Lago Lugu

O Lago Lugu (chinês simplificado: 泸沽湖; chinês tradicional: 瀘沽湖; pinyin: Lúgū Hú) está localizado no noroeste do planalto de Yunnan, com o meio do lago formando a fronteira entre o condado de Ninglang da província de Yunnan e o condado de Yanyuan da província de Sichuan. Acredita-se que a formação do lago tenha ocorrido em uma falha geológica pertencente à era geológica do final do Cenozoico. É um lago alpino a uma altitude de 2.685 metros (8.809 pés) e é o lago mais alto da província de Yunnan. O lago é cercado por montanhas e possui cinco ilhas, quatro penínsulas, quatorze baías e dezessete praias.[1][2][3][4][5][6]

Lago Lugu

As margens do lago são habitadas por muitos grupos étnicos minoritários, como Mosuo, Norzu, Yi, Pumi e Tibetano. O mais numeroso deles é o povo Mosuo (também conhecido como "Moso"), considerado um subclã do povo Naxi (de acordo com os registros chineses das minorias na China), com estrutura familiar antiga considerada "um fóssil vivo para a pesquisa da história do desenvolvimento conjugal dos seres humanos "e" o último estranho reino do matriarcado ". É considerado o lar da tribo Moso[2][3][7][8] No entanto, Mosuo tem uma identidade separada dos Naxis, já que os chineses usaram a palavra Mosuo como um termo genérico para diferentes grupos étnicos, incluindo os Naxi.[7]

O Lago Lugu é chamado de "lago mãe" pelo povo Mosuo.[9] O lago também é conhecido nos panfletos de viagens chineses como a região de “Amazonas”, “O Reino das Mulheres” e “Casa da Tribo Matriarcal”, este último nome destacando o papel dominante das mulheres Mosuo em sua sociedade.[3] Os rituais de casamento do povo Mosuo são conhecidos como cerimônia de “casamento azhu” e este aspecto único de sua cultura social deu o título de “terra exótica das filhas” à área.[4] É também conhecido como "Um reino pitoresco do matriarcado".[10][11][12] A sociedade matriarcal e matrilinear dos Mosuos também é chamada de "Mundo das Mulheres".[13]

EtimologiaEditar

Na língua Mosuo, Lugu significa "cair na água" e hu significa "lago" em chinês, que combinados dão o nome do lago.[10]

NotasEditar

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em inglês, cujo título é «Lugu Lake».

Referências

  1. «Fish Fauna Status in the Lugu Lake with Preliminary Analysis on Cause and Effect of Human Impacts». Zoological Research, Kuming Institute of Zoology. Consultado em 20 de agosto de 2010. Arquivado do original em 10 de outubro de 2014 
  2. a b «Travel:Lugu Lake». CRIENGLISH.com. Consultado em 19 de agosto de 2010 
  3. a b c Mansfield, Stephen; Martin Walters (2007). China: Yunnan Province. Lugu Lake. [S.l.]: Bradt Travel Guides. pp. 149–150. ISBN 978-1-84162-169-2 
  4. a b Guo, Huancheng; Guozhu Ren; Mingwei Lü (2007). Countryside of China. Lugu Lake Exotic Oriental Land of Women. [S.l.]: China Intercontinental Press. pp. 105–109. ISBN 7-5085-1096-8. Consultado em 19 de agosto de 2010 
  5. Dorje, Gyurme (1999). Tibet handbook: with Bhutan. [S.l.]: Footprint Travel Guides. pp. 425–426. ISBN 1-900949-33-4. Consultado em 19 de agosto de 2010 
  6. Legerton, Colin; Jacob Rawson (2009). Invisible China: A Journey Through Ethnic Borderlands . The Country of Daughters. [S.l.]: Chicago Review Press. pp. 129-. ISBN 1-55652-814-0. Consultado em 20 de agosto de 2010. Lugu Lake. 
  7. a b «Myths & Misperceptions». Mosuo Project Organization. Consultado em 20 de agosto de 2010 
  8. «Lugo Lake Mosuo Cultural Development Association». Mosuo Project Organization. Consultado em 6 de agosto de 2007 
  9. «Key Tourist Attraction In Sichuan». China Chamber of International Congress: Saichun Chamber of Commerce. Consultado em 20 de agosto de 2010. Arquivado do original em 25 de setembro de 2009 
  10. a b «Lugu Lake». Travel China Kunming. Consultado em 20 de agosto de 2010. Arquivado do original em 2 de junho de 2010 
  11. «Lugu Lake». Travel China Guide. Consultado em 20 de agosto de 2010 
  12. Hattaway, Paul (2004). Peoples of the Buddhist world: a Christian prayer diary. [S.l.]: William Carey Library. p. 193. ISBN 0-87808-361-8. Consultado em 20 de agosto de 2010 
  13. «Housing shortage» (pdf). The Musuo People. Key Kalahea Newspaper of the University of Hawaii, Fall 2004 Issue 2. 15 de setembro de 2004. p. 5. Consultado em 20 de agosto de 2010 
 
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Lago Lugu