Abrir menu principal

Kyrie Irving

basquetebolista estadunidense

Kyrie Andrew Irving (Melbourne, 23 de março de 1992) é um jogador norte-americano de basquete profissional que atua como armador. Atualmente joga pelo Brooklyn Nets na NBA.[1] Desde que foi draftado em 2011, Irving foi selecionado 5 vezes para jogar o NBA All-Star Game (Jogo das Estrelas), estabelecendo-se como um dos jogadores mais populares da liga. Em 2016, conquistou seu primeiro título da NBA, após o Cleveland Cavaliers derrotar o Golden State Warriors nas Finais da NBA. Como membro da Seleção Americana, conquistou a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de 2016 e no Campeonato Mundial de 2014.

Kyrie Irving
Kyrie Irving June 2016 crop.jpg
Irving em 2016
Informações pessoais
Nome completo Kyrie Andrew Irving
Data de nasc. 23 de março de 1992 (27 anos)
Local de nasc. Melbourne, Victoria, Austrália
Altura 1,89 m (6 ft 2 in)
Peso 88 kg (193 lb)
Apelido Uncle Drew
Informações no clube
Clube atual Brooklyn Nets
Número 11
Posição Armador
Clubes de juventude
2010–2011 Duke Blue Devils
Clubes profissionais
Ano Clubes Partidas (pontos)
20112017
20172019
2019-Presente
Cleveland Cavaliers
Boston Celtics
Brooklyn Nets
433 (8232)
127 (3062)
Medalhas
Competidor dos Estados Unidos
Jogos Olímpicos
Ouro Rio 2016 Equipe
Campeonatos Mundiais
Ouro Espanha 2014 Equipe
Copa América Sub-18
Ouro San Antonio 2010 Equipe

Primeiros anosEditar

Irving nasceu em 23 de março de 1992 em Melbourne, na Austrália, filho de pais americanos.[2] Ele é filho de Drederick e Elizabeth Irving e o enteado de Shetellia Irving.[3] Ele tem uma irmã mais velha, Asia, e uma irmã mais nova, London. Seu pai, Drederick, jogou basquete universitário na Universidade de Boston ao lado de Shawn Teague e do treinador Rick Pitino.[4] Depois de completar sua carreira na faculdade, o pai de Irving mudou-se para a Austrália para jogar profissionalmente no Bulleen Boomers na National Basketball League.[5] Irving se mudou para os Estados Unidos quando tinha dois anos de idade.[6][7] Sua mãe, que era metade Sioux, morreu de uma doença quando ele tinha quatro anos e Drederick o criou com a ajuda das tias de Irving.[8]

Irving cresceu em West Orange, Nova Jersey, onde costumava frequentar os jogos da liga de adultos de seu pai.[9] Sua inspiração para jogar na NBA veio depois de jogar na Continental Airlines Arena durante uma viagem de escola na quarta série, quando ele disse: "Eu vou jogar na NBA, eu prometo". Como resultado da ligação de seu pai à Universidade de Boston, Irving passou muito tempo em Boston, inclusive no campo de habilidades de basquete da BU. Na quinta série, ele recebeu uma bolsa de estudos para a Universidade de Boston pelo então treinador Dennis Wolff.[10] Quando adolescente, Irving jogou para os Road Runners da União Atlética Amadora (AAU).[11][12]

Carreira no ensino médioEditar

 
Irving e seu colega de escola e atual jogador do Charlotte Hornets, Michael Kidd-Gilchrist.
 
Irving na St. Patrick High School

Irving estudou na Montclair Kimberley Academy em seu primeiro e segundo ano do ensino médio.

No primeiro ano, ele teve uma média de 26,5 pontos, 10,3 assistências, 4,8 rebotes e 3,6 roubos de bola e se tornou apenas o segundo jogador a marcar 1.000 pontos na escola. Em seu segundo ano, ele levou a MKA ao seu primeiro título estadual de New Jersey Prep 'B'.[13][14]

Depois daquele ano, ele se transferiu para a St. Patrick High School porque sentiu que precisava de um desafio maior. Ele teve que ficar de fora dos primeiros 30 dias da temporada de St. Patrick, devido à transferência. Em St. Patrick, Irving jogou com Michael Kidd-Gilchrist, que foi considerado como um dos melhores jogadores da classe de 2011.

Em sua primeira temporada, Irving obteve a média de 17.0 pontos, 5.0 rebotes, 6.0 assistências e 2,0 roubos de bola e levou a equipe ao seu terceiro título do New Jersey Tournament of Champions em quatro anos. No ano seguinte, St. Patrick foi impedido de jogar o torneio estadual por causa da realização de treinos antes do início permitido.[15] St. Patrick teve um recorde de 24-3 e ganhou o campeonato do condado, Irving terminou seu último ano com 24.0 pontos, 5.0 rebotes e 7,0 assistências.

Ele foi selecionado para jogar no McDonald's All-American Game de 2010 e no Jordan Brand Classic de 2010, onde foi nomeado co-MVP junto com Harrison Barnes.[16][17] Em junho de 2010, Irving fez parte da equipe americana que foi medalha de ouro na Copa América Sub-18.[18]

Informações de recrutamento
Nome Cidade natal Escola Altura Peso Data
Kyrie Irving

PG

West Orange, New Jersey Montclair Kimberley Academy / St. Patrick 1.88 m 79 kg 22 de Outubro de 2009
Ratings: Scout:5/5   Rivals:5/5   247Sports:5/5    ESPN grade: 97/100
Nota: Em muitos casos, Scout, Rivals, 247Sports e ESPN podem entrar em conflito em suas listas de altura e peso. Nestes casos, a média foi obtida. As notas da ESPN estão em uma escala de 100 pontos.

