Lícia Manzo

Lícia Manzo (Rio de Janeiro,[1] 28 de março de 1965[2]) é uma atriz, produtora, autora, roteirista e diretora brasileira.[1][3] Foi atriz durante 15 anos e parou de atuar aos 30 anos.[1][3]

Lícia Manzo
Nascimento 28 de março de 1965 (55 anos)
Rio de Janeiro, RJ[1]
Nacionalidade brasileira
Ocupação Autora e roteirista
Principais trabalhos A Vida da Gente (2011)
Sete Vidas (2015)
Um Lugar ao Sol (2021)

Em 1984, o grupo teatral Além da Lua, fundado por ela, conquistou o prêmio Molière de melhor grupo teatral para crianças.[2]

CarreiraEditar

Em 2011, Lícia fez sua estréia como autora com a telenovela A Vida da Gente. A trama protagonizada por Fernanda Vasconcellos, Marjorie Estiano e Rafael Cardoso contava a história de duas irmãs unidas que se apaixonam pelo meio-irmão de ambas, o que acaba colocando a relação delas em risco, além de outros dilemas familiares que vão afetá-las.[1] A novela recebeu críticas positivas da mídia especializada e foi eleita pelo jornal espanhol 20 minutos como a décima melhor telenovela brasileira de todos os tempos.[4]

Em 2013, entregou à Rede Globo, uma novela intitulada Sete Vidas, que inicialmente estava cotada para ser exibida no horário das 23 horas, porém a trama agradou a direção da emissora, sendo adiada para março de 2015, no horário das 18 horas, substituindo Boogie Oogie, de Rui Vilhena.[5][6] A trama contava a história de sete pessoas que descobrem serem irmãos, gerados por inseminação artificial de um esperma doado em um banco de esperma. Foi protagonizada por Domingos Montagner, Débora Bloch, Isabelle Drummond, Jayme Matarazzo, Guilherme Lobo, Thiago Rodrigues, Maria Eduarda de Carvalho e Michel Noher.[7]

Em 2021, voltará ao ar com Um Lugar ao Sol, sua terceira novela e primeira no horário nobre da Rede Globo. Cauã Reymond, Andreia Horta, Alinne Moraes, Reginaldo Faria, Daniel Dantas, Andréa Beltrão, Mariana Lima, Natália Lage, entre outros, estão no elenco, a próxima novela das 9 é livremente inspirada nas obras de Shakespeare, como: A Comédia dos Erros, Hamlet, Macbeth, Romeu & Julieta, Otelo, O Mouro de Veneza, A Megera Domada, Noite de Reis, O Mercador de Veneza, Rei Lear, entre outros, o personagem Winston Smith do romance "1984", escrito por George Orwell e os personagens de Admirável Mundo Novo de Aldous Huxley. A trama iria estrear em maio de 2020, mas devido a pandemia do novo coronavírus (COVID-19), as gravações foram suspensas por tempo indeterminado e ainda não tem data para estrear.

TrabalhosEditar

Ano Título Notas Ref.
1992 Os Trapalhões Roteirista [8]
1996 Sai de Baixo [2]
2001 Retrato Falado [9]
2002–03 Papo Irado [10]
2003 Malhação Colaboradora [2]
2004 Malhação [2]
A Diarista Roteirista [2]
2008 Três Irmãs Colaboradora [2]
2009 Tudo Novo de Novo Autora principal [2]
2011 A Vida da Gente [2]
2015 Sete Vidas [11]
2021 Um Lugar Ao Sol [12]

Referências

  1. a b c d e Leo Pinheiro (14 de setembro de 2011). «Autora de 'A Vida da Gente' vai explorar os 'bastidores da vida'». Veja. Consultado em 29 de setembro de 2011 
  2. a b c d e f g h i Nilson Xavier. «Lícia Manzo - Teledramaturgia». Teledramaturgia. Consultado em 29 de setembro de 2011 
  3. a b Regina Rito (21 de agosto de 2011). «Lícia Manzo é a nova aposta da Globo para a novela das 18h». Terra. Consultado em 29 de setembro de 2011 
  4. 20minutos.es (8 de janeiro de 2015). «Mejor Telenovela Brasileña». Listas - 20Minutos (em espanhol). Consultado em 26 de dezembro de 2019 
  5. Patrícia Kogut (25 de junho de 2013). «Lícia Manzo prepara novela para a faixa das 23h da Globo». O Globo. Consultado em 5 de abril de 2014 
  6. Patrícia Kogut (5 de abril de 2014). «Globo aposta em novela de Lícia Manzo para elevar ibope às 18h». O Globo. Consultado em 5 de abril de 2014 
  7. «Relembre os sete melhores momentos de Sete Vidas - Entretenimento». Diário Gaúcho. Consultado em 26 de dezembro de 2019 
  8. [1]
  9. [2]
  10. [3]
  11. O Globo (10 de fevereiro de 2015). «Nova novela das 18h, 'Sete vidas', de Lícia Manzo, é apresentada à imprensa». Revista da TV. Consultado em 17 de fevereiro de 2015 
  12. [4]

Ligações externasEditar