Lúcio Mâmio Polião

Lúcio Mâmio Polião (em latim: Lucius Mammius Pollio) foi um senador romano nomeado cônsul sufecto em 49 com Quinto Álio Máximo[1][2]. Encorajado pela imperatriz Agripina, esposa de Cláudio, discursou no Senado Romano implorando para que o imperador autorizasse que Nero, filho dela, se casasse com a filha dele, Cláudia Otávia, o que o deixaria em igualdade de condições para herdar o trono com Britânico, irmão de Otávia[3].

Lúcio Mâmio Polião
Cônsul do Império Romano
Consulado 49 d.C.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Aulo Vitélio

com Lúcio Vipstano Publícola
com Lúcio Vitélio (suf.)
com Caio Vipstano Messala Galo (suf.)

Quinto Verânio Nepos
49

com Caio Pompeu Longo Galo
com Lúcio Mâmio Polião (suf.)
com Quinto Álio Máximo (suf.)

Sucedido por:
'Caio Antíscio Veto

com Marco Suílio Nerulino


Referências

BibliografiaEditar

  • Prosopographia Imperii Romani. Hermanna Dessaua (ed.). T. II. Berlin: Georg Reimer, 1897.
  • Hermann Dessau: Inscriptiones Latinae Selectae. T. II. Cz. 1. Berlin: Weidmann, 1902.