Fontes:[19][20][21][22][23]

Carreira universitáriaEditar

Irving se comprometeu com Duke em 22 de outubro de 2009, em uma transmissão televisiva na ESPNU.[24] Irving jogou com os Blue Devils durante a temporada de 2010-2011 sob o comando do treinador Mike Krzyzewski. Nos oito primeiros jogos da temporada, ele alcançou a média de 17,4 pontos, 5,1 assistências, 3,8 rebotes e 1,5 roubos de bola.

Irving era um forte candidato ao prêmio de Novato do Ano da NCAA até que sofreu uma lesão ligamentar grave no dedão do pé direito durante o nono jogo da temporada.[25] Em 17 de março, um dia antes de Duke jogar contra Hampton na primeira rodada da NCAA - Divisão I, ele retornou para seu primeiro jogo desde sua lesão.[26][27]

Duke avançou para o Sweet Sixteen, mas perdeu para Arizona. Irving marcou 28 pontos no que acabou sendo seu último jogo por Duke.[28]

Carreira profissionalEditar

Cleveland Cavaliers (2011–2017)Editar

Temporada de 2011-12: Novato do AnoEditar

No Draft da NBA de 2011, Irving foi selecionado como a primeira escolha geral pelo Cleveland Cavaliers.[29] Irving foi nomeado para o Rising Stars Challenge de 2012, onde jogou pelo Team Chuck. Irving marcou 34 pontos e foi eleito o MVP do jogo.[30]

Ele também ganhou o prêmio de Novato do Ano da NBA de 2012, com 117 dos 120 votos possíveis.[31] Ele foi a única seleção unânime na Primeira-Equipe NBA All-Rookie.[32] Na temporada, Irving teve uma média de 18,5 pontos, 5,4 assistências.

Temporada 2012–13: Primeira temporada como All-StarEditar

 
Irving durante o aquecimento em 2012

Em um treino em Las Vegas em 14 de julho de 2012, Irving sofreu uma lesão na mão direita depois de supostamente socar uma parede acolchoada depois de cometer um turnover. "Estou um pouco desapontado", disse ele. "Eu tenho que ser mais responsável com a minha saúde. Foi simplesmente louco. Aconteceu tão rápido." Foi anunciado que Irving precisaria de uma cirurgia na mão.[33][34]

No início da temporada de 2012–13, Irving machucou o dedo indicador em uma derrota para o Dallas Mavericks. Ele jogou no próximo jogo dos Cavaliers, mas a lesão obrigou-o a ficar de fora por três semanas. Em outro jogo, enquanto usava uma máscara protetora preta para proteger um osso quebrado que sofreu contra o Milwaukee Bucks, Irving marcou 41 pontos contra o New York Knicks. Ele se tornou o mais jovem jogador da história da NBA a marcar 40 pontos no Madison Square Garden; ele era um ano mais novo que Michael Jordan, que fez isso em 1985.[35]

Os treinadores selecionaram Irving para jogar em seu primeiro All-Star Game. Ele terminou o jogo com 15 pontos, 4 assistências e 3 rebotes.[36] Ele também participou do Rising Stars Challenge novamente, marcando 32 pontos para o Team Shaq.[37] Irving participou também do torneio de 3 pontos e registrou 23 pontos na última rodada para vencer o evento.[38]

Ele terminou sua segunda temporada com médias de 22,5 pontos, 5,9 assistências, 3,7 rebotes e 1,5 roubadas de bola por jogo.

Temporada de 2013–14: MVP do All-Star GameEditar

Os fãs escolheram Irving para ser o capitão da Conferência Leste no All-Star Game de 2014.[39] Ele foi o MVP do All-Star, registrando 31 pontos e 14 assistências enquanto o Leste bateu o Oeste por 163-155.[40]

Em 28 de fevereiro de 2014, Irving teve seu primeiro triplo-duplo da carreira com 21 pontos, 12 assistências e 10 rebotes em uma vitória por 99-79 sobre o Utah Jazz. Este também foi o primeiro triplo-duplo dos Cavaliers desde 16 de março de 2010.[41] Em 5 de abril de 2014, Irving registrou 44 pontos em uma derrota por 96-94 para o Charlotte Bobcats.[42][43]

Nessa temporada, Irving teve uma média de 20,8 pontos, 6,1 assistências, 3,6 rebotes e 1,5 roubos de bola.

Temporada 2014–15: Big Three e primeira Final da NBAEditar

 
Irving dispara um arremesso contra o Dallas Mavericks em 2014

Em 10 de julho de 2014, Irving assinou uma extensão de contrato no valor de US $ 90 milhões com os Cavaliers por cinco anos.[44][45] Sua extensão de contrato veio na esteira do retorno de LeBron James e da chegada de Kevin Love, quando o trio se uniu para iniciar um novo "Big Three" em Cleveland.

Após um início instável da temporada, no qual eles tiveram um recorde de 5-7, os Cavaliers fizeram uma série de oito vitórias consecutivas, com Irving tendo uma média de 19,3 pontos por jogo, incluindo 37 pontos contra o New York Knicks em 4 de dezembro. Após a derrota no dia 11 de dezembro para Oklahoma City Thunder, os Cavaliers passou a vencer apenas mais cinco jogos em dezembro, terminando 2014 com um recorde de 18-14.

