L'Haÿ-les-Roses

comuna francesa
L'Haÿ-les-Roses
  Comuna francesa França  
Pavilhão normando da Roseira do Vale do Marne.
Pavilhão normando da Roseira do Vale do Marne.
Símbolos
Brasão de armas de L'Haÿ-les-Roses
Brasão de armas
Gentílico L'Haÿssiens
Localização
L'Haÿ-les-Roses está localizado em: França
L'Haÿ-les-Roses
Localização de L'Haÿ-les-Roses na França
Coordenadas 48° 46' 45" N 2° 20' 14" E
País  França
Região Blason France moderne.svg Ilha de França
Departamento Blason département fr Val-de-Marne.svg Vale do Marna
Administração
Prefeito Vincent Jeanbrun
Características geográficas
Área total 3,90 km²
População total (2018) [1] 31 589 hab.
Densidade 8 099,7 hab./km²
Altitude máxima 109 m
Altitude mínima 42 m
Código Postal 94240
Código INSEE 94038
Sítio lhaylesroses.fr

L'Haÿ-les-Roses é uma comuna francesa localizada no departamento do Vale do Marne, na região da Ilha de França, aproximadamente a 5,5 km do centro de Paris. É a sede do arrondissement de L'Haÿ-les-Roses.

GeografiaEditar

ToponímiaEditar

Foi em 1914 que L'Haÿ começou a se tornar L'Haÿ-les-Roses, honrando assim a notoriedade e a beleza excepcional de sua roseira criada por Jules Gravereaux entre 1892 e 1894 (a Roseira do Vale do Marne). Após a votação do conselho municipal na data de 22 de Outubro de 1912 (que cita uma homofonia com a comuna de Lagny, distante cinquenta quilômetros, que se tornará Lagny-sur-Marne em 1971), um decreto presidencial é assinado em 10 de maio de 1914. O Presidente Raymond Poincaré e Jules Gravereaux eram amigos, de modo que não se sabe se era o prefeito, o rodólogo ou o presidente que teve a iniciativa para esta mudança de nome, que interveio pelo vigésimo aniversário da roseira. O tempo entre a decisão do conselho municipal e o decreto pode ser explicado pelo fato de que as rosas florescem em maio, o evento foi organizado no início de maio[2].

HistóriaEditar

Após o fim do Império Romano do Ocidente, Clóvis I, rei dos Francos e convertido ao cristianismo, tenha distribuído uma parte importante das terras no atual subúrbio parisiense para a Igreja de Paris, onde fica o território de L'Haÿ-les-Roses.

O mais antigo documento confirmando os direitos da Igreja de Paris sobre as terras de Laiacum é uma carta de Carlos Magno datada de 798.

O nome de Laiacum ou Lagiacum, que designa, na Idade Média, L'Haÿ-les-Roses, poderia evocar um antigo proprietário desse território, um Romano de nome Lagius. Ao longo dos séculos, a pequena vila de Lay se desenvolveu, a partir da rue Tournelles, a mais antiga rua da comuna e se tornou L'Haÿ.

O édito de 25 de junho de 1787 reuniu em um único município as paróquias de Chevilly e Lay. Em 14 de Abril de 1789, uma lista de reclamações comum foi redigida para as duas paróquias. Se a lei de 14 de Dezembro de 1789 criou as Comunas, foi apenas em 17 de março de 1793 que as duas paróquias antigas foram erigidas em comunas distintas.

Durante o Cerco de Paris, e especialmente em 29 de novembro de 1870 L'Haÿ foi o desafio de um combate de desvio sob o grande ataque de Champigny.

Em 20 de março de 1927, Nestor Makhno organiza um congresso internacional anarquista na cidade. Todos os participantes foram presos pela polícia[3].

A comuna participa do crescimento industrial através do desenvolvimento das pequenas fábricas relacionadas com a natureza argilosa de seu solo : estucadores, pedreiras e especialmente duas olarias que empregaram várias centenas de pessoas até a década de 1950. No início do século XXI, a cidade tem o objetivo de reviver este material natural, acolhedor e ecológico como testemunhado na nova prefeitura.

Personalidades ligadas à comunaEditar

Ver tambémEditar

Referências

  1. «Populations légales 2018. Recensement de la population Régions, départements, arrondissements, cantons et communes». www.insee.fr (em francês). INSEE. 28 de dezembro de 2020. Consultado em 13 de abril de 2021 
  2. L’Haÿ-les-Roses – une appellation centenaire, Les Gravereaux, site de la famille de Jules Gravereaux
  3. « Ephéméride Anarchiste - 27 octobre »

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre Geografia da França é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.