Canúri
Falado em: Nigéria Nigéria
Níger Níger
Chade Chade
Camarões Camarões
Total de falantes: 4 milhões
Família: Nilo-saariana
 Saariana
  Saariana ocidental
   Canúri
Códigos de língua
ISO 639-1: kr
ISO 639-2: kau
ISO 639-3: vários

O canúri[1][2] é um dialecto contínuo falado por aproximadamente quatro milhões de pessoas na Nigéria, no Níger, no Chade e nos Camarões, bem como por pequenas minorias no sul da Líbia e por uma diáspora no Sudão. Pertence ao sub-filo saariano ocidental das línguas nilóticas.

GeografiaEditar

O canúri é uma língua associada com os Impérios de Canem e Bornu, que dominaram a região do lago Chade durante mil anos. É hoje falada principalmente nas terras baixas na bacia do Lago Chade com falantes em Camarões, Chade, Níger, Nigéria e Sudão. Foi uma língua franca tradicional, mas recentemente seu uso vem decaindo.

A maioria dos que a têm primeira língua hoje falam também o hauçá ou o Árabe. É utilizada em escolas primárias na Nigéria e no Níger, sendo possível seu estudo em nível PhD.

DialetosEditar

Ethnologue divide o canúri nas seguintes línguas, enquanto que alguns linguistas (Ex. Cyffer 1998) as veem como dialetos de uma única língua:

SIL considera canúri uma "Macrolíngua ISO 639" que agrupa as três primeiras, sendo canembu outra língua.

EscritaEditar

Canúri foi sendo escrito nas escritas Ajami e árabe até o século XVII, especialmente em contextos de justiça e religiosos , desde os últimos quatrocentos anos.[3] Mais recentemente vem sendo escrita no alfabeto latino numa versão padronizada com base no dialeto Maiduguri. A atual ortografia foi desenvolvida no início dos anos 70 e implementada em 1975 em Maiduguri, Nigéria.

AlfabetoEditar

A "Ortografia Canúri Padrão na Nigéria" foi desenvolvida pela "Unidade de Pesquisa Canúri" e pelo “Kanuri Language Board’’ sob comando do Vizir Aba Sadique de Bornu.[4]

Letras utilizadas : a b c d e ǝ f g h i j k l m n ny o p r ɍ s sh t u w y z.[5] Observa-se ausência das letras latinas Q, W e X.

FonologiaEditar

O canúri apresenta três tons: alto, baixo, decrescente. Apresenta um extenso sistema de enfraquecimento de consoantes - exemplo:, sa- "eles" + -buna "comeram" > za-wuna "eles comeram".

GramáticaEditar

A sequência básica de palavras na sentenças canúri é Sujeito-Objeto-Verbo. Não é tipologicamente usual a existência simultânea de post-posições com modificadores post-nominais. Exemplo: "Bintu's pot" poderia ser expressa como nje Bintu-be, "pot Bintu-of".

Referências

  1. Silva 2009.
  2. Correia, Paulo (Primavera de 2019). «Duxambé, Chechénia e os estados Xã e Chim» (PDF). Sítio web da Direcção-Geral da Tradução da Comissão Europeia no portal da União Europeia. A Folha — Boletim da língua portuguesa nas instituições europeias (n.º 59): 5-14. ISSN 1830-7809. Consultado em 8 de julho de 2019 
  3. [1]
  4. Dictionary of the Kanuri language. Norbert Cyffer, John P. Hutchison, 1990. ISBN 9067654124]
  5. Conforme alfabeto kanuri —213-99 da República do Níger Arquivado em 27 de junho de 2009, no Wayback Machine. (Chantal Enguehard - Université de Nantes) a letra ‘’schwa’’ usada no canúri é em Unicode with U+01DD e não U+0259, em maiúscula Ǝ U+018E é não Ə U+018F.

BibliografiaEditar

  • Silva, Alberto da Costa (2009). «8. Os reinos cristãos da Núbia». A Enxada e a Lança - A África Antes dos Portugueses. Rio de Janeiro: Editora Nova Fronteira Participações S.A. ISBN 978-85-209-3947-5 

Ligações externasEditar