 
Irving contra Russell Westbrook em 2015

Os Cavaliers começaram 2015 em 2 de janeiro, quando tiraram uma sequência de três derrotas com a ajuda de Irving. Ele marcou 23 pontos e, com os 27 de Love, os Cavaliers derrotaram o Charlotte Hornets por 91-87.[46] Depois de uma série de seis derrotas consecutivas entre os dias 4 e 13 de janeiro, Irving e James levaram o time a uma série de 12 vitórias consecutivas para levá-los de volta à disputa de playoffs. Durante a sequência, Irving teve uma média de 24,5 pontos por jogo, incluindo 55 pontos em 28 de janeiro contra o Portland Trail Blazsers. Suas 11 bolas de três pontos nesse jogo marcaram um recorde dos Cavaliers, enquanto seus 55 pontos foram a segunda maior marca na história dos Cavaliers (atrás de James) e o maior número marcado em um jogo em casa.[47]

Em 12 de março de 2015, Irving marcou 57 pontos, incluindo uma cesta de três pontos para mandar o jogo para a prorrogação, em uma vitória por 128-125 sobre o San Antonio Spurs.[48] Foi o maior número de pontos de um jogador em um jogo da temporada regular contra o atual campeão desde 14 de janeiro de 1962, quando Wilt Chamberlain marcou 62 pontos para o Philadelphia Warriors em uma derrota para os Celtics.[49] O esforço também superou a maior marca de pontos feitos por um jogador dos Cavaliers, superando a marca de 56 pontos feitos por LeBron James contra o Toronto Raptors em 3 de março de 2005.[50]

Irving ajudou os Cavaliers a vencer 34 de seus 43 jogos finais para terminar a temporada regular como a segunda melhor campanha na Conferência Leste, com um recorde total de 53-29.[51] Em seu primeiro jogo de playoffs da carreira em 19 de abril, Irving marcou 30 pontos na vitória por 113-100 sobre o Boston Celtics no primeiro jogo da primeira rodada. Ele ajudou os Cavaliers a chegar às finais da NBA pela segunda vez na história da franquia, apesar de ter perdido dois jogos nas finais da Conferência Leste contra o Atlanta Hawks, devido a uma lesão no joelho.[52] Depois de deixar o Jogo 1 das Finais da NBA contra o Golden State Warriors na prorrogação com uma lesão no joelho, Irving foi descartado para o resto da série no dia seguinte com uma fratura no joelho esquerdo que exigiu cirurgia, deixando-o de fora por três a quatro meses.[53][54] A equipe perdeu a série para os Warriors em seis jogos.

Temporada de 2015–16: Campeão da NBAEditar

Irving fez sua estréia na temporada em 20 de dezembro, marcando 12 pontos em 17 minutos contra o Philadelphia 76ers.[55] Em 6 de janeiro, ele marcou 32 pontos em uma vitória por 121-115 sobre o Washington Wizards.[56] Em 8 de fevereiro, ele teve 32 pontos e 12 assistências na vitória por 120-100 sobre o Sacramento Kings.[57] Dois dias depois, ele teve 35 pontos em uma vitória por 120-111 sobre o Los Angeles Lakers.[58]

 
Irving durante o aquecimento antes do Jogo 4 das Finais da NBA de 2016 em Cleveland.

Os Cavaliers terminaram a temporada regular como a melhor campanha da Conferência Leste com um recorde de 57-25. Na primeira rodada dos playoffs, os Cavaliers enfrentaram o Detroit Pistons, e na vitória no Jogo 1, Irving marcou 31 pontos.[59] Ele empatou essa marca no Jogo 4 da série, ajudando os Cavaliers a varrer os Pistons. Os Cavaliers passaram pelos playoffs da Conferência Leste com um recorde de 12-2 para chegar às finais da NBA de 2016, onde enfrentaram o Golden State Warriors pelo segundo ano consecutivo.

Irving fez 26 pontos, enquanto os Cavaliers foram derrotados por 104-89 no Jogo 1.[60] Diante de um derrota na série por 3–1, Irving e LeBron James assumiram o Jogo 5, cada um marcando 41 pontos para levar os Cavaliers a uma vitória por 112-97, forçando um Jogo 6. Irving e James se tornaram os primeiros companheiros de equipe a marcar 40 pontos em um jogo de Final da NBA.[61] No jogo 7, Irving acertou uma cesta de três pontos, faltando 53 segundos para o final do jogo, o que levou o Cavaliers a uma vantagem de 92-89 e uma eventual vitória por 93-89.[62]

Os Cavaliers venceram a série por 4-3 e se tornou o primeiro time a se recuperar de um déficit de 3-1 na Final, derrotando o atual campeão Golden State Warriors para encerrar uma seca de 52 anos de campeonatos esportivos em Cleveland.

Temporada de 2016–17: última temporada com os CavaliersEditar

Em 25 de outubro de 2016, depois de receber seu primeiro anel de campeão antes da abertura da temporada, Irving marcou 29 pontos em uma vitória por 117-88 sobre o New York Knicks.[63] Três dias depois, ele marcou 26 pontos e levou os Cavaliers à vitória por 94-91 sobre o Toronto Raptors.[64]

Em 5 de dezembro, ele teve seu 10° jogo com pelo menos 20 pontos, terminando com 24 pontos em uma vitória por 116-112 sobre o Toronto Raptors.[65] Em 21 de dezembro, ele fez 31 pontos e 13 assistências na vitória por 113-102 sobre o Milwaukee Bucks.[66] Em 23 de janeiro de 2017, ele marcou 35 de seus 49 pontos, na segunda metade da derrota por 124-122 para o New Orleans Pelicans - sua quinta derrota em sete jogos.[67]

