Abrir menu principal

L'armata Brancaleone

filme de 1966 dirigido por Mario Monicelli
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde 2007). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
L'armata Brancaleone
L'armata Brancaleone
O Capitão Brancaleone[1] (PRT)
O Incrível Exército de Brancaleone[2] (BRA)
 Itália
1966 •  cor •  120 min 
Direção Mario Monicelli
Produção Mario Cecchi Gori
Roteiro Agenore Incrocci
Furio Scarpelli
Mario Monicelli
Elenco Vittorio Gassman
Gian Maria Volonté
Catherine Spaak
Enrico Maria Salerno
Maria Grazia Buccella
Barbara Steele
Folco Lulli
Gênero comédia
aventura
Música Carlo Rustichelli
Cinematografia Carlo Di Palma
Figurino Piero Gherardi
Edição Ruggero Mastroianni
Companhia(s) produtora(s) Fair Film
Les Films Marceau
Vertice Film
Distribuição Itália Titanus
Brasil Flashstar Home Video
Lançamento Itália 7 de abril de 1966 (Roma)
Itália 9 de abril de 1966 (Milão)
Itália 14 de abril de 1966 (Turim)
França 11 de maio de 1966 (Festival de Cannes)
Idioma italiano
Cronologia
Brancaleone alle Crociate
Página no IMDb (em inglês)

L'armata Brancaleone (bra: O Incrível Exército de Brancaleone /prt: O Capitão Brancaleone) é um filme de comédia e aventura italiano lançado em 1966, dirigido por Mario Monicelli. Possui Vittorio Gassman no papel principal. Foi exibido no Festival de Cinema de Cannes no mesmo ano em que foi lançado.

O filme, considerado um clássico, retrata os costumes da cavalaria medieval através da comédia satírica. Na Itália, recebeu o prêmio de melhor fotografia, melhor figurino e melhor trilha sonora. É inspirado no Dom Quixote, de Miguel de Cervantes.[carece de fontes?] No enredo, Brancaleone e seus homens enfrentam perigos como a peste negra, os sarracenos, os bizantinos e bárbaros, focalizando temas como as relações sociais do feudalismo e o poder da Igreja Católica. O contexto histórico é a Baixa Idade Média, quando o trinômio peste, fome e guerra marca a crise do século XIV e do sistema feudal.

Em 1970, Mario Monicelli dirigiu a continuação, intitulada Brancaleone alle Crociate (br: Brancaleone e as Cruzadas/pt: Uma aventura nas Cruzadas).

SinopseEditar

O filme é considerado um expoente de um gênero clássico do cinema italiano conhecido Commedia all'italiana e retrata os costumes da cavalaria medieval através da sátira, mostrando um jovem aristocrata chamado Brancaleone (Vittorio Gassman) que, educado no código de cavalaria da ética, deve Reivindicar uma alegada herança que consiste em um feudo. Por isso, Brancaleone recorre ao apoio de um punhado de bandidos mal armados e muito temerosos, que só procuram fugir das agruras do banditismo sem correr grandes riscos, e a quem o protagonista da fantasia chama seriamente de "meu exército" (chamado armata em italiano). A ingenuidade e a falta de coragem de Brancaleone e seu temido "exército" causam situações irônicas e humorísticas, enquanto o grupo de aventureiros mal equipados busca realizar sua missão.

Elenco principalEditar

Ligações externasEditar

  • [1] Acesso em 6 de nov. 2007
  • [2] Acesso em 21 de nov. 2007
  • [3] Acesso em 21 de nov. 2007
  A Wikipédia tem os portais:

Referências