Abrir menu principal

Lagoa Bonita do Sul

município do Rio Grande do Sul
Lagoa Bonita do Sul
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Lagoa Bonita do Sul
Bandeira
Brasão de armas de Lagoa Bonita do Sul
Brasão de armas
Hino
Apelido(s) "Lagoa"
Gentílico Não disponível
Localização
Localização de Lagoa Bonita do Sul no Rio Grande do Sul
Localização de Lagoa Bonita do Sul no Rio Grande do Sul
Lagoa Bonita do Sul está localizado em: Brasil
Lagoa Bonita do Sul
Localização de Lagoa Bonita do Sul no Brasil
Mapa de Lagoa Bonita do Sul
Coordenadas 29° 29' 20" S 53° 0' 50" O
País Brasil
Unidade federativa Rio Grande do Sul
Municípios limítrofes Agudo, Cerro Branco, Candelária, Ibarama, Passa Sete, Sobradinho
Distância até a capital Não disponível
História
Fundação 16 de abril de 1996 (23 anos)
Aniversário 16 de abril
Administração
Prefeito(a) Gilnei Arlindo Luchese (PTB, 2017 – 2020)
Características geográficas
Área total [2] 108,500 km²
População total (est. IBGE/2016[3]) 2 839 hab.
Densidade 26,17 hab./km²
Clima subtropical úmido[1]
Altitude 582[4] m
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
Indicadores
IDH (est. IBGE/2010[5]) 0,670 médio
PIB (IBGE/2008[6]) R$ 39 183,324 mil
PIB per capita (IBGE/2008[6]) R$ 14 337,11

Lagoa Bonita do Sul é um município brasileiro do estado do Rio Grande do Sul.

HistóriaEditar

Lagoa Bonita do Sul emancipou-se de Sobradinho em 1996. Em meados de 1950 chamava-se Lagoa da Raia, devido a uma cancha de carreira que que existia em uma lagoa, na propriedade de Eloi de Oliveira Brito. A cancha de carreira era ponto de encontro dos moradores da região, que apreciavam as corridas de cavalo. Devido a um grave acidente a cancha acabou sendo fechada e foi transformada em uma lavoura de arroz.[7]

GeografiaEditar

Lagoa Bonita está situada na região do Vale do Rio Pardo, fica a 596 metros acima do nível do mar, o clima é o subtropical úmido e em 2016 sua população foi estimada em 2839 habitantes.[8]

A distância de Porto Alegre é de 225 km

Vias de acesso: BR-481, RS-347 e RS-400

Trabalho e RendimentoEditar

Em 2015, o salário médio mensal de sua população era de 2.0 salários mínimos. A proporção de pessoas ocupadas em trabalhos formais em relação à população total era de 8.1%. Considerando domicílios que possuíam rendimentos mensais de até meio salário mínimo por pessoa, tinha 30.8% da população nessas condições.[9]


Referências

Ligações externasEditar

Ver tambémEditar