications. 16 de abril de 2007. Consultado em 23 de março de 2010 
  5. (em japonês) «矢沢永吉、47作目の最新アルバムで約11年ぶりTOP3». Oricon. 11 de agosto de 2009. Consultado em 11 de agosto de 2009 
  6. (em japonês) «長渕剛、移籍後初のアルバム『FRIENDS』で6年3ヶ月ぶりのTOP3入り». Oricon. 18 de agosto de 2009. Consultado em 18 de agosto de 2009 

Ligações externasEditar