Lúcio Escribônio Libão (pretor em 80 a.C.)

Disambig grey.svg Nota: Para outras pessoas de mesmo nome, veja Escribônios Libões.

Lúcio Escribônio Libão (em latim: Lucius Scribonius Libo) foi um pretor urbano da gente Escribônia em 80 a.C.[1]. Casou-se com Cornélia Sula, a filha de Pompeia Magna (que, por sua vez, era filha do triúnviro Pompeu com sua terceira esposa, Múcia Tércia), com Fausto Cornélio Sula, o filho do ditador Lúcio Cornélio Sula. Cornélia deu-lhe dois filhos: uma filha, Escribônia, a segunda esposa de Otaviano (o futuro imperador Augusto), e Lúcio Escribônio Libão, cônsul em 34 a.C..

Lúcio Escribônio Libão
Nascimento século II a.C.
Cidadania Roma Antiga
Progenitores
  • Lucius Scribonius Libo
Cônjuge Desconhecido, Sentia
Filho(s) Escribónia, Lúcio Escribônio Libão
Ocupação político

Em 62 a.C., Lúcio Escribônio foi eleito monetalis e, durante seu mandato, restaurou o Puteal Escriboniano, construído por seus antepassados, e cunhou novas moedas para celebrar o evento[1].

Referências

  1. a b Broughton, T. R. S. The Magistrates of the Roman Republic (em inglês). III. [S.l.: s.n.] p. 185-186