Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde junho de 2019). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Nórico
Falado em: Áustria, Eslovênia
Extinção: desconhecida; posterior ao século II d.C.
Família: Indo-européia
 Céltica
  Nórico
Códigos de língua
ISO 639-1: nenhum
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: nrc

A língua nórica ou língua celta oriental é uma língua celta continental extinta. Ela é atestada em apenas duas inscrições fragmentárias da província romana de Nórica (uma em Grafenstein, Áustria, a outra em Ptuj, Eslovênia), que não fornecem informações suficientes para que seja possível tirar quaisquer conclusões sobre a natureza da língua. Contudo, a língua provavelmente era similar às outras línguas celtas próximas a ela, tais como o gaulês. Não se sabe quando se tornou extinta, devido às evidências escassas.

Inscrição de PtujEditar

A inscrição de Ptuj, descoberta em 1894, está escrita da direita para a esquerda em um alfabeto itálico setentrional,[1] na qual se lê:

ARTEBUDZBROGDUI

que é interpretado como dois nomes: Artebudz [filho de] Brogduos.[2] O nome Artebudz pode significar "pênis de urso",[3] enquanto Brogduos pode conter o elemento brog-, mrog- "país".[4] A inscrição pode ser alternativamente interpretada como Artebudz [fez isto para] Brogdos, com o segundo nome no caso dativo.[5]

Inscrição de GrafensteinEditar

A inscrição de Grafenstein, em um tijolo do século II d.C. que foi descoberto em um poço de pedregulhos em 1977, está incompleta, mas a parte remanescente foi transcrita desta forma:[1]

MOGE · ES[
P· II- LAV · EX[
ṆE · SAḌỊÍES[
OLLO · SO · VILO[
ỌNẠ    C[…]
OLLO · SO ·? [
P LṾGNṾ · SI

Aqui, Moge parece ser um nome pessoal ou a abreviação de um; P· II- lav, uma abreviação em latim que indica um peso; ne sadiíes, uma forma verbal que possivelmente significa "você não acerta"; ollo so, talvez "esta quantia"; e Lugnu, outro nome pessoal. O texto, portanto, pode ser um registro de algum tipo de transação financeira.[1]

Outras leituras da inscrição também foram propostas, incluindo:

MOGE · ES+[---]
PET(?) LAV · EX[---]
NE · SAMES[---]
OLLO · SO · VILO ·[---]
ONA O(?) + ++
OLLO · SO ·+
+ LVGNI · SI[6]

e

MOGV · CISS [---
PETILAV · IEX[---
NE · SADIIES[---
OLLO · SO · VILO ·[---
ONA DOM...OC[
OLLO · SO · VIA.[
ILVGNV.SI[[7]

Referências

  1. a b c David Stifter, 12 de outubro de 2007, Keltisch in Österreich (Documento Powerpoint), (PDF da palestra). Acessado em 27 de novembro de 2008.
  2. Encyclopédie de l'arbre celtique, Vase de Ptuj. Acessado em 27 de novembro de 2008.
  3. Il Vocabulario Celtico, p. 87 Arquivado em 8 de setembro de 2007, no Wayback Machine., p. 89 Arquivado em 17 de fevereiro de 2006, no Wayback Machine.. Acessado em 27 de novembro de 2008.
  4. A. Falileyev, Dictionary of Continental Celtic Place-Names Arquivado em 19 de dezembro de 2008, no Wayback Machine.. Acessado em 27 de novembro de 2008.
  5. Indogermanistik Wien, University of Vienna, Quellentexte: Ptuj Arquivado em 4 de maio de 2007, no Wayback Machine.. Acessado em 27 de novembro de 2008.
  6. Indogermanistik Wien, University of Vienna, Quellentexte: Grafenstein Arquivado em 4 de maio de 2007, no Wayback Machine.. Acessado em 27 de novembro de 2008.
  7. Encyclopédie de l'arbre celtique, Tuile de Grafenstein. Acessado em 27 de novembro de 2008.