Línguas bantas

ramo linguístico
(Redirecionado de Línguas bantu)

As línguas bantas ou bantus são um subgrupo do ramo volta-congolês das línguas nigero-congolesas. Existem cerca de 500 línguas bantas faladas por mais de 200 milhões de pessoas em toda a extensão do continente africano. Elas estão difundidas e espalhadas em toda o alargamento central e austral do continente, bem como, também, em pequenas quantidades ao norte.[1]

Línguas bantas
Distribuição
geográfica
África Central e Austral
Classificação linguística Nigero-congolesas

Essas possuem características comuns na linguagem oral, fora as diferenças étnicas dos povos que as falam e as falavam. Os estudiosos da linguagem acreditam que a línguas bantas tenham se originado na região onde hoje ficam o Congo, por volta do século 1. Na mesma época, parte da população local iniciou uma expansão ao leste e ao sul, povoando territórios desocupados e, também, se misturando aos povos que encontravam. As várias línguas que existiam nesses territórios foram assimiladas, fundidas, mas mantiveram traços característicos formando o ramo linguístico banto.[1][2]

HistóriaEditar

Os idiomas bantos foram classificados por Malcolm Guthrie, em 1948, em grupos de acordo com zonas geográficas. Guthrie também reconstruiu o protobanto como a protolíngua deste grupo de idiomas. A atual abrangência do grupo linguístico deve-se à expansão banta, que provavelmente ocorreu há aproximadamente 2000 anos.

A palavra banto é uma reconstrução do protobanto criada pelo linguista alemão Wilhelm Bleek com o significado de "povo" ou "gente". A palavra é formada a partir do radical -ntu referindo-se a um ser humano e o prefixo -ba para indicar o plural, comum a muitas das línguas bantas.[3] Bleek e mais tarde Carl Meinhof fizeram estudos comparativos das gramáticas destas línguas.

 
Localização aproximada das 16 zonas bantas.

Existe alguma controvérsia sobre a identidade de alguns idiomas bantos, que alguns linguistas consideram dialetos de uma língua. Em Moçambique, por exemplo, a língua principal do sul do país é a língua tsonga, embora os seus dialetos, changana, ronga e xitswa sejam muitas vezes considerados línguas separadas.

EstruturaEditar

A característica gramatical mais proeminente dos idiomas bantos é o uso extensivo de prefixos. Cada substantivo pertence a uma classe e cada idioma pode ter aproximadamente dez classes, um pouco como gêneros em idiomas europeus. A classe é indicada por um prefixo no substantivo, como também em adjetivos e verbos que concordam com aquele. O plural é indicado por uma mudança de prefixo.

Referências

  1. a b «Bantos: Quatrocentos grupos étnicos falam línguas bantas atualmente». educacao.uol.com.br. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  2. Silverstein, Raymond O. (1 de janeiro de 1968). «A note on the term "Bantu" as first used by W. H. I. Bleek». African Studies (4): 211–212. ISSN 0002-0184. doi:10.1080/00020186808707298. Consultado em 23 de janeiro de 2022 
  3. Raymond O. Silverstein (1968). «A note on the term 'Bantu' as first used by W. H. I. Bleek» (em inglês). Consultado em 29 de Agosto de 2018 
  Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.