Abrir menu principal

Last Holiday

filme de 2006 dirigido por Wayne Wang
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde março de 2018). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Last Holiday
Tudo o que Sonhei[1] (PRT)
As Férias da Minha Vida[2] (BRA)
 Estados Unidos
2006 •  cor •  112 min 
Direção Wayne Wang
Produção Laurence Mark
Jack Rapke
Robert Zemeckis
Roteiro Jeffrey Price
Peter S. Seaman
Elenco Queen Latifah
LL Cool J
Timothy Hutton
Gérard Depardieu
Giancarlo Esposito
Alicia Witt
Género Comédia
Música George Fenton
Cinematografia Geoffrey Simpson
Edição Deirdre Slevin
Companhia(s) produtora(s) ImageMovers
Distribuição Paramount Pictures
Lançamento 13 de janeiro de 2006
Idioma Inglês
Orçamento US$ 45 milhões
Receita US$ 43 milhões[3]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Last Holiday (As Férias da Minha Vida BRA ou Tudo o que Sonhei POR) é um filme estadunidense de 2006 dos gêneros comédia dramática e comédia romântica, estrelado por Queen Latifah, dirigido por Wayne Wang e escrito por Jeffrey Price e Peter S. Seaman. Foi vagamente baseado no filme homônimo britânico de 1950, estrelado por Alec Guinness e dirigido por J.B. Priestley.

Índice

SinopseEditar

  Aviso: Este artigo ou se(c)ção contém revelações sobre o enredo.

Georgia Byrd (Queen Latifah) é uma moça tímida e modesta, que é funcionária do departamentos de panelas de New Orleans, e que sonha em se tornar uma chef de cozinha. Apaixonada por seu colega de trabalho, Sean Williams (LL Cool J), Georgia registra todos os seus sonhos em um livro, "O Livro das Possibilidades". Certo dia no trabalho, ela acidentalmente bate a cabeça em um armário, e é levada a um hospital para fazer uma tomografia. Lá, ela descobre ser portadora da Doença de Lampington, uma síndrome fictícia que causaria vários tumores no cérebro, e que seu plano de saúde não cobre a operação. Com apenas algumas semanas de vida, Georgia faz uma reflexão sobre sua vida e decide fazer tudo o que ainda não conseguiu fazer na vida e que estava em seu livro, como tirar umas férias. Com suas economias da vida toda, ela viaja para Europa e se hospeda em um hotel de luxo chamado Grandhotel Pupp na República Tcheca, onde passa a viver uma vida de milionária. Com muito alto astral e simpatia, Georgia faz amizade com várias pessoas importantes e consegue realizar todos os seus sonhos, inclusive o de esquiar e o de conhecer seu ídolo e admirador, o renomado Chef Didier (Gérard Depardieu). Para que sua felicidade esteja completa, só falta uma coisa em sua vida: Sean, seu grande amor.

  Aviso: Terminam aqui as revelações sobre o enredo.

ElencoEditar

RecepçãoEditar

O filme recebeu críticas mistas dos críticos, ganhando uma classificação de 55% em Rotten Tomatoes com base em 115 opiniões. Roger Ebert do Chicago Sun-Times disse que o filme "tira proveito da grande natureza e calor de Queen Latifah, e usa-lo para transformar uma fórmula velha em uma comédia que é simplesmente adorável. Descrever o enredo é perder o ponto, porque esta parcela poderia ter sido feito em inúmeros filmes não tão engraçado e charmoso como este, mas de vez em quando temos de estar abertos a filmes que têm ambições mais modestas: Eles só querem nos divertir, nos aquecer, e nos fazer sentir bem Last Holiday é como um abraço."[4]

Ruthe Stein da San Francisco Chronicle afirmou, "o mais recente filme de Latifah caminha em direção a um final que você pode ver que vem da primeira... Neste pedaço inofensivo de penugem falta o elemento surpresa, mas não é aleatório, sem momentos encantadores fornecidos por sua estrela incandescente."[5]

Jessica Reaves da Chicago Tribune deu ao filme três de quatro estrelas e descreveu Queen Latifah como "suave, ousada e muito engraçada, infundindo este filme de outra forma previsível, com um encanto contagiante." Ela acrescentou: "Enquanto isso não é exatamente um filme profundo, e a mensagem não é nova, é prova de energia alegre deste filme que não importa, no mínimo. Podemos saber exatamente para onde estamos indo, mas a viagem é muito divertida, mas todos os membros do público mais irritados vai achar que é impossível para reclamar."[6]

Janet K. Keeler da St. Petersburg Times classificou o filme em B e comentou, "performances fortes por Latifah, LL Cool J e Depardieu, que é estranhamente mas um perfeito elenco, salva Last Holiday da irrelevância. Latifah é mais do que a menina engraçada com a atitude que temos visto em A Casa Caiu, Táxi e Beauty Shop. Ela tem os bens para atuar como a protagonista. O desempenho de Latifah aqui não é tão bom como na sua indicação para o Oscar de Chicago , mas mostra mais ampla e um sutil toque de filmes subsequentes."[7]

Prêmios e indicaçõesEditar

Referências

  1. Tudo o que Sonhei no Canal Hollywood (Portugal)
  2. As Férias da Minha Vida no AdoroCinema (Brasil)
  3. http://www.boxofficemojo.com/movies/?page=main&id=lastholiday.htm
  4. Ebert, Roger (13 de janeiro de 2006). «Last Holiday». Chicago Sun Times. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  5. Stein, Ruthe (13 de janeiro de 2006). «Deadly diagnosis leads to fatally predictable story». San Francisco Chronicle. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  6. Reeves, Jessica (13 de janeiro de 2006). «Movie review: ‘Last Holiday'». Chicago Tribune. Consultado em 6 de janeiro de 2013  C1 control character character in |título= at position 15 (ajuda)
  7. Keeler, Janet (12 de janeiro de 2006). «Saving the best for last». Tampa Bay Times. Consultado em 6 de janeiro de 2013 
  Este artigo sobre um filme estadunidense é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.