Abrir menu principal
Espaço Cultural da Marinha: rebocador Laurindo Pitta.
RbAM Laurindo Pitta em operação.

O Rebocador Laurindo Pitta é um navio-museu temático da Marinha do Brasil subordinado à Diretoria do Patrimônio Histórico e Documentação da Marinha.

É o único remanescente da força naval brasileira que participou da Primeira Guerra Mundial, sob o comando do contra-almirante Pedro Max Fernando Frontin.

HistóriaEditar

A embarcação foi construída pelo estaleiro Vickers, Sons & Maxim, Ltd, em Barrow-in-Furness, na Grã-Bretanha, em 1910, por encomenda do governo brasileiro.

Quando da entrada do Brasil na Primeira Guerra Mundial, integrou a Divisão Naval em Operações de Guerra (DNOG), tendo participado como Aviso em tarefas de apoio às operações de patrulhamento realizadas pela DNOG entre Dacar, no Senegal, e o arquipélago de Cabo Verde em 1918.

Após o conflito, prestou serviços de rebocador ao Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro e à Base Naval do Rio de Janeiro até à década de 1990.

Em 1997, foi restaurado e remodelado, tendo recebido assentos para 90 passageiros, e tendo sido adaptado um compartimento onde apresenta a exposição permanente "A Participação da Marinha na Primeira Guerra Mundial". Desde então, vem prestando serviços no transporte de passageiros entre o Espaço Cultural da Marinha e a Ilha Fiscal, e na realização do Passeio Marítimo pela baía de Guanabara, passando ao largo da Ilha das Cobras, da Ilha Fiscal, da Ilha das Enxadas, da Ilha de Villegagnon e da cidade de Niterói. O passeio tem duração de uma hora e vinte minutos.

A embarcação serviu como inspiração para o samba "Rebocador Laurindo", de autoria de Moreira da Silva e Geraldo Gomes, em 1974.

CaracterísticasEditar

Possui as seguintes características:

  • Tipo: Rebocador de alto-mar
  • Deslocamento: 514 toneladas
  • Comprimento: 39 metros
  • Boca: 8 metros
  • Propulsão: Dois (2) motores Volvo Penta TAMD122a com 380 hp cada
  • Velocidade máxima: 11 nós (cerca de 20 km/h).
  • Tripulação: Cerca de 8 praças.

Ver tambémEditar

Ligações externasEditar