Em 1 de fevereiro, ele teve 14 assistências em uma vitória por 125-97 sobre o Minnesota Timberwolves.[68] Em 3 de março, ele fez 43 pontos em uma vitória por 135-130 sobre o Atlanta Hawks. No jogo, os Cavaliers estabeleceram o recorde da temporada regular da NBA com 25 cestas de três pontos.[69] Em 19 de março, ele fez 46 pontos na vitória por 125-120 sobre o Los Angeles Lakers.[70] Em 9 de abril, ele teve 45 pontos em uma derrota por 126–125 na prorrogação para Atlanta.[71]

No Jogo 4 da final da Conferência Leste contra o Boston Celtics, Irving marcou 42 pontos e levou os Cavaliers à vitória por 112-99, deixando a série em 3-1.[72] Com 24 pontos no Jogo 5 da série, ele ajudou os Cavaliers a derrotar o Celtics por 135-102 e conquistar seu terceiro título consecutivo da Conferência Leste e uma viagem de volta às Finais da NBA.[73]

Depois de perder a série por 3-0 nas Finais da NBA de 2017, Irving marcou 40 pontos no Jogo 4 para ajudar Cleveland a vencer por 137-116 e estender a série.[74] Mas os Cavaliers perderam para os Warriors no Jogo 5, perdendo assim a série por 4-1.

Boston Celtics (2017–2019)Editar

Temporada de 2017–18Editar

Em julho de 2017, Irving pediu aos Cavaliers para negociá-lo, supostamente querendo ser a única estrela da equipe, em vez de continuar a jogar ao lado de LeBron James.[75][76] No mês seguinte, em 22 de agosto, ele foi negociado para o Boston Celtics em troca de Isaiah Thomas, Jae Crowder, Ante Žižić e uma escolha do draft de 2018.[77] Oito dias depois, os Celtics concordou em enviar aos Cavaliers uma escolha de segunda rodada do Draft de 2020 para completar a troca, como compensação pelo estado físico de Thomas.[78]

 
Irving em sua estréia nos Celtics contra sua antiga equipe, os Cavaliers

Em sua estréia pelos Celtics na abertura da temporada contra os Cavaliers em 17 de outubro de 2017, Irving fez 22 pontos e 10 assistências na derrota por 102-99.[79] Em 30 de outubro de 2017, ele marcou 24 pontos pelo terceiro jogo consecutivo ajudando na vitória sobre o San Antonio Spurs por 108-94. Foi a primeira vitória dos Celtics sobre os Spurs desde 2011. Os 128 pontos de Irving em seus primeiros seis jogos como jogador dos Celtics foram os maiores desde que Kevin Garnett e Ray Allen tiveram 131 jogos em 2007.[80]

Em 6 de novembro de 2017, ele marcou 35 pontos em uma vitória por 110-107 sobre o Atlanta Hawks, registrando seu primeiro jogo de 30 pontos como jogador dos Celtics. Com a vitória sobre o Atlanta, os Celtics aumentaram seu recorde para 9-2 com nove vitórias consecutivas, estabelecendo sua maior série de vitórias em sete anos.

A sequência terminou em 16 jogos com uma derrota para o Miami Heat, dois dias depois. Em 21 de janeiro de 2018, ele marcou 40 pontos em uma derrota por 103-95 para o Orlando Magic. O Celtics acumulou um recorde de 34-10 em meados de janeiro, mas a derrota para Orlando foi a terceira derrota consecutiva na temporada. Em 27 de janeiro de 2018, ele marcou 37 pontos em uma derrota por 109-105 para o Golden State Warriors.[81]

Em 24 de março de 2018, ele foi descartado por três a seis semanas depois de passar por um procedimento minimamente invasivo para remover um fio de tensão no joelho esquerdo. Menos de duas semanas depois, ele foi descartado por toda a pós-temporada, com um tempo de recuperação de quatro a cinco meses,[82] depois de outro procedimento ter sido programado para remover dois parafusos da patela que foram inseridos em 2015 para reparar uma fratura sofrida durante esse período.[83]

Temporada de 2018-19Editar

Na abertura da temporada dos Celtics em 16 de outubro, Irving disputou seu primeiro jogo desde março e teve sete pontos e sete assistências na vitória por 105-87 sobre o Philadelphia 76ers.[84] Em 30 de outubro, com uma média de 14 pontos nos seis primeiros jogos, Irving marcou 31 pontos na vitória por 108-105 sobre o Detroit Pistons.[85] Em 8 de novembro, ele marcou 18 dos seus 39 pontos no último quarto e na prorrogação da vitória por 116-109 sobre o Phoenix Suns.[86]

Em 16 de novembro, ele registrou 43 pontos e 11 assistências em uma vitória por 123-116 na prorrogação contra o Toronto Raptors. Esse foi o seu primeiro jogo com pelo menos 40 pontos e com 10 ou mais assistências. Ele se tornou o primeiro jogador dos Celtics a fazer isso desde Antoine Walker em 2001.[87]

Em 12 de dezembro, ele marcou 38 pontos em uma vitória por 130-125 na prorrogação contra o Washington Wizards.[88] Em 25 de dezembro, ele registrou 40 pontos e 10 rebotes em uma vitória por 121-114 na prorrogação contra os 76ers.[89] Em 16 de janeiro, ele registrou 27 pontos e 18 assistências em uma vitória por 117-108 sobre os Raptors.[90] Em 21 de janeiro, ele teve oito roubos de bola na vitória por 107-99 sobre o Miami Heat.[91]

