Kyrie eleison

(Redirecionado de Kyrie)
Disambig grey.svg Nota: "Kyrie" redireciona para este artigo. Para outros significados, veja Kyrie (desambiguação).

Kyrie eleison (em grego: Κύριε ελέησον, transl. Kýrie eléison, "Senhor, tende piedade") é uma oração da liturgia cristã.

Existem expressões similares em alguns salmos, e nos Evangelhos, mas o testemunho mais antigo de seu uso litúrgico remonta ao século IV, entre a comunidade cristã de Jerusalém, e, no século V, na missa do rito romano, como prece litânica e resposta a determinadas invocações. É usado nas liturgias católicas, ortodoxas, luteranas e anglicanas.

TerminologiaEditar

Além da sua transliteração do grego, Kyrie eleison, a designação desta oração admite vários aportuguesamentos como quírie, kírie, quirielêison, quirielêisom e quirieleisão.[1][2][3][4]

SignificadoEditar

Kyrie é o vocativo da palavra grega κύριος (transl. kyrios, "Senhor"), traduzido livremente como "ó Senhor", enquanto eleison (ελεησον) é o imperativo aoristo do verbo eleéo (ελεεω; "ter piedade", "compadecer-se"). É originário do salmo penitencial 51 (50 na versão LXX), usado como começo de uma antiga oração cristã repetida nas liturgias de denominações católicas, ortodoxas, luteranas, e anglicanas.

Κύριε ἐλέησον, Χριστὲ ἐλέησον, Κύριε ἐλέησον.
Kyrie eleison; Christe eleison; Kyrie eleison.
"Senhor, tende piedade (de nós); Cristo, tende piedade (de nós); Senhor, tende piedade (de nós)".

Uso litúrgicoEditar

No rito tridentino o Kyrie vinha recitado depois do ato penitencial; no rito ambrosiano é recitado até hoje, durante o ato penitencial, e repetido três vezes ao fim da Missa, antes da bênção final.

O Kyrie, por ser geralmente abreviado, faz parte também da missa cantada, formando a parte que se segue ao intróito.

Depois da reforma litúrgica, o Kyrie foi substituído, no rito romano, pela invocação "Senhor, tende piedade." Como o Confiteor é facultativo, coube a este trecho, "Senhor, tende piedade", ter o seu caráter penitencial, que originalmente era secundário, acentuado.

No rito bizantino, em grego, a aclamação Kyrie eleison é cantada diversas vezes, pelos fiéis, em resposta às orações do celebrante (ektenia). Na tradição do antigo eslavo eclesiástico, é traduzido como Hospodi pomiluj.

BibliografiaEditar

  • Hoppin, Richard. Medieval Music. Nova Iorque: W. W. Norton and Co., 1978. ISBN 0-393-09090-6. Págs. 133–134 (cantos gregorianos), 150 (tropos).
  1. «quírie». Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa 
  2. «kírie». Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa 
  3. «quirielêison». Vocabulário Ortográfico Comum da Língua Portuguesa 
  4. «quirieleisão». Dicionário Aulete Digital