Abrir menu principal

O Protetor de Kyōto ( 京都守护职 Kyōto Shugoshoku?) foi um cargo burocrático do shogunato Tokugawa criado em 1862 e que durou até 1868 [1]. O Shugoshoku era responsável por manter a paz na cidade de Kyōto e seus arredores, e neste papel, largamente suplantava o papel do Kyōto Shoshidai que tinha funções parecidas, embora os dois escritórios existiram lado a lado até 1867. Para este exito contava com o Shinsengumi [2]

Matsudaira Katamori de Aizu ocupou o cargo durante a maior parte de sua existência, com a exceção de um breve período em 1864, quando o cargo foi ocupado por Matsudaira Yoshinaga do Domínio de Fukui [3].

Lista dos Kyōto ShugoshokuEditar

  1. Matsudaira Katamori (1862-1864, 1864-1868) [3].
  2. Matsudaira Yoshinaga , também conhecido como Keiei Matsudaira (1864) [3].

Referências

  1. Louis-Frédéric Nussbaum Kyōto-shugoshoku em Japan Encyclopedia, (em inglês) Harvard University Press, 2002 pp. 587 ISBN 9780674017535
  2. Romulus Hillsborough Shinsengumi: The Shogun's Last Samurai Corps . (em inglês) Tuttle Publishing, 2011 ISBN 9784805311196
  3. a b c William G. Beasley (1955). Select Documents on Japanese Foreign Policy, 1853-1868, (em inglês) Oxford University Press, 1955 p. 335
  Este artigo sobre História do Japão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.