Em 26 de janeiro, ele registrou 32 pontos e 10 assistências em uma derrota por 115-111 para o Golden State Warriors. Foi seu 11º duplo-duplo com pontos e assistências, tornando-se o primeiro jogador dos Celtics com 11 duplos-duplos desse tipo desde Larry Bird em 1986-87. Foi também o sexto jogo seguido de Irving com pelo menos 25 pontos, igualando o maior período de sua carreira. Em 14 de março, ele registrou seu segundo triplo-duplo da carreira com 31 pontos, 12 assistências e 10 rebotes em uma vitória por 126-120 sobre o Sacramento Kings, tornando-se o primeiro jogador dos Celtics a registrar mais de 30 pontos e um triplo-duplo no mesmo jogo desde Rajon Rondo em fevereiro de 2012.[92] Dois dias depois, ele teve 30 pontos, 11 rebotes e nove assistências em uma vitória por 129-120 sobre o Atlanta Hawks.[93]

Em seu primeiro jogo de playoffs com os Celtics, Irving se tornou apenas o terceiro jogador na história da franquia (se juntando a Isaiah Thomas em 2015 e Jo Jo White em 1972) a ter mais de 20 pontos, cinco assistências e cinco ou mais rebotes em sua estréia na pós-temporada com a equipe, ajudando Boston a derrotar o Indiana Pacers por 84-74 no Jogo 1 da série.[94] No Jogo 2 da série, Irving marcou 37 pontos em uma vitória por 99-91.[95]

Brooklyn Nets (2019-Presente)Editar

O descontentamento de Irving com a equipa dos Celtics foi notório ao longo da temporada 2018-19, pelo que anunciou que sairia da equipa no final dessa mesma temporada. Com a abertura da free agency de 2019, Irving assinou um contrato com os Brooklyn Nets de 4 anos no valor de 141M$, juntando-se a Kevin Durant e a DeAndre Jordan, que assinaram contrato com a equipa no mesmo dia.

Seleção AmericanaEditar

 
Irving com a Team USA no Festival Mundial de Basquete de 2014.

Em 2014, Irving foi convocado pela Seleção America para o Campeonato Mundial.[96] Irving liderou os americanos na competição a medalha de ouro, sendo eleito o MVP do torneio e fazendo 26 pontos na final contra a Seleção Sérvia. Após a conquista, em dezembro de 2014, Irving foi eleito o Atleta Masculino do Ano pela USA Basketball.[97]

Em junho de 2016, foi confirmado pela ESPN que Irving disputaria os Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro.[98] Irving foi peça fundamental da Seleção Americana na conquista da medalha de ouro, se juntando a LeBron James, Michael Jordan e Scottie Pippen, como os únicos jogadores que ganharam a medalha de ouro olímpica e o campeonato da NBA no mesmo ano.[99]

Estatísticas na NBAEditar

LEGENDA
 PJ  Partidas jogadas  PI  Partidas iniciadas  MPJ  Minutos por jogo  AP  Arremessos de quadra (%)
 3P  Arremessos de 3 pontos (%)  LL  Lances-livre (%)  RT  Rebotes por jogo  AS  Assistências por jogo
 BR  Roubos de bola por jogo  TO  Tocos por jogo  PPJ  Pontos por jogo  Negrito  Melhor da carreira
Campeão da temporada da NBA

Temporada RegularEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2011-12 Cleveland 51 51 30.5 .469 .399 .872 3.7 5.4 1.1 0.4 18.5
2012-13 Cleveland 59 59 34.7 .452 .391 .855 3.7 5.9 1.5 0.4 22.5
2013-14 Cleveland 71 71 35.2 .430 .358 .861 3.6 6.1 1.5 0.3 20.8
2014-15 Cleveland 75 75 36.4 .468 .415 .863 3.2 5.2 1.5 0.3 21.7
2015-16 Cleveland 53 53 31.5 .448 .321 .885 3.0 4.7 1.1 0.3 19.6
2016-17 Cleveland 72 72 35.1 .473 .401 .905 3.2 5.8 1.2 0.3 25.2
Total Cleveland 381 381 34.2 .457 .383 .873 3.4 5.5 1.3 0.3 21.6
2017-18 Boston 60 60 32.2 .491 .408 .889 3.8 5.1 1.1 0.3 24.4
2018-19 Boston 67 67 33.0 .487 .401 .873 5.0 6.9 1.5 0.5 23.8
Carreira 508 508 33.8 .465 .390 .875 3.6 5.7 1.3 0.3 22.2
All-Star 4 2 25.0 .653 .538 1.000 5.3 9.3 0.8 0.0 19.8

PlayoffsEditar

Ano Equipe PJ PT MPJ AP 3P LL RT AS BR TO PPJ
2015 Cleveland 13 13 35.7 .438 .450 .841 3.6 3.8 1.3 0.8 19.0
2016 Cleveland 21 21 36.9 .475 .440 .875 3.0 4.7 1.7 0.6 25.2
2017 Cleveland 18 18 36.3 .468 .373 .905 2.8 5.3 1.3 0.4 25.9
Total Cleveland 52 52 36.4 .465 .415 .876 3.1 4.7 1.5 0.6 23.9
Carreira 52 52 36.4 .465 .415 .876 3.1 4.7 1.5 0.6 23.9

Fonte:[100]

Prêmios e HomenagensEditar

Carreira de atorEditar

Em 2012, Irving desempenhou o papel de Uncle Drew em uma série de anúncios da Pepsi Max.[101][102] Ele escreveu e dirigiu o episódio 2, no qual ele estrelou ao lado de Bill Russell e Kevin Love, e o episódio 3, no qual ele estrelou ao lado de Nate Robinson e Maya Moore.[103] Irving também escreveu e dirigiu o episódio 4 de "Uncle Drew", que foi lançado em novembro de 2015, e no qual ele estrelou ao lado de J. B. Smoove e Ray Allen. Irving também estrelou como o personagem em um longa-metragem, "Uncle Drew", que também conta com ex-astros da NBA, e foi lançado em junho de 2018.[104]

Em 2012, Irving apareceu em um episódio da série da Disney XD, Kickin 'It.[105] Em junho de 2017, Irving estrelou um episódio da série, Houzz My Houzz, em que ele surpreendeu seu pai com uma grande reforma em casa.[106]

Em 2018, Irving estrelou Family Guy, emprestando sua voz para o episódio da 17ª temporada "Big Trouble in Little Quahog".

