Lê Duẩn

político vietnamita
Lê Duẩn
Nascimento 7 de abril de 1907
Vietnam
Morte 10 de julho de 1986
Hanói, Vietnam
Cidadania Vietnã
Ocupação político
Profissão Estadista
Prêmios Prêmio Lenin da Paz, Ordem de Klement Gottwald, Ordem de Lenin, Ordem Nacional José Martí, Ordem da Estrela Dourada
Religião ateísmo
Causa da morte doença

Lê Duẩn (7 de abril de 1907Hanói, 10 de julho de 1986) foi um dos fundadores originais do Partido Comunista Indochinês, tendo sido introduzido à doutrina comunista nos anos 20 do século XX, quando trabalhava como operário de estradas de ferro na então colônia francesa.

Duẩn serviu no comitê central norte-vietnamita sob Ho Chi Minh e foi o responsável por dirigir e estruturar uma organização comunista subterrânea no Vietnam do Sul. Em 1960, tornou-se o primeiro secretário do partido, oficialmente sendo reconhecido como a pessoa mais importante da organização depois de Ho.

Após a morte do líder vietnamita em 1969, ele assumiu a liderança do governo do Vietnã do Norte pelo resto da Guerra e mais tarde faria a reunificação do país, depois da queda da capital sulista Saigon, em 1975, rebatizada como Ho Chi Minh. Com a unificação, ele passou a ser o secretário geral do partido em todo o Vietnã.

Duan foi o principal responsável pela invasão vietnamita do Camboja em 1978, para depor o governo do Khmer Vermelho, de Pol Pot, apoiado pela China, que massacrava a população do país, transformado substancialmente num Estado agrícola, o que causou uma desrupção política entre o Vietnã e o governo chinês, fazendo com o que país estreitasse sua aliança com a União Soviética e deportasse habitantes de etnia chinesa do Vietnã.

Permaneceu como secretário-geral do Partido Comunista e chefe de governo até sua morte em Hanói, aos 79 anos de idade. Também conhecido como Le Dung, era chamado publicamente de "anh Ba" ou “Terceiro Irmão”.