Abrir menu principal
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde fevereiro de 2009). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Distribuição das línguas tonais no mundo

Língua tonal é todo aquele idioma em que a entonação faz parte da sua estrutura semântica, isto é, uma mesma palavra pode assumir diferentes significados, dependendo do tom de suas sílabas. Todas as línguas verbais usam a mudança de tom para expressar informações paralinguísticas (como emoções) e transmitir ênfase, contraste e outros aspectos; entretanto, nem todas usam tons para distinguir palavras, de forma análoga ao que fazem consoantes e vogais. Presume-se que 40% das línguas do mundo sejam tonais. O número de tons varia de dois a oito.

Índice

Línguas tonaisEditar

O tom é uma característica fonológica encontrada em todos os continentes, embora os exemplos típicos sejam as línguas chinesas da Ásia. Um estudo sobre um amplo corpo de línguas[1] estima que cerca de 40% das línguas humanas são línguas tonais. Apesar de sua ampla difusão no mundo, as línguas tonais concentram-se basicamente em cinco regiões:

  1. Extremo Oriente (família sino-tibetana, vietnamita)
  2. África Ocidental subsahariana e Línguas bantas
  3. Nova Guiné
  4. Mesoamérica (línguas otomangues) e línguas na-dené na América do Norte
  5. Muitas línguas da Amazônia.

São línguas que fazem uso de tons:

O igbo também uma língua tonal, como o iorubá ou o chinês. Existem centenas de dialetos diferentes e línguas Igboides incluídas na língua igba, tais como os dialetos ikwerre enuane e o ekpeye. Entre as poucas línguas africanas não tonais, está o suaíli e o wolof.

Devido ao fato de as línguas tonais ocorrerem em todo o mundo, diversas formas de representação escrita de tons se desenvolveram de forma independente ao redor do globo. Na Ásia e na América, o uso de números é mais comum, enquanto que o uso de acentos é mais usado em contextos africanos.

Notação fonéticaEditar

Símbolo Exemplo Descrição
◌́ Chinês mandarim māma [mámā] Tom alto
◌̄ Chinês mandarim māma [mámā] Tom médio
◌̀ Chinês mandarim mǎ [mà] Tom baixo
◌̂ Chinês mandarim mà [mâ] Tom decrescente
◌̌ Chinês mandarim má [mǎ] Tom crescente

Umm exemplo típico de língua tonal é o chinês tomado na sua variedade mandarim, cujo sistema tonal consta de quatro tons mais um tom neutro. Por exemplo, a sílaba "ma", pronunciada com o primeiro tom (妈) pode significar "mãe", se pronunciada com o segundo tom pode significar "cânhamo" (麻), pronunciada com o terceiro tom pode significar "cavalo" (马), pronunciada com o quarto tom pode significar "insultar"" (骂).

Referências

  1. M. Haspelmath, M. S. Dryer, D. Gil, B. Comrie (2005): WALSin, The World Atlas of Languages Structures, ISBN 0-19-925591-1

BibliografiaEditar

  • Yip, Moira (2002). Tone. Cambridge Textbooks in Linguistics. Cambridge: Cambridge University Press. ISBN 0-521-77314-8. ISBN 0-521-77445-4 (pbk).
  Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.