Vida pessoalEditar

Irving gosta de ler e tem um diário. Ele também gosta de cantar, dançar e tocar saxofone barítono. Seu padrinho é o ex-jogador da NBA, Rod Strickland. Seu primo, Isaiah Briscoe, era um jogador de basquete altamente cotado que jogou na Universidade de Kentucky antes de se declarar para o Draft da NBA de 2017.[107]

Irving e sua ex-namorada têm uma filha juntos, Azurie Elizabeth Irving, que nasceu em 23 de novembro de 2015. O nome do meio de Azurie, Elizabeth, foi dado a ela em homenagem à falecida mãe de Irving.[108]

Em maio de 2011, Irving prometeu ao pai terminar seu diploma de bacharel em Duke.[109] No entanto, em 2016, não tendo alcançado o seu grau, ele alegou que estava colocando seus planos em espera, afirmando: "quando eu deixar o basquete, então eu vou me concentrar no próximo passo da minha vida".[110] Em 2015, ele lançou sua coleção PSD Underwear.[111]

Em novembro de 2016, Irving twittou seu apoio aos manifestantes da tribo Standing Rock Sioux que estavam se manifestando contra o oleoduto Dakota Access, em Dakota do Norte. Manifestantes dizem que o oleoduto viola a terra tribal sagrada na Reserva Indígena e representa uma ameaça direta à água limpa que a tribo usa.[112] Em agosto de 2018, Irving e sua irmã mais velha foram oficialmente recebidos na tribo Sioux Standing Rock. A mãe de Irving era membro da tribo e vivia na reserva até sua adoção em tenra idade. Sua falecida avó e bisavós também têm laços com a reserva.[113][114]

A partir da temporada de 2016–17, Irving adotou uma dieta baseada em vegetais, que ele também referenciou em um anúncio da Nike em dezembro de 2017.[115]

Teorias da conspiraçãoEditar

Em fevereiro de 2017, Irving afirmou em uma entrevista para um podcast que ele acredita que a Terra era plana. Em uma entrevista posterior, ele foi menos enérgico em avançar sua crença, encorajando as pessoas a "fazer suas próprias pesquisas" sobre o assunto.[116][117] Em setembro de 2017, Irving negou essas alegações e disse que a mídia o entendeu mal quando ele estava brincando.[118] No entanto, em uma entrevista de junho de 2018, quando perguntado se ele admitiria que o mundo é redondo, ele disse "Eu não sei. Eu realmente não o faço", e acrescentou que as pessoas deveriam "fazer suas próprias pesquisas". Em outubro de 2018, Irving pediu desculpas por seus comentários originais.[119]

Irving também afirmou que acredita em outras teorias da conspiração, como a ideia de que John F. Kennedy foi morto pelo Federal Reserve e que a CIA tentou matar Bob Marley.[120]

