Abrir menu principal

Lal Bahadur Shastri

Lal Bahadur Shastri
Nome nativo लालबहादुर शास्त्री
Nascimento 2 de outubro de 1904
Mughalsarai
Morte 11 de janeiro de 1966 (61 anos)
Tashkent
Cidadania Índia, Índia britânica
Cônjuge Lalita Shastri
Ocupação político
Prêmios Bharat Ratna
Religião Hinduísmo
Causa da morte ataque cardíaco

Lal Bahadur Shastri (Loudspeaker.svg? escute) — Mughalsarai, 2 de outubro de 1904 - Tashkent, 11 de janeiro 1966) foi o segundo primeiro-ministro da Índia e líder do Partido do Congresso Nacional Indiano.

BiografiaEditar

Shastri se juntou ao movimento de independência da Índia em 1920. Profundamente impressionado e influenciado por Mahatma Gandhi, ele se tornou um fiel seguidor de Gandhi e, depois, de Jawaharlal Nehru. Após a independência do país, em 1947, ele juntou-se ao governo de Nehru e se tornou um dos principais assessores do primeiro-ministro; primeiro como Ministro das Ferrovias, (1951-1956) e depois em uma variedade de outras funções, incluindo o Ministro do Interior. Shastri foi escolhido como sucessor de Nehru, devido à sua adesão ao socialismo "nehruviano" depois que Indira Gandhi recusou a oferta do Presidente do Congresso, K. Kamaraj.

Como primeiro-ministro, Shastri continuou as políticas de não-alinhamento e socialismo nehruviano. Ele se tornou um herói nacional após a vitória na Guerra Indo-Paquistanesa de 1965. Seu slogan, "Jai Jai Jawan Kisan" ("Salve o soldado, Salve o agricultor"), tornou-se muito popular durante a guerra e é lembrado até hoje.[1] O conflito terminou formalmente no Acordo de Tashkent de 10 de janeiro de 1966; Shastri morreu no dia seguinte, ainda em Tashkent, de um ataque cardíaco.

Referências

  1. «Prime Minister Inaugurates Lal Bahadur Shastri Memorial: Text Of Dr Manmohan Singh's Speech». Press Information Bureau, Government Of India. 7 de maio de 2005. Consultado em 13 de março de 2007. 

Ligações externasEditar