Língua neomandeia

Neomandeu
Outros nomes:mandāyí • raṭnā • mændɔːˈji • [rætˤnɔ
Falado em: Irã, Iraque (extinta)
Total de falantes: poucas centenas[1][2]
Família: Afro-asiática
 Semítica
  Semítica central
   Aramaica
    Aramaica oriental
     Mandeia
      Neomandeu
Escrita: mandeia
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---
ISO 639-3: mid

O neomandeu, mandaico ou ratna (em árabe: رطنة; romaniz.: raṭnah; em persa: مندائی نو; romaniz.: mandā'i-ye now) é a forma moderna da língua mandeia clássica, a língua litúrgica do mandeísmo, comunidade religiosa do Irã e do Iraque. Embora severamente ameaçada de extinção, a língua sobrevive como primeira língua de alguns (300 a 500 pessoas) mandeístas no Irã e na diáspora mandeia. Todos os falantes do neomandeu são bilingues ou mesmo trilingues em árabe ou farsi e a influência dessas duas línguas sobre a gramática neomandeia é significativa, principalmente nos aspectos léxico e da morfologia dos substantivos. No entanto, o neomandaico é mais conservador nesses aspectos do que outros dialetos da língua aramaica.

Como única sobrevivente conhecida e atual da língua aramaica literária, ratna tem uma das mais longas histórias contínuas de documentos atestados aramaicos, sendo, portanto de grande interesse para os especialistas do aramaico.

EscritaEditar

A língua neomandeia em geral não é escrita. Nas raras ocasiões em que aparece escrita, em cartas pessoais e nos cólofons que estão junto a manuscritos, é apresentada usando uma versão modificada da escrita clássica (Abaga ou Abagada), que se desenvolve da direita para a esquerda e se assemelha ao alfabeto árabe. Com exceção da vogal /ə/, todas demais vogais são representadas sem indicação de sua extensão ou qualidade fonética.[3] Assim, a letra ʕ consistentemente representa uma vogal epentética, seja /ə/ ou /ɛ/. A letra árabe ع foi tomada para indicar uma fricativa faringeal sonora bem como uma oclusiva glotal. As letras b, g, k, p, t podem representar as oclusivas (/b/, /ɡ/, /k/, /p/, e /t/) ou as fricativas (/v/, /ʁ/, /χ/, /f/, e /θ/). Antigamente, as fricatrivas não eram segmentos separados mas meros alofones das oclusivas depois de vogais e a regra fonética que regia isso está extinta.

A ortografia neomandeia difere daquela da Mandéia clássica pelo uso do u para representar /w/ mesmo quando é reflexo do b da Mandeia Clássica. Como a neomandeia contém muitos fonemas não presentes na forma clássica, algumas letras da escrita clássica foram modificadas com pontos sob as mesmas para indicar tais novos fonemas: š pode representar /tʃ/, /ʒ/, ou /dʒ/, d representa /ðˤ/, h representa /ħ/. As escolas privativas do Mandáico no Irã e na Austrália usam uma versão dessa mesma escrita com algumas modificações pedagógicas mais recentes.[4]

FonologiaEditar

São 35 os segmentos fonéticos neomandaicos: 28 consoantes e sete vogais. Para a maioria desses sons há um relativo grau de variações alofônicas. O sistema de transcrição é fonêmico, não refletindo as assimilações esporádicas, elisões nem outras características da conversação coloquial.

ConsoantesEditar

A língua neomandeia apresenta 28 segmentos consonantais diferentes incluindo quatro fonemas oriundos de outras línguas: as Post-alveolares africadas č /tʃ/ e j /dʒ/ e as Faringeais fricativas ʿ /ʕ/ e /ħ/, encotradas em vocabulário de origem Árabe ou Persa. Duas consoantes faringealizadas (uma oclusiva alveolar sonora /ðˤ/ e uma fricativa alveolar sonora //) são encontradas em poucas palavras de origem Árabe. Essasforam excluídas do inventário de consoantes neomandaicas por seu status marginal. As fricativas /f/, /v/, /χ/ e /ʁ/ são assinaladas como f, v, x, e ġ quando aparecem em palavras de origem estrangeira em lugar de p, , e , devido a sua distribuição diversas nessas palavras.

Consoantes neomandeias
Plosivas e africadas:
Bilabial Labiodental Interdental Alveolar Postalveolar Palatal Velar Uvular Faringeal Glotal
Surda p t (č) k q
Sonora b d (j) ɡ
Enfática
Fricativa:
Bilabial Labiodental Interdental Alveolar Postalveolar Palatal Velar Uvular Faringeal Glotal
Surda f (p / f) θ () s ʃ (š) χ ( / x) ħ () h
Sonora v () z ʁ ( / ġ) ʕ (ʿ)
Enfática ()
Sonorantes:
Bilabial Labiodental Interdental Alveolar Postalveolar Palatal Velar Uvular Faringeal Glotal
Nasal oclusiva m n
Lateral l
Apical r
Aproximante w j (y)

Referências

  1. Häberl 2009, p. 8.
  2. Mutzafi 2014, p. 3.
  3. «Escrita Mandéia em Omniglot.com». www.omniglot.com 
  4. Choheili, S. (2004). S. Abouzayd, ed. «Contribuição sem título». Leuven: Peeters. ARAM Periodical. 16: 310-14. ISSN 0959-4213. doi:10.2143/ARAM.16.0.504686 , editado por S. Abouzayd

BibliografiaEditar

Ligações externasEditar