Abrir menu principal
Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou seção está a ser traduzido (desde janeiro de 2014). Ajude e colabore com a tradução.
A Luna 10. A Kosmos 111 deve ter sido muito similar.

Kosmos 111 (em russo: Космос que significa Cosmos), foi a designação de uma missão não tripulada conduzida pela União Soviética, composta por uma espaçonave robótica com intenção de orbitar a Lua.

Índice

A espaçonaveEditar

Fabricada pelo NPO Lavochkin (OKB-301) usando a plataforma tipo E-6C ela se assemelhava à Luna 10, lançada posteriormente. Pesando 1.350 kg no lançamento, sendo 245 kg do módulo orbital, que tinha 1,5 m de altura e 75 cm de diâmetro, com os seguintes instrumentos a bordo:[1]

  • Magnetômetro
  • Espectrômetro de raios gama
  • Cinco contadores de disparo de gás
  • Dois dispositivos de captura de íons e partículas carregadas
  • Detector de micrometeoritos piezoelétrico
  • Detector infravermelho
  • Contadores de fótons de raio-X de baixa energia

A missãoEditar

O lançamento da Kosmos 111, ocorreu em 1 de Março de 1966 as 11:03:49 UTC, através de um foguete Molniya-M, a partir da plataforma 31/6. A missão resultou em falha. O estágio superior do tipo L, perdeu o seu controle de rolagem e não conseguiu colocar a espaçonave em sua trajetória lunar. Ela reentrou na atmosfera dois dias depois.

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Luna 10». NASA-NSSDC. Consultado em 5 de janeiro de 2014 

Ligações externasEditar