Referências

  1. «Página de Kyrie Irving na NBA». www.nba.com. Consultado em 23 de junho de 2016 
  2. «Sharing talent on a big trip home». www.heraldsun.com.au (em inglês). 25 de junho de 2013. Consultado em 23 de abril de 2019 
  3. Schmitt, Mary (26 de junho de 2011). «For Kyrie and Dred Irving, a long, winding road took them to a magical draft night (and the Cleveland Cavaliers)». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  4. «Lee Jenkins: Teague family at heart of basketball's point-guard revolution». SI.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  5. «Kyrie Irving Bio». goduke.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  6. «USA Basketball: Kyrie Irving is Committed to the Red, White and Blue». web.archive.org. 24 de agosto de 2010. Consultado em 23 de abril de 2019 
  7. «Irving rewards father's perseverance». www.yahoo.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  8. «Kyrie Irving finds a missing piece of his life at the Standing Rock reservation». ESPN.com (em inglês). 23 de agosto de 2018. Consultado em 23 de abril de 2019 
  9. Appleman, Jake (29 de fevereiro de 2012). «Kyrie Irving of Cavaliers Is Exceeding Expectations». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  10. Reporter, Gary Washburn-. «Elder Irving watches son's winner with BU teammates - The Boston Globe». BostonGlobe.com. Consultado em 23 de abril de 2019 
  11. Schmitt, Mary (1 de junho de 2011). «Kyrie Irving wants to remain normal, but Cleveland Cavaliers' potential No. 1 pick is anything but, say coaches, teammates». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  12. «Wayback Machine» (PDF). web.archive.org. 15 de setembro de 2012. Consultado em 23 de abril de 2019 
  13. Schmitt, Mary (1 de junho de 2011). «Kyrie Irving wants to remain normal, but Cleveland Cavaliers' potential No. 1 pick is anything but, say coaches, teammates». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  14. «Rivals.com - Kyrie Irving ready to return after wait period». web.archive.org. 10 de dezembro de 2014. Consultado em 23 de abril de 2019 
  15. «St. Patrick banned from state tourney». ESPN.com (em inglês). 14 de fevereiro de 2010. Consultado em 23 de abril de 2019 
  16. [http://www.goduke.com/ViewArticle.dbml?ATCLID=204886340&DB_OEM_ID=4200 «Kyrie Irving Selected For McDonald�s All-American Game»]. goduke.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019  replacement character character in |titulo= at position 35 (ajuda)
  17. Wire, Business (18 de abril de 2010). «Harrison Barnes And Kyrie Irving Named Co-MVPs Of The 2010 Jordan Brand Classic». TheStreet (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  18. «Irving & Hairston Win Gold With USA U18 Team». goduke.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  19. «DevilsIllustrated.com». duke.rivals.com. Consultado em 23 de abril de 2019 
  20. «2010 Basketball Commits». Scout (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  21. «College Basketball Recruiting Schools - ESPN». ESPN.com. Consultado em 23 de abril de 2019 
  22. «2010 Basketball Team Rankings». 247Sports (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  23. «BasketballRecruiting.Rivals.com - UK moves to No. 1 in team rankings». basketballrecruiting.rivals.com. 27 de maio de 2010. Consultado em 23 de abril de 2019 
  24. «The 12th Word at A&M | www.statesman.com». web.archive.org. 13 de maio de 2014. Consultado em 23 de abril de 2019 
  25. «Duke guard Kyrie Irving out indefinitely with toe injury - USATODAY.com». usatoday30.usatoday.com. Consultado em 23 de abril de 2019 
  26. Kirk, Jason (16 de março de 2011). «Kyrie Irving Could Return To Play In NCAA Tournament First Round Vs. Hampton». SB Nation Atlanta. Consultado em 23 de abril de 2019 
  27. WRAL (14 de março de 2011). «Irving says toe feels good, could play in NCAA :». WRALSportsFan.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  28. «Arizona vs. Duke - Game Recap - March 24, 2011 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  29. Hoffman, Benjamin (23 de junho de 2011). «N.B.A. Draft: Cavaliers Choose Kyrie Irving With Top Pick». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331 
  30. «Irving steals Rising Stars Challenge as Lin goes silent». USATODAY.COM. Consultado em 23 de abril de 2019 
  31. Schmitt, Mary (16 de maio de 2012). «Early failure set path to Rookie of the Year success for Cleveland Cavaliers' Kyrie Irving». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  32. «Irving, Rubio headline 2011-12 NBA All-Rookie First Team | NBA.com». web.archive.org. 25 de maio de 2012. Consultado em 23 de abril de 2019 
  33. Schmitt, Mary (15 de julho de 2012). «Cleveland Cavaliers' Kyrie Irving fractures hand in summer league workout». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  34. «Cavs' Irving to have hand surgery Wednesday». ESPN.com (em inglês). 16 de julho de 2012. Consultado em 23 de abril de 2019 
  35. «Irving's career-high 41 can't lift Cavs by Knicks». ESPN.com (em inglês). 16 de dezembro de 2012. Consultado em 23 de abril de 2019 
  36. «2013 NBA All-Star Game Box Score». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  37. «Team Shaq at Team Chuck». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  38. «Irving wins Foot Locker Three-Point Contest». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  39. release, Official. «Curry starts in first All-Star Game; LeBron top vote-getter». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  40. «East at West». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  41. «Jazz at Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  42. «Bobcats at Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  43. NBA (5 de abril de 2014), Kyrie Irving Scores a Career-High 44 Points!, consultado em 23 de abril de 2019 
  44. «Cavaliers and Kyrie Irving Sign Contract Extension». Cleveland Cavaliers (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  45. «Cavs owner on Irving deal: Big piece of plan». ESPN.com (em inglês). 10 de julho de 2014. Consultado em 23 de abril de 2019 
  46. «Cavaliers at Hornets». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  47. «Trail Blazers at Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  48. Haynes, Chris (13 de março de 2015). «Kyrie Irving drops a career-high 57 points to lead Cavaliers over Spurs in overtime». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  49. «Cavaliers vs. Spurs - Game Recap - March 12, 2015 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  50. «Cavaliers at Spurs». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  51. Fedor, Chris (16 de abril de 2015). «Cleveland Cavaliers open postseason as odds on favorite to win the Eastern Conference, Las Vegas says». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  52. Fedor, Chris (30 de maio de 2015). «Kyrie Irving on playing alongside LeBron James: 'I became a fan'». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  53. «Cavaliers Status Update - Kyrie Irving - June 5, 2015». Cleveland Cavaliers (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  54. «Cavs' Kyrie Irving Suffers Kneecap Fracture, Out For Finals». BallerStatus.com (em inglês). 5 de junho de 2015. Consultado em 23 de abril de 2019 
