Abrir menu principal

Lúcio Vergínio Rufo

Lúcio Vergínio Rufo
Cônsul do Império Romano
Consulado 63 d.C.
69 d.C.
Nascimento 15 d.C.
Morte 97 d.C.

Lúcio Vergínio Rufo (em latim: Lucius Verginius Rufus; 1597 (82 anos)), às vezes incorretamente chamado de Lúcio Virgínio Rufo, foi um general e senador romano da gente Vergínia eleito cônsul em 63 com Caio Mêmio Régulo, nomeado cônsul sufecto em 69 com Lúcio Pompeu Vopisco e escolhido co-cônsul em 97 pelo recém-eleito imperador Nerva. Nascido em Comum, no norte da Itália, numa família equestre, era conterrâneo de Plínio, o Velho, e Plínio, o Jovem.

CarreiraEditar

Depois de seu primeiro consulado, Vergínio foi governador da Germânia Superior. Quando Caio Júlio Víndice se revoltou contra Nero em 67, marchou com seu exército contra ele e o derrotou no ano seguinte perto da moderna Besançon na Batalha de Vesôncio. Depois da queda de Nero, ainda no mesmo ano, suas legiões o aclamaram imperador por que Galba era aliado de Víndice, mas Vergínio se recusou a aceitar. Depois que Otão foi derrotado por Vitélio na Primeira Batalha de Bedríaco, Rufo aconselhou o Senado a reconhecê-lo como imperador. Novamente lhe ofereceram o trono e mais uma vez ele recusou. Depois da guerra civil, Vergínio se retirou para suas terras em Alsium, na costa da Etrúria a noroeste de Roma, onde estudou, compôs poemas e patrocinou um grupo literário. Entre seus convidados estavam o retórico Quintiliano e Plínio, o Jovem, que havia se tornado seu guardião depois da morte precoce de seu pai.

Em 97, depois do assassinato de Domiciano, Nerva foi eleito imperador pelo Senado Romano e escolheu o já idoso Vergínio como seu co-cônsul, que foi convocado de volta a Roma. Porém, Vergínio escorregou e quebrou a bacia quando estava para dar um discurso em Roma e acabou morrendo logo depois, aos 82 anos. Nerva lhe concedeu um funeral de estado.

Durante o funeral, o cônsul Tácito realizou a oração funerária. Plínio preservou as palavras que Vergínio que estivessem em sua lápide: "Hic situs est Rufus, pulso qui Vindice quondam Imperium asseruit non sibi sed patriae" ("Aqui jaz Rufo, que, depois de derrotar Víndice, não tomou o poder, mas entregou-o à sua pátria"). Casa de Vergínio em Alsium ficou para Plínio em seu testamento.

Ver tambémEditar

Cônsul do Império Romano
 
Precedido por:
'Públio Mário

com Lúcio Afínio Galo
com Quinto Mânlio Ancário Tarquício Saturnino (suf.)
com Públio Petrônio Níger (suf.)
com Quinto Júnio Marulo (suf.)
com Tito Clódio Éprio Marcelo (suf.)

Caio Mêmio Régulo
63

com Lúcio Vergínio Rufo

Sucedido por:
'Caio Lecânio Basso

com Marco Licínio Crasso Frúgio
com Caio Licínio Muciano I (suf.)
com Quinto Fábio Bárbaro Antônio Mácer (suf.)

Precedido por:
'Tibério Cácio Ascônio Sílio Itálico

com Públio Galério Trácalo
com Nero V (suf.)
com Caio Belício Natal (suf.)
com Públio Cornélio Cipião Asiático (suf.)

Galba II
69

com Tito Vínio
com Ano dos quatro imperadores

Sucedido por:
'Vespasiano II

com Tito I
com Caio Licínio Muciano II (suf.)
com Quinto Petílio Cereal Césio Rufo (suf.)
com Quinto Júlio Cordino (suf.)
com Lúcio Ânio Basso (suf.)
com Caio Lecânio Basso Cecina Peto (suf.)

Precedido por:
'Caio Mânlio Valente

com Caio Antíscio Veto
com Quinto Fábio Postúmino (suf.)
com Tito Priférnio (suf.)
com Tibério Cácio Césio Frontão (suf.)

Nerva III
97

com Lúcio Vergínio Rufo III
com Cneu Árrio Antonino II (suf.)
com Caio Calpúrnio Pisão (suf.)
com Marco Ânio Vero (suf.)
com Lúcio Nerácio Prisco (suf.)
com Lúcio Domício Apolinário (suf.)
com Sexto Hermetídio Campano (suf.)
com Quinto Glício Atílio Agrícola (suf.)
com Lúcio Pompônio Materno (suf.)
com Públio Cornélio Tácito (suf.)
com Marco Ostório Escápula (suf.)

Sucedido por:
'Nerva IV

com Trajano II
com Cneu Domício Tulo II (suf.)
com Sexto Júlio Frontino II (suf.)
com Lúcio Júlio Urso II (suf.)
com Tito Vestrício Espurina II (suf.)
com Caio Pompônio Pio (suf.)
com Aulo Vicírio Marcial (suf.)
com Lúcio Mécio Póstumo (suf.)
com Caio Pompônio Rufo Acílio Prisco Célio Esparso (suf.)
com Cneu Pompeu Ferox Liciniano (suf.)
com Quinto Fúlvio Gilão Bício Próculo (suf.)
com Públio Júlio Lupo (suf.)


BibliografiaEditar

Ligações externasEditar