Ladeira da Misericórdia (Rio de Janeiro)

logradouro histórico no Rio de Janeiro
(Redirecionado de Ladeira da Misericórdia)
Disambig grey.svg Nota: Para a via pública de Salvador, veja Ladeira da Misericórdia (Salvador).

A Ladeira da Misericórdia foi a primeira via pública da cidade do Rio de Janeiro.

Ladeira da Misericórdia (Rio de Janeiro)
Ladeira da Misericórdia.
Inauguração 1567 (aproximadamente)
Início Largo da Misericórdia
Subprefeitura(s) Centro e Centro Histórico
Bairro(s) Centro
Fim Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso

Foi aberta, certamente em 1567, quando da transferência para o morro do Castelo, da cidade fundada por Estácio de Sá.

No alto dela, estava situado o Largo do Castelo com o prédio do Colégio dos Padres Jesuítas, da Companhia de Jesus.

Em 1878, quando foram cadastrados e renumerados todos os imóveis da cidade, a Ladeira da Misericórdia tinha onze prédios.

Após a demolição do Morro do Castelo (1922), restou, ao lado da Igreja de Nossa Senhora do Bonsucesso, o pequeno trecho inicial dessa. Apesar de terminar abruptamente, ainda apresenta o seu calçamento original, em pé de moleque.

Esta rua é referenciada como morada do Vigário-Major do romance "Memórias de um Sargento de Milícias", de Manuel Antônio de Almeida.[1]

Referências

  1. Almeida, Manuel Antônio de (1853). Memórias De Um Sargento De Milícias. Rio de Janeiro: Harbra. 1 páginas 

BibliografiaEditar

  • CAVALCANTI, J. Cruvello. Nova Numeração dos Prédios da Cidade do Rio de Janeiro (Coleção Memória do Rio 6-I/II). Rio de Janeiro: Prefeitura da Cidade, s.d..
  Este artigo sobre geografia do Rio de Janeiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.