  55. «76ers vs Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  56. «Cavaliers vs Wizards». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  57. «Kings vs Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  58. «Lakers vs Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  59. «Pistons vs Cavaliers». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  60. «Cavaliers vs Warriors». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  61. «Cavaliers vs Warriors». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  62. «Cavaliers vs Warriors». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  63. «Knicks vs. Cavaliers - Game Recap - October 25, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  64. «Cavaliers vs. Raptors - Game Recap - October 28, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  65. «Cavaliers vs. Raptors - Game Recap - December 5, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  66. «Bucks vs. Cavaliers - Game Recap - December 21, 2016 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  67. «Cavaliers vs. Pelicans - Game Recap - January 23, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  68. «Timberwolves vs. Cavaliers - Game Recap - February 1, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  69. «Cavaliers vs. Hawks - Game Recap - March 3, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  70. «Cavaliers vs. Lakers - Game Recap - March 19, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  71. «Cavaliers vs. Hawks - Game Recap - April 9, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  72. «Celtics vs. Cavaliers - Game Recap - May 23, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  73. «Cavaliers vs. Celtics - Game Recap - May 25, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  74. «Warriors vs. Cavaliers - Game Recap - June 9, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  75. «Sources: Kyrie seeks trade to evade LeBron». ESPN.com (em inglês). 21 de julho de 2017. Consultado em 23 de abril de 2019 
  76. «Inside the weeks of dysfunction surrounding Kyrie's trade demand». ESPN.com (em inglês). 23 de julho de 2017. Consultado em 23 de abril de 2019 
  77. «Celtics Acquire Four-Time All-Star Kyrie Irving». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  78. «Cavs get 2nd-rounder to seal Kyrie-Isaiah deal». ESPN.com (em inglês). 31 de agosto de 2017. Consultado em 23 de abril de 2019 
  79. «Celtics vs. Cavaliers - Game Recap - October 17, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  80. «Spurs vs. Celtics - Game Recap - October 30, 2017 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  81. «Celtics vs. Warriors - Game Recap - January 27, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  82. «Kyrie Irving Injury Update». Boston Celtics (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  83. «Kyrie out for season, needs 2nd knee surgery». ESPN.com (em inglês). 5 de abril de 2018. Consultado em 23 de abril de 2019 
  84. «76ers vs. Celtics - Game Recap - October 16, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  85. «Pistons vs. Celtics - Game Recap - October 30, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  86. «Celtics vs. Suns - Game Recap - November 8, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  87. «Raptors vs. Celtics - Game Recap - November 16, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  88. «Celtics vs. Wizards - Game Recap - December 12, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  89. «76ers vs. Celtics - Game Recap - December 25, 2018 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  90. «Raptors vs. Celtics - Game Recap - January 16, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  91. «Kyrie Irving registered a career-high 8 steals against the Miami Heat». Boston.com (em inglês). 21 de janeiro de 2019 
  92. «Kings vs. Celtics - Game Recap - March 14, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  93. «Hawks vs. Celtics - Game Recap - March 16, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  94. «Pacers vs. Celtics - Game Recap - April 14, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  95. «Pacers vs. Celtics - Game Recap - April 17, 2019 - ESPN». ESPN.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  96. «Com 4 cortes, seleção dos EUA fecham time do Mundial de Basquete». Consultado em 23 de agosto de 2014 
  97. «Kyrie Irving, de 22 anos, é eleito o MVP da Copa do Mundo de Basquete». 15 de setembro de 2014. Consultado em 24 de junho de 2016 
  98. «Kyrie Irving é confirmado, e EUA têm seleção de basquete definida; veja os 12 nomes». Consultado em 25 de julho de 2016 
  99. «EUA atropelam a Sérvia e são campeões no basquete masculino». Consultado em 21 de agosto de 2016 
  100. «Kyrie Irving Stats». Basketball-Reference.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  101. Productions, NBA365. «Kyrie Irving Reveals 'Uncle Drew' Inspiration». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  102. «Love Appears In Successful "Uncle Drew" Series». Minnesota Timberwolves (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  103. Thornburgh, Tristan. «Pepsi Max and Kyrie Irving Present Uncle Drew Chapter 3». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  104. Gould, Andrew. «Kyrie Irving Reveals June 29 Release Date for 'Uncle Drew' Movie». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  105. «Irving on Disney show, return of his 'uncle'». ESPN.com (em inglês). 22 de outubro de 2012. Consultado em 23 de abril de 2019 
  106. «Try Not to Cry After Seeing Cavaliers All-Star Kyrie Irving Surprise His Father with a Home Renovation». PEOPLE.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  107. «Isaiah Briscoe's on-court cockiness helps him consistently dominate». USA TODAY High School Sports (em inglês). 1 de abril de 2015. Consultado em 23 de abril de 2019 
  108. Fedor, Chris (25 de novembro de 2015). «Kyrie Irving announces birth of his daughter, says 'she came into the world to bring a shine to my world'». cleveland.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  109. «Kyrie Irving plans on degree in five years». ESPN.com (em inglês). 19 de maio de 2011. Consultado em 23 de abril de 2019 
  110. «NBA star Kyrie Irving changes course, puts Duke degree on hold despite previous commitment». The Chronicle. Consultado em 23 de abril de 2019 
  111. Ozanian, Mike. «How Kyrie Irving And Other Athletes Made PSD Underwear A Hot Brand». Forbes (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  112. Waldron, Travis (23 de novembro de 2016). «Kyrie Irving Tweets Support For Standing Rock Sioux Protesters». Huffington Post (em inglês) 
  113. Press, Blake Nicholson | Associated. «Kyrie Irving, sister officially welcomed into mother's Sioux tribe». NBA.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  114. Zirin, Dave (27 de agosto de 2018). «Why Kyrie Irving's Connection to the Standing Rock Sioux Matters» (em inglês). ISSN 0027-8378 
  115. «From Vegan Diet to Flat Earth, Kyrie Irving's Insane New Nike Ad Packs In a Lot». www.adweek.com (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  116. Ruff, Rivea. «Kyrie Irving Actually Believes Earth Is Flat». Bleacher Report (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  117. Matyszczyk, Chris. «NBA star Kyrie Irving believes Earth is flat». CNET (em inglês). Consultado em 23 de abril de 2019 
  118. «Kyrie Irving tells T&R he was trolling with flat earth stuff». NBC Sports Boston. 25 de setembro de 2017. Consultado em 23 de abril de 2019 
  119. «Celts' Irving apologizes for saying Earth is flat». ESPN.com (em inglês). 1 de outubro de 2018. Consultado em 23 de abril de 2019 
  120. Reporter, Mark Shanahan-. «This is what Kyrie Irving said about the earth being flat - The Boston Globe». BostonGlobe.com. Consultado em 23 de abril de 2019 

Ligações externasEditar