Laudo Ferreira Jr.

artista brasileiro de banda desenhada
(Redirecionado de Laudo Ferreira)
Laudo Ferreira Jr.
Laudo Ferreira Jr. na edição de 2017 da Comic Con Experience.
Nascimento 8 de abril de 1964 (56 anos)
Brasil
Cidadania Brasil
Ocupação artista de história em quadrinhos
Prêmios Troféu HQ Mix de melhor graphic novel, Prêmio Angelo Agostini de melhor desenhista, Prêmio Angelo Agostini de melhor desenhista, Troféu HQ Mix de melhor publicação independente, Prêmio Angelo Agostini de melhor roteirista, Prêmio Angelo Agostini de melhor lançamento, Troféu HQ Mix de melhor desenhista, Troféu HQ Mix de melhor roteirista, Troféu HQ Mix de melhor edição especial
Magnum opus Depois da meia-noite, Yeshuah, Cadernos de Viagem, Zé do Caixão
Página oficial
https://www.laudoferreira.com/

Laudo Ferreira Jr. é um quadrinista e ilustrador brasileiro. Começou sua carreira em 1983, ilustrando para diversas editoras, além de trabalhar com Publicidade e no desenvolvimento de cenários e figurinos para teatro. Fundou o Estúdio Banda Desenhada em 1996, ao lado de Omar Viñole. Conquistou duas vezes o Troféu HQ Mix: a primeira, em 1995, pela obra À meia-noite levarei sua alma, adaptação do filme homônimo de Zé do Caixão, roteirizado originalmente por R. F. Lucchetti. Em 2000, criou a personagem Tianinha com o editor Licínio Rios da revista Sexy, publicada na revista Total, um spin-off em formatinho da Sexy, a revista teve 107 edições.[1][2]


Em 2008 ganhou seu segundo Troféu HQ Mix pela publicação independente Depois da Meia-noite, feita em parceria com Viñole. Laudo também ganhou o Prêmio Angelo Agostini de melhor desenhista em 2008 e 2009.[3][4][5][6][7] Em 2008, a dupla produziu webcomics do movimento musical Clube da Esquina,[8] entre 2008 e 2009, ilustrou a série educativa História do Brasil em quadrinhos, da Editora Europa, que também teve a participação Edson Rossatto e Jota Silvestre (pesquisa histórica e roteiro); Celso Kodama e Omar Viñole (cores).[9][10] Em 2011, as histórias do Clube da Esquina foram publicadas pela Devir Livraria.[11] Em 2014, Laudo foi um dos artistas escolhidos para produzir quadrinhos inspirados em canções de Noel Rosa publicadas na graphic novel Feitiço da Vila: A Poesia de Noel Rosa em Quadrinhos do selo Jupati Books da Marsupial Editora.[12] Em 2017, Laudo retoma a publicação de Tianinha de forma independente em título próprio, com o foco maior na aventura do que no erotismo, a principio a periodicidade seria trimestral,[13] contudo, um segundo volume só seria lançado em 2018.[14]

Referências

Ligações externasEditar

  Este artigo sobre banda desenhada é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.