Abrir menu principal

Largo da Concórdia

Largo da Concórdia
Tipo posição geográfica
Geografia
Localização São Paulo
País Brasil

O Largo da Concórdia é uma importante praça da cidade de São Paulo (Brasil), localizada no Brás (região centro-leste) e cortada pela avenida Rangel Pestana. Localiza-se próxima à estação de metrô Brás/Roosevelt (linha 3 vermelha[1])

Erigido no Largo da Concórdia, o Monumento ao Migrante Nordestino é uma escultura com mais de 10 metros de comprimento e mais de 5 metros de altura, peso total de mais de 20 toneladas.

Local de grande concentração de migrantes nordestinos e seus descendentes, com forte influência da cultura regional nordestina, neste ponto tão distante do Nordeste, nas imediações o visitante vai encontrar desde o característico ritmo do "forró" até a famosa peça de resistência da culinária nordestina, a "carne de sol com baião de dois'.

HistóriaEditar

O Largo da Concórdia, no Brás, começou a se formar entre 1830 e 1840, sendo paralelo ao projeto de urbanização do próprio bairro, que na época era apenas ocupado por chácaras.[2]

Por volta de 1850, seu plano já estava pronto, foi quando recebeu sua primeira denominação: Largo do Brás.[2]

Em 1862 a Câmara Municipal determinou que o Largo deveria ser fechado. Mas o então Presidente da Província, Vicente Pires da Mota, interferiu e o logadouro permaneceu aberto para o público. No dia 28/11/1865, o Vereador Malaquias Rogério de Salles Guerra, propôs a alteração de seu nome para "Largo da Concórdia".[2]

Entre outubro de 1953 e meados de 2006 o Largo abrigou um monumento erigido em homenagem a Francisco Alves, que ali realizou seu último show em 26 de setembro de 1952. Constituído de uma coluna de concreto com um violão estampado em baixo relevo e abaixo deste uma placa de bronze, foi oferecido pela Rádio Nacional de São Paulo, sendo inaugurado em outubro de 1953. O monumento, vandalizado ao longo dos anos (teve sua placa furtada e serviu de base para cartazes) foi removido durante as obras de revitalização do Largo da Concórdia entre 2006 e 2007. Atualmente se encontra em um depósito da prefeitura aguardando para ser reinstalado.[3][4]

 AtualidadeEditar

O Largo da Concórdia foi reformado em 2007 num processo de revitalização para dar uma nova cara ao local que vinha sendo usado como camelódromo. O Largo da Concórdia recebeu um investimento de 1 milhão de reais, vindos da parceria entre a Associação de Lojistas do Brás (Alobrás), lojistas do bairro e a Subprefeitura da Mooca[5]. O Largo é um simbolo histórico do Brás, bairro que é conhecido pelas lojas de confecções de roupas e por ter um grande número de imigrantes vivendo por lá.[6] O Largo, como primeira praça do Brás, foi criado para servir como calçadão para pedestres, porém, desde 1991, está tomado por barracas de camelôs, fazendo com que a arquitetura não se destacasse.[5][2] Por dia, passam aproximadamente trezentas mil pessoas.[5]

Da parceria formada entre Alobrás, Associação de Lojistas do Brás, os comerciantes do bairro e a subprefeitura da Moóca, para a reforma do Largo, com o dinheiro arrecadado, o Largo da Concórdia teve seus dez mil metros quadrados inteiramente reformados, com novo piso, canteiros com flores e árvores e banheiros públicos.[6] As fachadas da área comercial foram restauradas e quarenta e oito pontos de luz foram colocados no local.[7]

Referências

  1. «Estação Brás – Linha 3 Vermelha do Metrô São Paulo». www.encontrabras.com.br. Consultado em 1 de maio de 2017 
  2. a b c d «Jornal do Brás - Conheçaa a história do Largo da Concórdia». www.jorbras.com.br. Consultado em 5 de maio de 2019 
  3. Revista do Rádio (27 de outubro de 1953). «Onde Chico Alves Cantou Pela Última Vez» (PDF). Edição 216, página 17/republicaod pela Biblioteca Nacional-Hemeroteca Digital Brasileira. Consultado em 26 de junho de 2019 
  4. Eduardo Cedeño Martellotta (20 de setembro de 2013). «Tal como Carlos Gardel, eis o palco da Eternidade». Jornal do Brás. Consultado em 26 de junho de 2019 
  5. a b c «Largo da Concórdia, no Brás, começa a ganhar novo visual - Brasil - Estadão». Estadão 
  6. a b «Outros Largo da Concórdia - São Paulo - Guia da Semana». Guia da Semana (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2017 
  7. «Outros Largo da Concórdia - São Paulo - Guia da Semana». Guia da Semana (em inglês). Consultado em 30 de abril de 2017 
  Este artigo sobre Geografia de São Paulo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.